Fundação Pública de Saúde de Vitória da Conquista (FSVC) emite nota de esclarecimento

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 16 abr 2021

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_blog_728x90px_SEVILHA_PEL-1.gif

A Fundação Pública de Saúde de Vitória da Conquista (FSVC), responsável pela administração do
Hospital Municipal Esaú Matos e Laboratório Central Municipal (LACEN), vem por meio desta
nota pública esclarecer algumas inverdades que foram disseminadas por meio de redes sociais
a respeito desses importantes e conceituados órgãos que estão a serviço do povo de Vitória da
Conquista e região.

Antes de tudo é importante salientar a relevância do trabalho desenvolvido todos os dias pelo
Hospital Municipal Esaú Matos, que atende mulheres gestantes e crianças de 31 municípios
pactuados da Bahia e do norte de Minas Gerais, e presta serviços para cerca de 100 municípios,
ainda, que não sejam pactuados. Nos últimos anos, o Hospital Municipal Esaú Matos alcançou a
marca de segundo hospital, de toda a Bahia, a realizar a maior quantidade de partos de alto
risco. E dentre as principais missões dessa instituição de saúde pública, está garantir o direito à
vida, bem como a plenitude da saúde, de todas as mulheres e crianças que são assistidas pelo
hospital. E assim tem sido feito nesta nova gestão, o que tornou a instituição referência no
segmento em toda a Bahia.

Situação semelhante ao LACEN, que presta serviços para Vitória da Conquista e outros 31
municípios conveniados, auxiliando no controle de doenças de agravo de saúde pública. São
realizados neste local 139 tipos diferentes de exames básicos e complexos, por uma equipe de
69 profissionais qualificados, utilizando equipamentos modernos. Órgão que é motivo de
orgulho para a FSVC e toda a população.

Nos últimos dias, os dois órgãos de saúde pública de Vitória da Conquista e região têm sido
vítimas de inverdades espalhadas pela internet por figuras públicas e outros cidadãos. Diante
desta situação, não é possível permitir que falsas e rasas acusações manchem o trabalho de
excelência, conquistado por centenas de profissionais, que com muito esforço e competência
permitiram ao Hospital Esaú Matos, bem como, ao LACEN, a alcançarem níveis de credibilidade
jamais vistos antes. Diante da denúncia, descabida, a FSVC adotará todas as medidas legais
necessárias para que a pessoa que faltou com a verdade no vídeo divulgado, na terça-feira, 13
de abril, e os coautores respondam legalmente pelas inverdades disseminadas.

…Leia na íntegra