G1 anuncia surto da gripe H1N1 na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 21 ago 2013

Tags:, , ,

da Redação

Em Vitória da Conquista, mesmo após denúncia de um pai, a PMVC continua negando a existência da gripe na cidade

LAvar as MaõsA Secretaria de Saúde do Estado da Bahia se mantém silenciosa em relação à gripe H1N1 na Bahia. O secretário Jorge Solla até agora não desenvolveu campanha em todo Estado da Bahia para conscientizar os baianos. Já são 46 casos e 9 mortes só este ano de H1N1. O número representa um aumento de 62% entre janeiro e o agosto de 2013, comparado ao mesmo período do ano passado, segundo publicada.

Em Vitória da Conquista, mesmo após denúncia de um pai, através do Facebook, a Prefeitura continua negando a existência do H1N1. Recentemente outro pai, Jerônimo, mais conhecido como Bigú, liderança do Bairro Patagônia, informou que o seu filho esteve internado no Hospital de Base, com suspeita da doença, e continua sem saber o resultado dos exames de laboratório de Salvador.

Quando o vírus da gripe estava na Europa, o Ministério da Saúde divulgava campanhas em todo território nacional. O exemplo não serviu para alertar as autoridades sanitárias da Bahia. Além de recomendações como lavar as mãos, a população passou a utilizar o álcool em gel.

14 casos de H1N1 na Bahia e não existe alerta da gripe em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 01 ago 2013

Tags:, ,

da Redação

H1N1Professor denunciou no facebook que o seu filho foi vítima de H1N1 em Vitória da Conquista

O Jornal Correio da Bahia, na edição online desta 5ª feira (01/08), destaca em manchete que uma grávida foi internada com H1N1 em Eunápolis, no sul da Bahia. O caso foi confirmado ontem pela Secretaria de Saúde do Município que comandou recentemente uma campanha de vacinação contra a gripe. Na Bahia, segundo dados contidos na matéria, já foram registrados 14 casos e uma morte. O caso de Eunápolis foi também confirmado pelo Laboratório Central de Salvador.

Em Vitória da Conquista um professor denunciou através do Facebook que o seu filho foi vítima de H1N1 e culpou a Prefeitura que não divulgou o caso. O professor na mensagem expressou toda a sua insatisfação e indignação pela maneira como as autoridades sanitárias da cidade abafaram o caso. A negligência com o tratamento foi outra postura duramente criticada pelo pai. Este fato deixa a cidade vulnerável e na incerteza, pois não existe nenhuma campanha de esclarecimento.

A gripe H1N1, ou influenza A, é provocada pelo vírus H1N1 da influenza do tipo A. Ele é resultado da combinação de segmentos genéticos do vírus humano da gripe, do vírus da gripe aviária e do vírus da gripe suína, que infectaram porcos simultaneamente.

O período de incubação varia de 3 a 5 dias. A transmissão pode ocorrer antes de aparecerem os sintomas. Ela se dá pelo contato direto com os animais ou com objetos contaminados e de pessoa para pessoa, por via aérea ou por meio de partículas de saliva e de secreções das vias respiratórias. Experiências recentes indicam que esse vírus não é tão agressivo quanto se imaginava. …Leia na íntegra