Mendes vota a favor de recurso pela impugnação de Dilma

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 13 ago 2015

Tags:, , , , ,

Veja.com (online)

Recurso do PSDB, contra decisão da ministra-relatora que rejeitou ação aponta abuso de poder, manipulação de indicadores e financiamento irregular de campanha

Ministro Gilmar Mendes durante sessão que julga o mensalão, em 10/12/2012
Ministros do TSE voltam a analisar pedido ação de impugnação do mandato da presidente Dilma Rousseff. Ministro Gilmar Mendes reforçou que instituições como o TCU estão enfraquecendo (STF/VEJA)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) começou a julgar nesta quinta-feira um recurso apresentado pelo PSDB contra a decisão da ministra-relatora Maria Thereza de Assis Moura, que rejeitou uma ação pela impugnação do mandato da presidente Dilma Rousseff. Neste momento, o placar está em 2 votos a 1 a favor da impugnação – os ministros Gilmar Mendes e João Otávio de Noronha votaram a favor.

O recurso tucano argumenta que, durante a campanha eleitoral, houve abuso de poder político da presidente pela prática de desvio de finalidade na convocação de rede nacional de emissoras de rádio e televisão e também aponta manipulação na divulgação de indicadores socioeconômicos. Sustenta ainda que houve abuso de poder econômico, gastos de campanha em valor maior que o limite informado e que a campanha petista foi financiada com doações de empreiteiras contratadas pela Petrobras num esquema de distribuição de propinas. Ou seja: o PSDB afirma que essas irregularidades comprometem a legitimidade das eleições do ano passado e pede a cassação do mandato de Dilma e seu vice, Michel Temer. …Leia na íntegra

TCU dá mais 15 dias para governo explicar contas de 2014

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 12 ago 2015

Tags:, ,

Informações Agência Brasil

IMG_1550Ministro Augusto Nardes. Foto: Jonas Pereira – Agência Senado

O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou um novo prazo de 15 dias para que o governo apresente explicações sobre a prestação de contas referente ao ano de 2014. O Ministro Augusto Nardes, relator do processo, tomou a decisão a pedido do Senado.

Os senadores da Comissão de Fiscalização e Controle pediram ao tribunal que considere dois novos fatos apontados pelo Ministério Público de Contas como possíveis irregularidades. Os dois pontos tratam de decretos presidenciais para suplementação de dotação orçamentária para o Ministério do Trabalho e para a abertura de créditos suplementares destinados a custear despesas primárias com fontes de recursos que impactariam as metas fiscais.

Em junho, após apontar indícios de descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal e da Lei Orçamentária Anual, o TCU concedeu prazo para que o governo esclarecesse 13 pontos da prestação de contas do ano passado.

Panelas fazem de Dilma rainha má de conto real

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 10 maio 2015

Tags:, ,

Por Josias de Souza

PAnelaço

Dilma Rousseff abandonou a clandestinidade do palácio residencial neste sábado. Foi a São Paulo para desempenhar, ao lado de Lula, o papel de madrinha do casamento de seu cardiologista, Roberto Kalil, com a endocrinologista Claudia Cozer. Foi recepcionada com um panelaço. Chamaram-na de “ladra”.

Ninguém falou ainda, talvez por pena. Mas a supergerente virou uma personagem de carne e osso, como qualquer político tradicional, suspeita de tudo o que todos costumam suspeitar nessa tribo. Reeleita para o inferno, Dilma virou rainha má de um conto real.

Na história de Branca de Neve, a rainha má consulta o seu espelho para saber se existe no reino uma beleza maior do que a sua. No enredo de Dilma, a pergunta seria outra: “Diga, espelho meu, por que me perseguem as penelas? Não há nessa joça de reino nenhuma figura política mais feia do que eu?”

O espelho do Alvorada não é franco e direto como um espelho de castelo de conto de fada. Em Brasília, o espelho tentaria mudar de assunto. Enalteceria os efeitos da dieta Ravena sobre a silhueta da presidente, elogiaria o corajoso apoio ao arrocho do Levy e o generoso compartilhamento de poder com o Temer. …Leia na íntegra

Arthur Maia: Zavascki irá reanalisar pedido de investigação de Dilma Rousseff

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 20 mar 2015

Tags:, , ,


18.03.15-Arthur-Maia-STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato, prometeu ao líder do Solidariedade, Arthur Oliveira Maia (BA), e aos outros líderes da oposição, que irá analisar, com celeridade, o pedido de investigação da presidente Dilma Rousseff apresentado pelos partidos na noite de ontem.Os parlamentares reapresentaram ao STF o pedido de investigação da presidente Dilma Rousseff em reunião com Zavascki. O ministro disse que irá encaminhar o caso para que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se manifeste.

“Vamos aguardar uma resposta com otimismo, porque acreditamos que a nossa opinião está de acordo com o que expõe a Constituição Federal”, destacou Arthur Maia.Dilma é citada na delação premiada do ex-diretor de Abastecimento da estatal, Paulo Roberto Costa, e do doleiro Alberto Yousseff.

A reunião aconteceu um dia após Zavascki negar pedido de investigação da presidente Dilma, protocolado pelo PPS na última sexta-feira (13). O pedido foi negado pelo ministro por ser “apócrifo” e não deixar claro qual o advogado responsável pelo recurso. …Leia na íntegra

Não é só por Dilma, é pelo PT!

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 15 mar 2015

Tags:, , ,

Reinaldo de Azevedo

Milhares se concentram em Copacabana, no Eio. Mensagem clara (Foto: Ricaro Borges/FolhaPress)

Perdeu, PiTboy! Quantos já foram ou ainda estão nas ruas? Não dá para saber. Vamos tentar fazer um balanço depois. Agora, estou indo protestar um pouco.

O governo fez de tudo para impedir o povo de sair às ruas: chamou a manifestação de golpista, de reaça, de coxinha… Houve ameaças nas redes sociais. Tentaram intimidar os manifestantes com “o protesto a favor” do dia 13… Tudo inútil. Petistas famosos, ainda que sem carteirinha, vestindo a falsa camiseta da isenção, foram convocados para atacar os manifestantes, para desqualificá-los. Gente incapaz de ler um texto legal está opinando sobre a viabilidade do impeachment.

A batalha está apenas no começo. Os “PiTboys” da subimprensa de aluguel, dos blogs sujos, estão mais assanhados que “chinoca em dia de baile”, como se diz lá no Sul. Tentam requentar denúncias furadas contra jornalistas, fazer terrorismo contra a grande imprensa, que chamam de “mídia”, convocar todo mundo para a guerra na lama. Não vão conseguir. É medo de perder a boquinha.

Os manifestantes que estão nas ruas estão sem máscara.
Os manifestantes que estão nas ruas não querem bater em ninguém.
Os manifestantes que estão nas ruas querem democracia.
Os manifestantes que estão nas ruas não vão quebrar nada.
Os manifestantes que estão nas ruas respeitam as propriedades públicas e privadas.
Os manifestantes que estão nas ruas trabalham.
Os manifestantes que estão nas ruas estudam.
Os manifestantes que estão nas ruas trabalham e estudam.
Os manifestantes que estão nas ruas não são de um partido.
Os manifestantes que estão nas ruas têm o direito de ter um partido.
Os manifestantes que estão nas ruas, mesmo que membros de um partido, não pertencem a um rebanho.
Os manifestantes que estão nas ruas são pessoas livres.
Os manifestantes que estão nas ruas não têm medo.
Os manifestantes que estão nas ruas cansaram de um país decentes submetido à sanha de ladrões. …Leia na íntegra

Impeachment: 1 milhão confirmam presença em atos pedindo saída de Dilma

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 21 fev 2015

Tags:, ,

BN

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
DilmaCinquenta dias depois de começar o segundo mandato, a  presidente Dilma Rousseff enfrenta uma onda pró-impeachment na internet. A consultoria Bites, a pedido da Época, encontrou no Facebook 37 manifestações pela interrupção do mandato de Dilma, todas marcadas para o fatídico 15 de março. Mais de 1 milhão de pessoas confirmaram presença. A Bites checou seus perfis para evitar dupla contagem. Para tentar conter a queda na popularidade, a presidente vem à cidade de Feira de Santana na próxima quarta-feira (4) para entregar mil unidades habitacionais do Minha Casa, Minha Vida.

PMDB cogita impor nova derrota a Dilma no IR

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 21 fev 2015

Tags:, ,


Por Josias de Souza

PMDBImpopular e politicamente desarticulada, Dilma Rousseff faz lembrar o rei shakespeariano Ricardo III. Trata-se daquele soberano que, vendo-se a pé e cercado por inimigos, gritou: “Meu reino por um cavalo!” Sitiada no Congresso, Dilma II ajusta o apelo às suas necessidades: “Qualquer coisa por um reino!” E descobre o quanto um PMDB contrariado pode ser cruel.

“O Congresso tem a obrigação de derrubar o veto de Dilma à correção de 6,5% na tabela do Imposto de Renda”, afirmou o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA). Outro deputado, Danilo Forte (PMDB-CE), indagou: “Por que os trabalhadores têm que pagar novamente a conta do ajuste fiscal? Atualizar a tabela do Imposto de Renda sem repor a inflação significa tirar dinheiro do bolso de quem vive de salário. Não podemos concordar.”

Nesta sexta-feira (20), Dilma reafirmou que proporá ao Congresso um reajuste da tabela do IR abaixo da inflação: apenas 4,5%, contra uma taxa inflacionária de 6,41% em 2014. Conforme já noticiado aqui, o Congresso ameaça derrubar o veto de Dilma ao reajuste de 6,5% que deputados e senadores haviam aprovado em dezembro. “Não cabe no Orçamento”, vociferou Dilma. …Leia na íntegra

Após execução de brasileiro Dilma chama embaixador

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Mundo | Data: 17 jan 2015

Tags:, , ,

Diário do Poder

Foto: André Dusek/AE

O Palácio do Planalto confirmou a execução neste sábado em Jacarta, às 15h31 (horário de Brasília), do brasileiro Marco Archer. A presidente Dilma Roussef, em nota, disse estar “consternada e indignada” com o ocorrido. Marco Archer foi condenado à morte após ter sido julgado e condenado por ter ingressado na Indonésia com 13 quilos de cocaína, há 11 anos.

Na sexta-feira, a presidente Dilma Rousseff tentou, em telefonema, convencer o presidente da Indonésia, Joko Widodo, a suspender a execução do brasileiro de 53 anos, ressaltando que fazia um “pedido humanitário”, “como chefe de Estado e mãe”. Mas, não teve sucesso na tentativa.

Para a presidente Dilma, a decisão do presidente indonésio “afeta gravemente as relações entre nossos países”. A nota do governo brasileiro informa ainda que o embaixador do Brasil em Jacarta está sendo chamado a Brasília para consultas.

Este é um dos primeiros gestos na diplomacia de demonstração de estremecimento nas relações bilaterais. A nota diz ainda que “o recurso à pena de morte, que a sociedade mundial crescentemente condena, afeta gravemente as relações entre nossos países”.

No comunicado do governo brasileiro distribuído na tarde deste sábado, o Palácio do Planalto lembrava que “sem desconhecer a gravidade dos crimes que levaram à condenação de Archer e respeitando a soberania e o sistema jurídico indonésio, a presidenta Dilma dirigiu pessoalmente, na sexta-feira última, apelo humanitário ao seu homólogo Joko Widodo, para que fosse concedida clemência ao réu, como prevê a legislação daquele país”.

Ainda de acordo com o Planalto, “a presidente Dilma lamenta profundamente que esse derradeiro pedido, que se seguiu a tantos outros feitos nos últimos anos, não tenha encontrado acolhida por parte do Chefe de Estado da Indonésia, tanto no contato telefônico como na carta enviada, posteriormente, por Widodo”.

E acrescenta: “o recurso à pena de morte, que a sociedade mundial crescentemente condena, afeta gravemente as relações entre nossos países”. E conclui dizendo que “nesta hora, a Presidenta Dilma dirige uma palavra de pesar e conforto à família enlutada”.(AE)

Lúcio condena cortes do Governo Federal

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 31 dez 2014

Tags:, ,

da Redação

lucio vieira lima BBO deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB/BA), condenou os cortes anunciados pelo Governo Federal contra o seguro-desemprego, abono salarial do PIS, auxílio-doença e pensões e o parlamentar baiano reagiu:”Espero que não venham pedir a nenhum outro partido para relatar essa medida provisória. O relator tem que ser do PT. Creio que o PMDB não deve aceitar, mesmo que, no sistema de rodízio, a relatoria cair para a legenda”, diz Lúcio.

O parlamentar baiano ainda questinou porque o governo não enxuga a máquina e prefere manter 39 ministérios. A posição de Lúcio Vieira Lima realça as diverg~encias claras de uma grande ala do PMDB que não está afinada com o Governo Dila Rousseff (PT).

Cortes sociais geram atrito com o ‘aliado’ PMDB

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 30 dez 2014

Tags:, , ,

Por Josias de Souza

O corte de benefícios sociais anunciado pelo governo na noite de segunda-feira (29) produziu mal-estar entre os filiados de partidos governistas no Congresso. Vem do PMDB a primeira verbalização do desconforto: “Por que o trabalhador tem que ser a primeira vítima do ajuste fiscal?”, indaga o deputado baiano Lúcio Vieira Lima, vice-líder do PMDB e entusiasta da candidatura do correligionário Eduardo Cunha à presidência da Câmara.

Para Lúcio, antes de cortar direitos trabalhistas, impondo restrições no acesso ao seguro-desemprego, abono salarial do PIS, auxílio-doença e pensões, o governo teria de cortar “na própria carne”. O deputado pergunta: “Por que tanto desinteresse em enxugar a máquina pública? Se os cortes são inevitáveis, por que manter 39 ministérios?”

O próprio vice-líder do PMDB responde: “O Planalto vai mandar para o Congresso a medida provisória propondo o que o ministro Aloizio Mercadante [Casa Civil] chamou de ‘correção de distorções’. Eles acham que controlam o Parlamento distribuindo 39 ministérios. Espero que não venham pedir a nenhum outro partido para relatar essa medida provisória. O relator tem que ser do PT.” …Leia na íntegra

Uesb recebe prêmio de Direitos Humanos do Governo Federal

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 11 dez 2014

Tags:, , , ,


unnamedNa tarde da última terça-feira (10), Dia Internacional dos Direitos Humanos, a Uesb recebeu o Prêmio Nacional de Direitos Humanos, a mais alta condecoração do Governo Brasileiro às pessoas e instituições que desenvolvem ações de destaque na promoção e defesa dos Direitos Humanos. A solenidade aconteceu no Palácio Itamaraty, em Brasília, e, na oportunidade, na presença da presidente da República, Dilma Rousseff, o vice-reitor, professor Fábio Félix Ferreira, recebeu o prêmio pelo trabalho desenvolvido pelo Centro de Referência em Direitos Humanos (CRDH) da Universidade.

A premiação condecora os três anos de atuação do CRDH na região Sudoeste da Bahia. Com sede em Jequié, o Centro foi criado em 2011, por meio da Pró-reitoria de Extensão e Assuntos e Comunitários (Proex). Desde então, oferece atendimento especializado a pessoas em situações de vulnerabilidade social e que, porventura, tenham seus direitos violados. Durante esse tempo de existência, o Centro de Referências tem contribuído para o fortalecimento da rede de promoção e proteção dos Direitos Humanos.

Para a coordenadora do CRDH, a assistente social Izabel Prado, o prêmio nacional vem como reconhecimento ao trabalho que vem sendo desenvolvido ao longo desses três anos: “Acreditamos que tudo é um processo de construção, a premiação está acontecendo agora em 2014, mas se refere ao trabalho que o Centro realiza desde a sua implantação, com os integrantes de toda a equipe que participaram e contribuíram de alguma forma”. …Leia na íntegra

Indefinido o cargo de Jaques Wagner no Governo Dilma

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 30 nov 2014

Tags:, ,

da Redação

Jaques20Wagner20pede20retorno20de20professores20C3A0s20salas20de20aula20da20BahiaLogo quando foi anunciada a vitória da presidente Dilma Rousseff (PT) que as notícias começaram a circular da possibilidade, já esperada antes mesmo das eleições, a indicação do governador da Bahia, Jaques Wagner (PT) para um ministério no novo governo Dilma.

A imprensa de lá para noticiou Wagner na Petrobras, com apoio de Lula, Ministério das Cidades, Ministério da Integração Nacional, e agora Ministério das Comunicações. A indefinição permanece e muitas especulações em função da equipe que Wagner levaria para Brasília. O fato de ter conseguido eleger Rui Costa,  um desconhecido para o Governo do Estado, deu a Wagner condição de estar fortalecido junto ao governo Dilma que obteve por sua vez retumbante vitória na Bahia com mais de 70% dos votos válidos.

Descontente

O governador Jaques Wagner está descontente com a indefinição da presidente Dilma Rousseff (PT) sobre o cargo que deverá assumir em 2015, segundo informações da coluna Painel (Folha de S. Paulo). A declaração foi dada aos aliados do petista, que também afirmam que ele deixou claro a Dilma não querer retornar à Secretaria de Relações Institucionais, que assumiu entre 2005 e 2006 no governo de Lula.

Vitória da Conquista

Quando  nomes são lembrados que poderão compor a equipe de Wagner no DF,  os professores licenciados da Uesb, César Lisboa, Geraldo Reis,   e Emilson Piau são logo lembrados.

Jornal: governo anunciará PAC 3 sem concluir obras do PAC 1

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 03 ago 2014

Tags:, , , ,

Terra

 FolhaDe acordo com reportagem publicada pelo jornal Folha de S. Paulo deste domingo, o governo federal ainda tenta concluir uma de cada quatro obras mais relevantes da primeira versão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 1). A presidente Dilma Rousseff (PT) deverá anunciar o PAC 3 ainda este mês.

Segundo o periódico, dos 101 projetos destacados pelo Planalto como mais importantes, 27 não foram concluídos e 4 foram abandonados. O programa inicial, lançado em 2007 pelo ex-presidente Lula, previa um total de 1.646 projetos, orçados em R$ 503,9 bilhões. O PAC 2, programa de Dilma de 2011, reuniu empreendimentos não realizados no PAC 1 e estimou um investimento de quase R$ 1 trilhão. Com o passar dos anos, atrasos, contratempos e mudanças nos projetos alteraram o orçamento.

A Folha também destaca que documentos do governo apontam que todas as principais obras da primeira versão do plano consideradas deveriam estar prontas ou em operação em 2014. Entre elas, estão a usina hidrelétrica de Belo Monte, a transposição do Rio São Francisco e a refinaria Abreu e Lima (em Pernambuco), todos em andamento.

César Borges é trocado por 1 minuto e 15 segundos do Rádio/TV

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 26 jun 2014

Tags:, , ,

da Redação

CESAR CESARA esperança depositada no ministro César Borges (Transportes), em resolver os graves problemas das alças do anel rodoviário em Vitória da Conquista – chega ao fim. O ministro esteve em Conquista, e de passagem pelo aeroporto local alimentou que os problemas seriam resolvidos. Todos imaginavam também que o trecho da BR 116 Rio – Bahia, de Conquista à Jequié, receberia atenção especial. Ledo engano. A Via Bahia continua fazendo o que quer.

O PR, partido do ministro exigiu a sua saída do ministério, e ele (César) foi trocado por 1 minuto e 15 segundos do tempo da propaganda eleitoral no Rádio/TV de acordo normas do TSE. A presidente dobrou os joelhos e já convocou para o lugar do ministro de Jequié o ex-ministro dos Transportes Paulo Sergio Passos. O certo é que as cidades de Conquista, Cãndido Sales, Planalto, Poções, Manoel Vitorino e Jequié

Com a palavra o leitor

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Esportes, Geral, Vit. da Conquista | Data: 24 abr 2014

Tags:, ,

Programa 2º Tempo

Segundo-TempoGostaria de informar a vocês, alguns problemas que estão acontecendo com o Programa Segundo Tempo (PST) em Vitória da Conquista.

O PST  é um programa destinado a democratizar o acesso à prática e à cultura do esporte educacional.  O objetivo é promover o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens como fator de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida, prioritariamente daqueles que se encontram em áreas de vulnerabilidade social e regularmente matriculados na rede pública de ensino.

O programa é uma parceria entre o governo federal e o governo  municipal. O prefeito assinou e fechou essa parceria com o Ministério dos Esportes (ME) . O ME já depositou desde o início do ano a verba para o funcionamento do PST, e também já enviou todo o material que será utilizado em cada núcleo, ou seja, o ME já fez a parte dele e a nossa prefeitura não está abraçando o projeto como deveria. …Leia na íntegra

Propaganda enganosa: a última cartada de um governo falido

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 17 abr 2014

Tags:, , ,

por Robson do Val

Torneira Propaganda“Não me siga que eu estou perdido”. Esta frase que vi no para-choque de um caminhão na BR 116, descreve com perfeição a situação em que se encontra hoje o governo brasileiro.

Os gastos do governo federal com publicidade bateram recorde em 2013 ao subirem 7,4% —mais que a inflação do período. Foram gastos em propaganda, incríveis R$ 2.300.000.000 (dois bilhões e trezentos milhões de reais). O Palácio do Planalto atribui o aumento a “campanhas de utilidade pública”, como de combate ao crack, e ao Mais Médicos.

Essa informação é divulgada em um momento ruim para a popularidade do governo, que está envolvido em um escândalo relacionado a desvio e desperdício de dinheiro na maior empresa do país, a Petrobras, tem um dos seus principais líderes no Congresso Nacional, o deputado André Vargas, envolvido em um caso de corrupção que pode estar relacionado a um novo mensalão, e não consegue explicar, de forma satisfatória, os gastos excessivos com as obras da Copa, que até agora não trouxeram benefício algum à população. …Leia na íntegra

Sob gritos de fora Dilma, Congresso adia para abril análise de 12 vetos presidecnciais

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 19 mar 2014

Tags:, ,

Por Márcio Falcão  (Folha Online)

Sob vaias de entidades municipalistas, gritos de “fora Dilma” e reclamações de deputados, o Congresso Nacional adiou na noite desta terça-feira (18) a votação de 12 vetos da presidente Dilma Rousseff, entre eles o que derrubou as novas regras para a criação de cidades. A sessão foi transferida para abril após os líderes do Senado fecharem um acordo para esvaziar a votação. O Senado atendeu um apelo do Planalto para discutir uma proposta alternativa ao projeto que libera a criação de 269 municípios.

O recuo dos senadores irritou representantes de entidades ligadas aos municípios que lotavam as galerias do plenário da Câmara e dispararam uma série de vaias, além de ataques ao Congresso e ao Planalto. Alguns manifestantes chegaram a gritar “fora Dilma”. Com discursos inflamados, os deputados questionaram a posição dos Senadores, sendo que apenas quatro senadores compareceram à votação. …Leia na íntegra

Tentativa de isolar líder do PMDB vai piorar, avalia deputado baiano

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Política | Data: 10 mar 2014

Tags:, ,

da Redação

LucioVieiraLima_09Repercute em toda imprensa nacional e estadual as declarações do deputado federal Lúcio Vieira Lima, vice-líder do PMDB na Câmara dos Deputados. Para o parlamentar baiano a tentativa do Governo Federal em isolar o líder da bancada, Eduardo Cunha (RJ), pode contribuir para piorar e aumentar a tensão entre o governo e os deputados. “O ambiente ficou mais carregado”, avaliou o parlamentar. Para o deputado, ao convidar o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), para uma conversa e não estender o convite ao líder da bancada, a presidente Dilma Rousseff demonstra “desdém” pelos deputados do partido.

“Ela não está preocupada com os parlamentares, está preocupada com a cúpula (do PMDB) e com a (antecipação da) convenção”, disse Vieira Lima. A presidente se reuniu com  Michel Temer, o presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), o líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), além do presidente da Câmara. “A bancada está muito estressada, muito chateada. Nós não sentimos representados por Michel, Renan e Raupp”, sentenciou Lima. …Leia na íntegra

Eduardo Cunha: ‘PMDB não quer mais cargos’

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 08 mar 2014

Tags:, , ,

Escrito por Josiasde Souza

Brizza Cavalcanti/Ag.Câmara

Personagem da semana, o deputado Eduardo Cunha, líder do PMDB na Câmara, deu entrevista ao repórter Diego Escosteguy. Disse que o PMDB “não quer mais cargos”. Definiu o blocão como “uma aliança sem líder” constituída de “partidos cansados de ser negligenciados pela articulação política do governo”. Acusou o PT de tramar uma “hegemonia sem precedentes”. E vaticinou um futuro amargo para o seu PMDB se o partido não reagir. “Viraremos o DEM do PT.” A íntegra da entrevista pode ser lidaaqui. Abaixo os principais trechos:

estrelinha

– Fisiologismo do PMDB: …Abrimos mão dos cargos. A bancada do PMDB não indicará mais cargos no governo Dilma. Essa visão do PMDB como um partido meramente fisiológico, que vive mendigando cargos, tem muito de fantasia. É uma fantasia maniqueísta, que dá ao governo o falso argumento de que está, ao não respeitar a base aliada, apenas agindo eticamente, como arauto da moral, resistindo aos maus da política. Balela. Serve para justificar a incompetência do Planalto no diálogo com os parlamentares que deveriam, afinal, integrar um governo de coalizão. E para dizer: ‘O PMDB é assim mesmo, chantageia o governo até obter mais um ministério’. A gente não quer isso. …Leia na íntegra

Governo age para evitar desgaste com protestos na Copa

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Esportes | Data: 01 jan 2014

Tags:, ,

Por Natuza Nery, na Folha Online:

copa BPreocupados com eventuais protestos durante a Copa de 2014, articuladores do governo começaram a preparar “antídotos” para tentar evitar impacto sobre a campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff. Dos obstáculos projetados, o chamado “risco Copa” é o que mais tem tirado o sono dos estrategistas. Apesar de preocupações com os rumos da economia, a aposta do Planalto é que a inflação estará sob controle e o nível de desemprego, estável. A tensão maior recai justamente sobre o que o governo não controla: as ruas. No Executivo, a ordem é evitar a “reencarnação das manifestações” deste ano, conforme definiu um auxiliar. Os protestos de junho fizeram com que Dilma perdesse 27 pontos, desabando de 57% de aprovação para 30% em apenas três semanas. Avalia-se que a repetição de um mergulho dessa ordem pode ser fatal na campanha. …Leia na íntegra