Planalto aposta que terá 62 votos para destituir Dilma de vez

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 16 ago 2016

Tags:, ,

da Redação

Conteúdo Diário do Poder

Dilma BBMinistros do núcleo do governo Temer contam com até 62 votos no julgamento final do impeachment de Dilma Rousseff, no Senado. O placar da pronúncia do afastamento, semana passada, já atingiu 59 votos. Eliseu Padilha (Casa Civil), que acertou os placares na Câmara e no Senado, é um dos mais otimistas ministros: espera 61 votos. Já no lado que apoia Dilma, não espera-se nem os 21 votos da pronúncia. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Único voto no PMDB considerado “irrecuperável” para governistas é o da ex-ministra ruralista Kátia Abreu, neopetista que renega as origens.

O senador Ronaldo Caiado (GO), líder do DEM no Senado, acredita que os votos pró-impeachment chegarão a 60 no julgamento final.

Lula e os petistas estão céticos em relação à carta de Dilma, recheada de promessas, para o caso de retomar o cargo.

 

INSS vai fazer pente-fino nas aposentadorias por invalidez

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 08 jul 2016

Tags:, , ,

da Redação

Pericia ABCSerão revisados os chamados benefícios por incapacidade de longa duração de aposentados por invalidez e auxílio-doença. Essa medida provisória fixará em 120 dias o prazo máximo de pagamento de auxílio-doença quando o benefício for concedido pela Justiça sem definição de uma data de cessação.

Com essa medida o Governo Federal visa reduzir gastos com a Previdência e promover uma operação pente-fino. E estimativa que é sejam realizadas aproximadamente 100 mil perícias por mês em todo País para saber se os trabalhadores afastados continuam incapazes de realizar as suas tarefas profissionais.

São hoje no Brasil  3 milhões de aposentados por invalidez que geram uma despesa mensal de R$ 3,6 bilhões. Para a revisão os médicos ganharão R$ 60 por perícia realizada. Os médicos terão que extrapolar a carga horária em um verdadeiro mutirão.

Com a revisão, o governo espera economizar mais de R$ 6 bilhões por ano, afirma o assessor-chefe da Casa Civil, Marcelo Siqueira.

Brasília: ex-assessora de Herzem trabalha em projetos comuns a juventude negra

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil | Data: 06 jul 2016

Tags:, ,

da Redação
Foto: Luis Alves – Seppir

Dsc 1040

O secretário nacional de Juventude, o mineiro de BH, Bruno Moreira Santos juntamente com Roberta Pires Ferreira, secretária-adjunta, ex-assessora do mandato de deputado estadual  que Herzem Gusmão exerceu na Assembleia Legislativa da Bahia,  se reuniram com a secretária especial Luislinda Valois para tratar de pautas conjuntas entre a Secretária Nacional de Juventude (SNJ) e a Secretaria Especial de Políticas da Promoção da Igualdade Racial.

A modernização e o fortalecimento do plano Juventude Vivo foram os temas principais do encontro  coordenado pela SNJ em parceria com a Seppir, para que sejam implementadas ações  de prevenção para a redução a vulnerabilidade de jovens negros a situação de violência.

Na pauta foi abordada a importante e necessária  criação de um comitê de enfrentamento à violência para monitorar e auxiliar na execução das políticas de enfrentamento à violência de jovens negros e pobres.

Roberta que é de Salvador, indicada para o cargo pelo ministro Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo),  e Bruno reafirmaram o compromisso da SNJ em lutar pela juventude negra e assumiram compromisso em viabilizar a apreciação do Projeto de Lei dos Autos de Resistência (PL 4471/2012).

Bueno afirma que aumento do Bolsa Família desmascara o PT

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 30 jun 2016

Tags:, ,

Diário do Poder

Francine Marquez

Declarações foram feitas após anúncio do aumento de 12,5%

Deputado ressaltou que muitas mudanças estão em andamento. Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados

O deputado federal Rubens Bueno (PPS-PR) declarou nessa quarta-feira (29), “Mais uma falácia do PT cai por terra. O atual governo não só vai aumentar o valor do bolsa família como concederá um reajuste maior do que o prometido por Dilma”.

As declarações vieram após o anúncio feito pelo presidente interino Michel Temer, em relação ao aumento de 12,5% para o Bolsa Família a partir de julho.

O líder do PPS na Câmara também afirmou que estão sendo desmentidas as tentativas levantadas pelo PT na tentativa de desestabilizar o governo de Temer, “a economia começa a reagir e novos investimentos privados estão sendo anunciados. O governo se comprometeu com o controle de gastos e está arrumando a casa depois do furacão de incompetência e corrupção deixado por Dilma”.

E ressaltou os novos projetos de reforma, “temos a reforma da previdência em discussão, mudanças na lei de licitações e também estão em andamento os projetos para maior controle nas estatais e nos fundos de pensão. É uma diferença muito grande da administração passada que empurrava o governo com a barriga”

 

Temer anuncia aumento maior do que o prometido por Dilma no Bolsa Família

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 29 jun 2016

Tags:, ,

Por Reinaldo Azevedo

Reinaldo-AzevedoPresidente interino assinou decreto que concede reajuste de 12,5% ao programa social; em maio, presidente afastada havia divulgado aumento de 9%

Por Eduardo Gonçalves, na VEJA.com:

Na tentativa de emplacar uma agenda positiva, o presidente da República em exercício, Michel Temer, assinou nesta quarta-feira o decreto que reajusta em 12,5% os repasses do programa Bolsa Família, conforme havia sido antecipado pela coluna Radar On-line. Numa clara resposta às críticas de que o governo interino cortaria os benefícios sociais, o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, enfatizou que o aumento concedido por Temer é maior do que o prometido pela presidente afastada Dilma Rousseff, de 9%, em maio.

“Esse programa não era reajustado há dois anos. Portanto, com a inflação que ocorreu nesse período, o poder de compra caiu. É possível que muitas dessas pessoas estejam abaixo da linha da probreza. E o governo anterior que não fez essa correção prometeu um aumento de 9%, mas não concretizou”, disse o ministro, em coletiva de imprensa. Segundo ele, as 14 milhões de famílias beneficiárias do Bolsa Família já passarão a receber os valores reajustados em 17 de julho. …Leia na íntegra

Petistas no governo espionam Temer para Dilma

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 26 jun 2016

Tags:, , ,

Diário do Poder

Suspeita é que documentos são copiados para turma de Dilma

espionagemCom a demora na substituição de petistas herdados do governo Dilma, ocupantes de cargos de direção e assessoramento superior estariam fazendo cópias clandestinas de informações estratégicas do governo Michel Temer para serem repassados à equipe de Dilma Rousseff, segundo setores de inteligência. O temor é que os vazamentos deixem a administração vulnerável a boicotes e até a ações de sabotagem. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
O governo suspeita que estariam sendo feitas cópias de informações em instituições como Dataprev, Funai, Funasa e INSS.

Ministros palacianos dizem que “os dados estão sendo espelhados”, um eufemismo para furto de informações.

Há mil nomeações pendentes, mas o governo continua à espera da liberação pela Abin, encarregada de verificar a ficha de cada indicado.

Acendeu o sinal vermelho no governo quando um convênio de R$ 100 milhões da Dataprev foi copiado e ninguém encontrou o responsável.

Geddel e líderes se reúnem para debater regras sobre nomeações em estatais

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 15 jun 2016

Tags:, , ,

da Redação

Expectativa é que propostas comecem a ser analisadas hoje na Câmara /Foto: Antonio Cruz/ABR


O ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima,  reunido na manhã desta terça-feira, 14, com líderes de partidos da base aliada na Câmara dos Deputados para discutir detalhes dos projetos de Lei de Responsabilidade das Estatais e que estabelece regras para indicação de dirigentes de empresas estatais e fundos de pensão. A expectativa é de que as propostas comecem a ser analisadas ainda hoje no plenário da Casa.

O governo tenta costurar acordo com líderes, principalmente sobre as regras para nomeação de dirigentes. Líderes partidários querem retirar da matéria a previsão de que os indicados precisam ter experiência mínima na área que vão ocupar e a exigência de não terem participado de atividades político-partidárias nos últimos três anos. Nos bastidores, lideres dizem que regras como essas tornam inviáveis indicações de aliados seus para esses cargos.

A Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp) divulgou ontem nota criticando alguns pontos projeto dos fundos de pensão. O projeto, já aprovado no Senado e que tramita na Câmara em regime de urgência, tem colocado fundos de pensão e governo em lado opostos, uma vez que acarreta em mudanças obrigatórias para as fundações.

Dentre os itens que merecem ajustes, na visão da entidade, estão as mudanças relacionadas aos conselheiros independentes, o processo de seleção dos dirigentes, mandatos e conflito de competência. Como está, argumenta a Abrapp, o projeto poderá causar elevação “desnecessária” dos custos administrativos das fundações.

Conteúdo / Diário do Poder

Petistas continuam no Governo e dificultam gestão Temer

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Política | Data: 13 jun 2016

Tags:, , ,

da Redação

CAbide CArgosA equipe do presidente Michel Temer (PMDB) reclama que o Governo continua “infestado” de petistas nos ministérios e demais órgãos federais. Alguns titulares foram trocados, porém insuficiente. O comando da burocracia permanece com militantes do PT que sabotam ações do Governo.

O ministro Geddel Vieira Lima está encarregado de efetuar as mudanças necessárias para evitar sabotagem. “Todos os petistas serão demitidos. É só questão de tempo”, garante Geddel. A meta é reduzir a quantidade de cargos comissionados que funcionam como cabide de empregos. Os quase 40 ministérios de Dilma Rousseff (PT) prejudicaram a Nação.

As novas nomeações continuam sendo aguardadas em todo Brasil. Neste sentido o Governo Temer tem sido lento. Na Bahia a situação continua indefinida. O deputado federal Benito Gama (PTB) foi designado coordenador da distribuição dos cargos.

O PT aparelhou a máquina como nunca se viu. O aparelhamento contribuiu com a falência de várias instituições, a exemplo da Petrobras, BNDES, Caixa Econômica Federal, Correios, Banco do Brasil, Banco do Nordeste. O Rombo anunciado foi na ordem de R$ 750 bilhões.

 

Racionamento de água em Conquista leva Lúcio e Herzem ao Ministério da Integração Nacional

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Vit. da Conquista | Data: 01 jun 2016

Tags:, , ,

da Redação

ÁguaA grave situação de abastecimento de água em Vitória da Conquista, é na atualidade, a mais urgente providência que a população espera para a 3ª maoor cidade da Bahia com população em torno de 350 mil habitantes.

Nesta semana em Brasília o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB), e Herzem Gusmão (PMDB), irão ao ministério da Integração Nacional buscar solução para o grave problema. No Facebook o deputado Lúcio Vieira Lima escreveu a seguinte mensagem: “As barragens responsáveis pelo abastecimento de água em Vitória da Conquista, estão secas e vai faltar água para o município, o que já era esperado, pois a única medida que o governo do Estado e municipal, adotaram para evitar isso, foi pedir a população para rezar pedindo chuva a Deus! Essa semana irei ao Ministério da Integração para vê se há alguma chance de melhorar a situação, Itabuna e muitas cidades da Bahia se encontram com o mesmo problema!”

São 20 anos de administrações petistas prometendo solução de bastecimento de água para Conquista. Foram duas barragens prometidas. A do Rio Catolé em Barra do Choça, e a do Rio Pardo. “Melhor agora e mais rápido será a retomada do projeto aprovado pela Embasa da barragem do Rio Catolé. O Governo Federal poderá colaborar com o Governo do Estado para que esta tão importante obra seja rapidamente viabilizada”, disse Herzem Gusmão.

Exército pode assumir obras investigadas na PF

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 29 maio 2016

Tags:, , ,

Diário do Poder
Obra exercito foto EB

Governo estuda se Força pode tocar obras de enroladas no Petrolão 

O presidente Michel Temer discute a viabilidade de o Exército assumir as obras atrasadas que estão sob controle de empreiteiras enroladas na roubalheira à Petrobras. O Planalto pediu estudo ao ministro Helder Barbalho (Integração) para ampliar a participação do Exército na transposição do rio São Francisco. A obra, que já custou mais de R$ 8 bilhões, deve ser a primeira a receber o reforço dos militares. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
A Usina de Belo Monte, duas ferrovias, um aeroporto e a Usina de Angra 3 são algumas das obras que podem ser tocadas pelo Exército.

A situação da Mendes Júnior é a que mais preocupa: tem contratos de mais de R$ 1 bilhão no governo, mas suas finanças estão arrebentadas.

Helder Barbalho turbinou repasses para os projetos em curso. Passaram de R$ 150 milhões para R$ 215 milhões ao mês.

Dilma deixou rombo de R$ 200 bilhões, diz Geddel

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 19 maio 2016

Tags:, ,

da Redação

GeddelEntrevistado pelo jornalista Josias de Souza o ministro Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo) informou que a herança do governo Dilma Rousseff inclui um rombo orçamentário de cerca de R$ 200 bilhões. “É um número absolutamente assustador”, disse Geddel na entrevista. O PT estimou para 2016 um déficit de R$ 96 bilhões. “Não corresponde à realidade”, disse o ministro.

“O governo atual terá muitas dificuldades e terá que pedir muitos sacrifícios para controlar e levar o país numa situação melhor até 2018”, revelou Geddel.

“O PT estava aqui, na Secretaria, utilizando-se de cerca de mil cargos para aparelhar a sua militância política”. Esses militantes não trabalhavam?, indagou o repórter. E Geddel: “Não trabalhavam. Estamos trabalhando na identificação desses processos.

Minha Casa

Sobre o programa Minha Casa, Minha Vida do Governo Federal, o ministro apontou algumas conhecidas irregularidades que foram também praticadas em Vitória da Conquista. O PT explorava politicamente a distribuição de chaves do programa Minha Casa, Minha Vida, sob a responsabilidade do Ministério das Cidades.

Reunião define espaços para aliados de Temer

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil | Data: 18 maio 2016

Tags:, , ,

TB

Geddel está à frente da reunião com a bancada baiana para definir espaços

Uma reunião entre deputados federais da bancada baiana deve definir hoje a distribuição de cargos de segundo escalão na Bahia entre os aliados do presidente interino, Michel Temer (PMDB). Cinquenta cargos federais, que incluem institutos como Ibama, INSS e Iphan, estão entre os mais cobiçados pelos parlamentares. A briga política, no entanto, é maior pela presidência da Companhia de Docas do Estado da Bahia (Codeba), vinculada à Secretaria de Portos da Presidência da República. O órgão é gerido atualmente por José Muniz Rebouças, indicado pelo senador Otto Alencar (PSD). Conforme apurou a Tribuna, o prefeito ACM Neto (DEM) desembarca hoje em Brasília a fim de participar dessas negociações, com o deputado federal Benito Gama (PTB) e o secretário de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB). O petebista foi incumbido pelo próprio Michel Temer para distribuir os postos no estado. …Leia na íntegra

Em Brasília, ACM Neto visita três ministérios

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Política | Data: 17 maio 2016

Tags:, , ,

BN

Em Brasília, ACM Neto visita três ministérios

Foto: Divulgação / Agecom

O prefeito ACM Neto (DEM) visitou três ministros nesta terça-feira (17), durante agenda em Brasília. O gestor se reuniu com o ministro Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo) para discutir projetos para a capital baiana e logo depois foi até o Ministério da Fazenda para levar ao ministro Henrique Meirelles a proposta de financiamento de US$ 105 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), por intermédio do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur). “Fiquei muito entusiasmado com a receptividade e estou confiante que todos os projetos que nós pensamos com o financiamento serão executados”, avaliou o prefeito. Após o encontro com Meirelles, ACM Neto esteve com o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Na pauta, a apresentação de proposta de saneamento do déficit de serviços médicos e hospitalares de média e alta complexidade, que, até o ano passado, era de R$170 milhões. O prefeito também solicitou a habilitação e qualificação de quatro UPAs: São Cristóvão (já construída), Brotas, Paripe e Pirajá, que serão inauguradas nas próximas semanas. Antes de retornar à capital baiana, Neto deve mais uma audiência. Na manhã desta quarta (18), ele vai se reunir com o ministro Bruno Araújo (Cidades).

O PAC do Governo Dilma não concluirá aeroporto em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 14 maio 2016

Tags:, , ,

da Redação

AEROPORTO-CHARGEA presidente Dilma Roussef (PT) anunciou medidas precipitadas às vésperas do impeachment que poderá ser definitivo na sua trajetória política. Analistas e cientistas políticos já afirmam que ela não retornará a presidência do Brasil. O PAC dos governos do PT representa mais promessas de obras para o Brasil. O povo brasileiro reagiu as falsas promessa apoiando o impeachment.

A notícia sobre as obras do Terminal de Passageiros do novo aeroporto de Vitória da Conquista que foram incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) é mais uma “pegadinha” do PT estadual e municipal. A verba, no valor de R$45 milhões, que garante a realização do serviço, foi divulgada no Diário Oficial da União, na quinta-feira (12) e segundo o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB), que recebeu confirmação da SAC – Secretaria da Aviação Civil, que apenas R$ 25 milhões foram empenhados em dezembro do ano passado.

O projeto necessitará, para ser concluído, de R$ 56 milhões conforme o governador Rui Costa (PT) anunciou em sua última visita as obras paralisadas do aeroporto de Conquista.

Importante lembrar que o PT quebrou o Brasil e o Governo Dilma Roussef foi interrompido pelo impeachment. A retomada das obras dependerá agora, principalmente, do ministro Geddel Vieira Lima e do deputado federal Lúcio Vieira Lima, ambos do PMDB no Governo Michel Temer.

Saída de Dilma desemprega baianos com cargos federais

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política | Data: 08 maio 2016

Tags:, ,

A Tarde

Não é só a presidente Dilma Rousseff (PT) que está esvaziando as gavetas do gabinete e recolhendo “as tralhas” que ganhou durante a sua passagem no Palácio do Planalto para serem transferidas ao Alvorada – o local que Dilma escolheu para se manter na “resistência” pelos 180 dias que ficar afastada do cargo, caso o plenário do Senado acate, nesta quarta-feira, a continuidade do processo do seu impeachment.

A eventual assunção do vice Michel Temer (PMDB) à Presidência vai desempregar uma legião de aliados que, nos últimos 13 anos de governo petista, tem ocupado postos no Palácio do Planalto, na Esplanada dos Ministério e em estatais.

Na Bahia, o desembarque atingirá em cheio os ministros Jaques Wagner, chefe do gabinete da Presidência da República, e Juca Ferreira (PT), da Cultura, e outros 13 representantes do PT, PCdoB, PDT, PP hoje acomodados na máquina pública.

Segundo o site Contas Abertas, o Executivo Federal abriga cerca de 100 mil cargos, funções de confiança e gratificações. Desses, mais de 20 mil são de livre nomeação, ou seja, a autoridade pode indicar pessoas de fora do serviço público.

Destituídos

Dos que retornam sem emprego estão oito petistas: o ex-secretário de Comunicação de Wagner, Robinson Almeida, que é secretário executivo do Ministério do Trabalho e Previdência Social; o ex-reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Paulo Gabriel Soledade Nacif, hoje titular da Secretaria de Educação Continuada (Secadi) do Ministério da Educação (MEC), e o cineasta Pola Ribeiro, ex-diretor do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb), que deixará a Secretaria do Audiovisual (SAV) do Ministério da Cultura.

Nesse grupo também figuram Éden Valadares, ligado a Wagner e atual assessor especial da Casa Civil da Presidência da República. Já Eva Chiavon, que era secretária da Casa Civil no governo Wagner e assumiu a chefia da Casa Civil da Presidência em março, com o impedimento de Lula tomar posse no cargo, também deve retornar para a Bahia.

Os outros petistas são: Reginaldo Barros, ex-pró reitor da URFB com cargo no ministério da Reparação; Luiz Gugé, superintendente regional do Incra na Bahia; Wellington Rezende, delegado do Ministério do Desenvolvimento Agrário no estado, e José Maria Dutra, superintendente da Delegacia Regional do Trabalho. …Leia na íntegra

Governo Federal reajusta Bolsa Família em 9%

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 02 maio 2016

Tags:, , ,

Da Redação

bolsa-familiaNesse domingo (1º), a presidente Dilma Rousseff anunciou um aumento de 9% nos valores pagos pelo Programa Bolsa Família. A partir de junho, os beneficiários serão identificados pela nova linha da extrema pobreza, que passa a ter o valor de renda limite de R$ 82,00 por pessoa e a linha da pobreza passa para R$ 164,00.

Com o reajuste, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o valor médio pago às famílias poderá elevar de R$ 164,00 para R$ 176. O aumento estava previsto desde agosto de 2015 na proposta de Lei Orçamentária de 2016 aprovada pelo Congresso Nacional no ano passado.

Os beneficiados pelo programa devem cumprir as condicionalidades entendidas como essenciais pelo Governo Federal: manter em dia o cartão de vacinação das crianças de 0 a 7 anos; acompanhamento da saúde da mulher de 14 a 44 anos; garantir frequência mínima na escola; participar de atividades educativas ofertadas pelo Ministério da Saúde sobre aleitamento materno e alimentação saudável.

Ministros do STF começam a questionar Dilma

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Justiça, Política | Data: 04 abr 2016

Tags:, ,

Diário do Poder

Agravamento da crise dissolveu clima amistoso

Ala do PMDB quer expulsar do partido quem continuar em cargos no governo

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Política | Data: 27 mar 2016

Tags:, ,

Tribuna da Bahia

Deputado Federal Lúcio Vieira Lima_Foto - DivulgaçãoA ala oposicionista do PMDB quer impedir que os sete ministros filiados ao partido se licenciem da legenda para permanecer nos cargos. Defensores do rompimento querem aprovar nesta terça-feira, 29, a expulsão de quem se recusar a desembarcar do governo. Hoje, além da vice-presidência da República, o PMDB ocupa os ministérios da Saúde, Minas e Energia, Agricultura, Ciência e Tecnologia, Turismo, Aviação Civil e Portos.

O diretório do partido irá se reunir nesta terça e a tendência é decidir pelo desembarque, apesar da resistência de ministros e alguns senadores e deputados. Os peemedebistas pró-impeachment passaram a manhã discutindo o que fazer com quem resistir a deixar o governo caso se confirme a decisão pelo rompimento.

“Não podemos permitir uma coisa dessas. Vamos aprovar a saída do governo e a punição para quem não sair”, afirmou Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), também oposicionista. “Não existe meio-dentro ou meio meio-fora. Não vamos permitir essa jogada a mais. Quem quiser propor isso, que meta a cara. Os ministros, em vez de defender a não saída, têm que dizer por que não querem sair”, afirmou o peemedebista.

Os posicionamentos da ala antigoverno são reação à decisão de alguns ministros de não entregar os cargos mesmo diante de uma eventual decisão pelo desembarque. O Estadão mostrou neste sábado, 26, que integrantes do partido próximos ao governo têm apontado também impasse diante da possível supressão de “centenas” de cargos do segundo e terceiro escalões em um ano de eleições municipais.

PMDB pró-rompimento se rebela contra permanência de ministros no governo

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 26 mar 2016

Tags:, ,

Por Josias de Souza

Ministérios DF

Depois de tornar-se majoritário, o grupo que articula o rompimento do PMDB com Dilma Rousseff se move para evitar uma manobra da ala que ainda resiste ao desembarque. Acertados com o Planalto, os sete ministros que representam o partido na Esplanada tentam obter uma espécie de salvo-conduto para permanecer no governo mesmo depois que a legenda se bandear para a oposição. Para evitar punições, esses ministros se licenciariam do PMDB.

Pioneiro da causa do rompimento, o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) disse: “Não vamos aceitar esse tipo de coisa. Assim como não existe meia gravidez , também não pode existir meio rompimento. Não é razoável que, depois da decisão de romper, filiados do partido permaneçam no governo como ministros licenciados do PMDB. Isso seria a desmoralização.”

A decisão sobre o rompimento será tomada em reunião do diretório nacional do PMDB marcada para terça-feira (29). Os partidários da tese estimam que prevalecerão sobre a ala governista com mais de 75% dos votos. A despeito disso, amanheceram inquietos neste sábado. Deve-e a excitação a uma declaração feita na véspera pelo ex-ministro Moreira Franco. Fiel aliado do vice-presidente Michel Temer, Moreira levou o rosto ao ‘Jornal Nacional‘ para informar que o partido não vai exigir a saída dos ministros a qualquer custo. …Leia na íntegra

Temer intensifica articulação pelo rompimento do PMDB com Dilma

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 25 mar 2016

Tags:, ,

Veja

Debandada do partido é considerada fundamental para o impeachment da presidente

Vice-presidente do Brasil, Michel Temer, após evento em Brasília - 06/10/2015
Vice-presidente do Brasil, Michel Temer, após evento em Brasília – 06/10/2015 (Ueslei Marcelino/Reuters)

A oferta de cargos no governo para dividir a base aliada no Congresso obrigou ontem o vice-presidente Michel Temer a cancelar sua viagem a Portugal. Ele quer garantir uma vitória expressiva na reunião do diretório nacional do PMDB, marcada para terça-feira, em que deve ser oficializado o rompimento do partido com a presidente Dilma Rousseff, passo considerado fundamental para o impeachment da petista.

Com Temer envolvido diretamente nos bastidores da articulação, o PMDB do Rio de Janeiro já anunciou ontem que irá votar pelo desembarque do governo. Os peemedebistas fluminenses sempre foram considerados estratégicos para o jogo do impeachment no Congresso. O Planalto deu mostras, contudo, que usará o poder que ainda tem para atrapalhar os planos de Temer. A edição do Diário Oficial de ontem trouxe a demissão do presidente da Fundação Nacional de Saúde, Antonio Henrique Pires, que é ligada ao grupo do vice-presidente. …Leia na íntegra