Aposentado ganha R$ 1.150 a mais com a regra 85/95

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 01 ago 2017

Tags:, ,

Clayton Castelani
do Agora

Ameaçada pela reforma da Previdência, a regra 85/95 pode turbinar a aposentadoria dos segurados que conseguirem cumprir as exigências do INSS para receber o benefício sem desconto.

Agora simulou os valores de benefícios de quem conseguirá entrar no 85/95 se continuar contribuindo com o instituto pelos próximos seis meses e comparou o resultado com a aposentadoria que seria paga se esses segurados se aposentassem hoje, antes de ter a regra vantajosa.

A diferença pode chegar a R$ 1.149,74, considerando o perfil de um homem de 55 anos de idade, que sempre contribuiu pelo teto do INSS, e que se aposenta com 39 anos de contribuição.

Conheça as regras e garanta o auxílio-doença do INSS

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 31 jul 2017

Tags:, ,

Leda Antunes e Fernanda Brigatti
do Agora

O segurado do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que fica doente ou sofre um acidente tem o direito de receber um benefício pelo período em que ficar afastado do trabalho. O chamado auxílio-doença é um benefício temporário, pago após o 15º dia de afastamento do trabalhador com carteira assinada até quando durar a sua incapacidade.

Cerca de 65% dos auxílios são pagos pelo INSS por até três meses, de acordo com dados do instituto referentes ao mês de junho deste ano.

Para garantir a concessão do benefício, o segurado deve ir preparado à agência da Previdência Social. No dia da perícia, deverá apresentar laudos, exames e atestados que comprovem que seu problema de saúde o impossibilita de trabalhar. A decisão final caberá ao perito.

Confira qual será o valor da sua aposentadoria em 2018

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 30 jul 2017

Tags:, ,

Clayton Castelani
do Agora

As aposentadorias da Previdência deverão ter aumento de 4,48% em 2018, de acordo com a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) aprovada pelo Congresso.

Agora calculou como ficam os benefícios com esse reajuste. A crise econômica é a causa da correção minguada dos benefícios, em relação à aplicada em anos anteriores.

Em 2016, os segurados tiveram aumento de 11,28% e, neste ano, de 6,58%.

Isso não significa que as aposentadorias irão valer menos, pois a correção ajusta o benefício conforme a inflação medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). Mas quem se acostumou a receber reajustes maiores deve tomar cuidado para não contar com algo parecido em 2018.

13º do INSS será pago a partir do dia 25 de agosto

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 29 jul 2017

Tags:, , ,

Leda Antunes
do Agora

Um total de 29,4 milhões de beneficiários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) vão receber a primeira parcela do 13º a partir do dia 25 de agosto.

O adiantamento do abono de Natal foi confirmado pelo governo em decreto publicado ontem, no “Diário Oficial da União”.

O pagamento seguirá o calendário de benefícios do próximo mês, que começa a cair na conta no dia 25 de agosto e vai até 8 de setembro, de acordo com o número final da aposentadoria, pensão ou auxílio.

Para quem se aposentou neste ano, o valor do depósito é equivalente à metade do benefício mensal.

A segunda parcela será depositada com a folha de pagamento de novembro, entre os dias 24 de novembro e 7 de dezembro, e vem com o desconto do IR.

INSS precisa de 6.350 perícias por dia para encerrar revisão

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 28 jul 2017

Tags:, ,

Fernanda Brigatti
do Agora

O governo Michel Temer (PMDB) terá de garantir a realização de 6.350 perícias médicas por dia em agosto e setembro para cumprir a meta de encerrar o pente-fino nos auxílios-doença nos próximos dois meses.

A meta foi anunciada pelo secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, ao site G1.

Desde o início do pente-fino, foram realizadas 199,9 mil perícias de auxílios-doença, mas o governo quer chegar a 530.191 até setembro.

Segundo informações do ministério, 435 mil cartas de convocação já foram enviadas.

Dos segurados que atenderam às convocações e passaram por perícias, 159.964 tiveram seus auxílios-doença cancelados, o equivalente a 80% do total.

Aliados pedem que governo adie as mudanças no INSS

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 27 jul 2017

Tags:, ,

Agora SP
Fonte: Folha

Partidos aliados da base de Temer defendem que o presidente abandone a ideia de votar a reforma da Previdência agora e que a proposta seja retomada em 2019, somente no próximo governo.

Apesar de não ser consenso, a ideia ecoa em partidos que somam 173 dos 513 deputados.

A reportagem ouviu integrantes de PSDB, PR, PSD, DEM, PRB e do PP, que dizem não ter segurança de que o governo conseguirá aprovar a proposta de mudanças nas aposentadorias do INSS.

Eles levam em conta a proximidade das eleições de 2018 e a previsão de que o Planalto só conseguiria aprovar uma reforma mínima, desfigurando ainda mais a proposta original e dificultando uma mudança maior.

“Não é hora. Falei isso para o presidente numa conversa, há um mês. Disse ‘esqueça este assunto de Previdência. Não fale em Previdência mais'”, diz o líder do PSD, Marcos Montes (MG).

Confira como calcular o valor da sua aposentadoria

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 26 jul 2017

Tags:, , ,

Leda Antunes
do Agora

Os trabalhadores que estão próximos da aposentadoria podem saber qual será o valor do benefício do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Agora traz hoje o passo a passo para fazer a simulação da renda mensal, no site previdencia.gov.br.

Segundo a Previdência, a simulação não tem valor legal mas, se for feita de forma correta pelo segurado, pode ser útil para contestar o INSS caso o órgão conceda um benefício inferior ao esperado.

Além disso, a estimativa pode ajudar o trabalhador a planejar o melhor momento para pedir a aposentadoria, com o menor desconto possível.

Antes de fazer a simulação do valor da aposentadoria, será preciso calcular o tempo total de contribuição ao INSS, também no site da Previdência.

Lá, o segurado deverá informar a data de entrada e de saída de cada emprego.

 

Revisão do teto garante até R$ 560 mil em atrasados

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 25 jul 2017

Tags:, ,

Leda Antunes
do Agora

A revisão do teto pode pagar até R$ 560 mil em atrasados aos aposentados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que tiveram o benefício concedido entre 5 de outubro de 1988 e 4 de abril de 1991, período chamado de buraco negro.

Em duas decisões recentes, o TRF 3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), que atende São Paulo e Mato Grosso do Sul, garantiu a correção a um aposentado e a uma pensionista que foram prejudicados pelo INSS.

As aposentadorias foram concedidas em 1990 e foram limitadas ao teto, que é o valor máximo pago pela Previdência.

Em um dos casos, o erro ocorreu em 1992, quando o benefício passou pela revisão do buraco negro.

Quem conseguiu a correção foi a viúva.

O benefício subirá de R$ 2.542,69 para o teto, de R$ 5.531,31 hoje, e os atrasados foram calculados em mais de R$ 563 mil.

Veja as principais revisões por tipo de aposentadoria

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 24 jul 2017

Tags:, ,

Fernanda Brigatti
do Agora

O aposentado do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) tem o direito de revisar o valor do benefício sempre que identificar qualquer erro no cálculo. A revisão mais comum que pode melhorar a grana que os segurados recebem mês a mês é aquela que altera o valor das remunerações usadas pelo INSS no cálculo da aposentadoria.

O primeiro passo de quem desconfia de algum erro no cálculo é buscar a memória de cálculo e a carta de concessão da aposentadoria. Quem já tem o cadastro no Meu INSS (meu.inss.gov.br) consegue acessar esse documento pela internet. Além disso, no site, também é possível buscar o Hiscre (Histórico de Crédito de Benefício). Com eles, é possível ver a listagem de salários usados no cálculo e se houve algum erro. O aposentado que não tiver o cadastro e não quiser fazê-lo pode solicitar os documentos em uma agência da Previdência Social.

Esses valores devem ser comparados com holerites, contratos de trabalho e com a carteira de trabalho do segurado. Qualquer diferença dá direito à revisão.

 

91.303 segurados recebem atrasados do INSS neste mês

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 22 jul 2017

Tags:, ,

Leda Antunes
do Agora

Mais de 91 mil segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que venceram 84.621 ações de revisão e concessão de benefícios previdenciários na Justiça vão receber a grana dos atrasados até o fim do mês.

O repasse, de R$ 944 milhões, foi feito ontem pelo CJF (Conselho da Justiça Federal) aos tribunais regionais federais, que são os responsáveis por fazer o depósito dos valores aos credores.

Serão contempladas neste lote as RPVs (Requisições de Pequeno Valor), que são os atrasados de até 60 salários mínimos, que tiveram o pagamento autorizado pela Justiça no mês passado.

Espera por benefício paga até R$ 31 mil em atrasados

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 21 jul 2017

Tags:, ,

Fernanda Brigatti e Leda Antunes
do Agora

Apesar dos esforços do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para acelerar a concessão das aposentadorias em São Paulo, o número de pedidos que aguardavam uma resposta do órgão há mais de 45 dias aumentou 60% em maio deste ano, na comparação com o mesmo mês do ano passado.

No mesmo período, o número de pedidos em análise aumentou apenas 32%, de acordo com dados do último boletim estatístico da Previdência Social.

Quando o INSS demora mais de 45 dias para conceder o benefício, o segurado passa a ter direito a atrasados corrigidos pela inflação.

Um segurado que esperar seis meses pela concessão de uma aposentadoria no valor de R$ 5.200 terá direito a mais de R$ 31.333,41 em atrasados, de acordo com cálculos feitos pelo advogado Luiz Felipe Pereira Veríssimo, do Ieprev (Instituto de Estudos Previdenciários).

50 mil segurados podem receber revisão dos auxílios

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 20 jul 2017

Tags:,

Leda Antunes e Clayton Castelani
do Agora

O INSS deixou de pagar a revisão do artigo 29 para aproximadamente 50 mil segurados, segundo dados obtidos pelo Agora por meio da Lei de Acesso à Informação.

A morte do segurado ou irregularidades encontradas no benefício foram apontadas pelo órgão como os principais motivos para o não pagamento da chamada revisão dos auxílios a cidadãos que teriam esse direito.

Segundo o advogado Roberto de Carvalho Santos, presidente do Ieprev (Instituto de Estudos Previdenciários), quem foi informado que teria a revisão, mas não recebeu a grana, ainda pode brigar pelos valores, o que inclui os herdeiros.

Benefício liberado até 12 de agosto terá 13º antecipado

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 19 jul 2017

Tags:, ,

Clayton Castelani
do Agora

O trabalhador que pediu a aposentadoria ao INSS neste ano e tiver o benefício liberado até 12 de agosto receberá o adiantamento da primeira parcela do 13º.

Apesar de não ter sido oficialmente confirmada, a antecipação da gratificação natalina deverá ser depositada com a folha de pagamentos de agosto, entre os dias 25 de agosto e 8 de setembro.

As datas de depósito variam conforme o número final do cartão do benefício e o valor da renda.

Benefícios que já estavam sendo pagos em janeiro deste ano têm direito ao adiantamento de 50% do abono.

Quem passou a receber a grana depois terá um adiantamento proporcional.

Segurado ganha tempo para recuperar atrasados do INSS

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 18 jul 2017

Tags:, ,

Clayton Castelani
do Agora

Quem ganhou uma ação contra o INSS ou outros órgãos federais e teve os atrasados liberados pela Justiça há mais de dois anos terá mais tempo para ir buscar a grana antes que os valores sejam confiscados pelo governo federal.

O CJF (Conselho da Justiça Federal) decidiu, na última sexta-feira, que não irá tomar nenhum precatório ou RPV (Requisição de Pequeno Valor) até meados de agosto, quando técnicos dos tribunais federais do país farão uma reunião para discutir como será executada a lei que autorizou o confisco.

Entre os detalhes a serem analisados está a necessidade ou não de avisar credores e herdeiros sobre a perda do precatório ou da RPV.

Uma das hipóteses avaliadas é a de não avisá-los, pois isso já teria sido feito na ocasião da liberação do atrasado.

Veja o passo a passo para conseguir a revisão no INSS

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 17 jul 2017

Tags:,

Fernanda Brigatti
do Agora

O segurado que recebe aposentadoria, pensão ou auxílio do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) tem o direito de corrigir o benefício sempre que identificar qualquer erro ou informação suspeita no cálculo.

A revisão no posto do INSS exige paciência extra do segurado, pois há grandes chances de o atendimento demorar meses.

Um pedido desse tipo para um benefício concedido na APS (Agência da Previdência Social) do Butantã (zona oeste da capital) ficaria para dezembro, segundo consulta realizada pela reportagem na quinta-feira, dia 14.

Muitas vezes, esse agendamento acaba demorando ainda mais do que outros serviços porque só pode ser feito na agência que concedeu o benefício. Enquanto espera pelo atendimento na agência do INSS, o segurado deve se preparar para comprovar o direito à revisão.

Saiba aumentar o tempo de contribuição e se aposentar

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 16 jul 2017

Tags:, ,

Clayton Castelani
do Agora

A regra de ouro para os segurados que pretendem se aposentar antes ou garantir um benefício melhor no INSS é comprovar o maior número de contribuições possível.

A maneira mais eficaz e que traz menos dor de cabeça na aposentadoria é ter todos os recolhimentos registrados no Cnis (Cadastro Nacional de Informações Sociais). No entanto, nem sempre o cadastro está completo.

Resposta

Ao Agora, o instituto informou que o segurado que desejar fazer a correção do seu cadastro pode comparecer a uma das agências, sem agendamento prévio. Para isso, basta levar a documentação comprovando os períodos de trabalho remunerado.

A ordem, porém, não parece ter chegado aos locais de atendimento. Em Santo Amaro (zona sul), após informar que o acerto de vínculos não era possível, a servidora do órgão ensinou o que fazer. “Não podemos mais fazer [o acerto], só na aposentadoria. Mas você agenda outro serviço e, na hora do atendimento, pede para fazer essa correção.”

Veja quem terá atrasados do INSS até o final deste ano

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 15 jul 2017

Tags:,

Clayton Castelani
do Agora

Os segurados do INSS que precisam recorrer à Justiça para receber ou revisar um benefício devem ficar atentos ao calendário de pagamento dos valores atrasados.

A atenção precisa ser ainda maior quando a bolada a ser recebida é de até 60 salários mínimos (R$ 56.220, considerando o piso atual de R$ 937).

É que esse tipo de dívida, chamada de RPV (Requisição de Pequeno Valor), precisa ser depositada para o credor em até 60 dias após o juiz da ação ter solicitado a grana para o pagamento.

Em São Paulo, porém, essas requisições têm sido depositadas aos credores em cerca de um mês após o juiz ter determinado o pagamento, conforme o intervalo observado nos pagamentos feitos neste ano pelo TRF 3 (Tribunal Regional Federal), responsável por ações de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Segurado espera cinco meses para pedir aposentadoria

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 14 jul 2017

Tags:, ,

Clayton Castelani e Fernanda Brigatti
do Agora

A espera para ser atendido em uma agência do INSS na capital paulista é de até cinco meses e 16 dias, considerando um pedido de aposentadoria por tempo de contribuição realizado pelo site meu.inss.gov.br, segundo consulta do Agora.

O levantamento foi feito na última terça.

A espera ocorre nas zonas oeste e central.

O segurado que optar por pedir o benefício em outra unidade do INSS consegue agenda um pouco antes, em setembro, o que o fará aguardar ao menos dois meses.

Veja quanto pode ser a aposentadoria em 2018

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 12 jul 2017

Tags:, , ,

Fernanda Brigatti
do Agora

As aposentadorias e pensões do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) no valor do salário mínimo devem ser reajustadas em apenas R$ 42 no ano que vem, por conta da inflação baixa e do encolhimento da economia do país, segundo o projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), em discussão na Comissão Mista de Orçamento, que pode ser votado hoje.

De R$ 937, neste ano, o piso dos pagamentos deve subir para R$ 979, um aumento de 4,48%.

Com o mesmo índice de reajuste, o teto de benefícios do INSS, que é o valor máximo pago pela Previdência, passaria dos atuais R$ 5.531,31 para R$ 5.779,11 em 2018.

O aumento anual do salário mínimo e dos benefícios do INSS nesse valor é diferente e tem como base a inflação do ano anterior mais o PIB (Produto Interno Bruto) de dois anos antes.

Portanto, para o aumento em 2018, serão considerados o crescimento do país em 2016 e a inflação deste ano.

Veja os postos do INSS que ajudam no saque do FGTS

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 10 jul 2017

Tags:, , ,

Clayton Castelani
do Agora

O saque da grana das contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), realizado em agências da Caixa Econômica Federal, tem levado trabalhadores a encarar filas também no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Para liberar o dinheiro, funcionários do banco público têm orientado trabalhadores a buscarem as agências da Previdência para obter o extrato do Cnis (Cadastro Nacional de Informações Sociais).

O documento pode ser utilizado para comprovar o encerramento de vínculos de empregos, nos casos em que o trabalhador não possui a informação na carteira profissional e não tem a rescisão do contrato para comprovar que a conta está inativa.

Mas nem sempre é fácil conseguir o Cnis. O Agora esteve nos 28 postos de atendimento do INSS na capital entre os dias 4 e 6 de julho. Apenas 13 unidades imprimiram o documento.