MEC publica relação de aprovados na segunda chamada do Prouni

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação, Geral | Data: 08 fev 2021

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

Foi divulgada nesta segunda-feira (08), a relação de candidatos aprovados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) de 2021. O prazo para que os selecionados comprovem as informações que foram prestadas na inscrição encerrará no dia 24 de fevereiro.

A lista com o nome dos selecionados para o primeiro processo seletivo de 2021, bem como o cronograma do programa, pode ser acessada por meio do site do Prouni

Neste ano, o programa oferece bolsas para 13.117 cursos em 1.031 instituições de ensino, localizadas em todos os estados e no Distrito Federal. Mais de 162 mil bolsas estão sendo ofertadas nesta edição do Prouni. Desse total, 52.839 são para cursos na modalidade de educação à distância.

MEC altera cronograma e marca inscrições do Prouni e Fies para antes do Enem

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação | Data: 10 dez 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-natal-antecipado-1-1.gif

Fonte:

Nesta semana, o Ministério da Educação (MEC) alterou os cronogramas do Prouni (Programa Universidade para Todos) e do Fies  (Fundo de Financiamento Estudantil) e os candidatos que forem fazer a edição de 2020 do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) não vão poder participar dos programas governamentais.

A pasta decidiu que as inscrições para os dois programas vão acontecer antes da realização da prova e da divulgação dos resultados. Assim, só poderão participar aqueles que realizaram o Enem em anos anteriores.

De acordo com o ministério, as inscrições para o Prouni devem ser feitas entre os dias 12 e 15 de janeiro. As do Fies, entre 26 e 29 de janeiro. As provas do Enem estão marcadas para os dias 17 e 24 de janeiro, na versão impressa, e 31 de janeiro e 7 de fevereiro, na versão digital.

MEC lança programa para professores de alfabetização

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação | Data: 09 dez 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

A.Brasil

O Ministério da Educação vai ofertar curso gratuito e a distância para a qualificação de 40 mil professores de alfabetização, com duração total de 160 horas, a partir de 11 de janeiro.O curso Alfabetização Baseada na Ciência (ABC) deverá ser acessado no Ambiente Virtual de Aprendizagem do MEC (Avamec), onde os professores poderão assistir a vídeos, baixar os materiais de leitura e preparar as tarefas de estudo.

“O curso é composto por um manual teórico, de 24 capítulos, elaborado pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, e um Programa de Intervenção Prático, desenvolvido pelo Centro de Investigação e Intervenção na Leitura do Instituto Politécnico do Porto. A Universidade Aberta de Portugal ficou responsável por gravar as videoaulas e produzir as legendas para o português do Brasil”, informou o MEC em nota.

O conteúdo abarca noções fundamentais de alfabetização, de literacia emergente (antes da instrução formal), da aprendizagem da leitura e escrita e das dificuldades desse processo. Desde de fevereiro, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do MEC, mantém parceria com as instituições portuguesas. A criação do curso a distância é uma solução para o período de distanciamento social. A Universidade do Porto e o Instituto Politécnico do Porto licenciaram o governo brasileiro para uso do material na capacitação dos docentes.

MEC adia retorno presencial nas universidades para março

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação, Geral | Data: 08 dez 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-natal-antecipado-1-1.gif

Fonte: G1

As instituições de ensino superior deverão retomar as aulas presenciais a partir de 1º de março de 2021, informou o Ministério da Educação (MEC) nesta segunda-feira (7). A medida altera a decisão anterior, divulgada em 2 de dezembro, que previa a retomada a partir de 4 de janeiro.]

A nova portaria, assinada pelo ministro Milton Ribeiro, foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União. Até o dia 28 de fevereiro, portanto, instituições públicas e privadas poderão continuar usando atividades virtuais para substituir o ensino presencial. Depois disso, os recursos digitais só deverão ser utilizados em caráter excepcional e complementar.

A nova portaria acrescenta que os prazos poderão ser modificados pontualmente, dependendo do avanço da pandemia da Covid-19. O documento dá a possibilidade de autoridades locais suspenderem as atividades letivas presenciais, levando em conta as condições sanitárias da região. Caso isso ocorra, as instituições deverão comunicar a decisão ao MEC em até 15 dias.

MEC divulga possível cronograma dos primeiros processos seletivos PROUNI e FIES – 2021

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação | Data: 07 dez 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png


Está previsto para ser publicado no Diário Oficial da União do dia 15 de dezembro o edital com o cronograma do processo seletivo para o 1º semestre de 2021 do Programa Universidade Para Todos (Prouni). De acordo com o Ministério da Educação, a previsão é de que no dia 4 de janeiro esteja disponível a consulta sobre oferta de bolsas.

Além disso, a Pasta informou que a projeção é de que as inscrições para o primeiro processo seletivo do Prouni de 2021 sejam realizadas a partir do dia 12 de janeiro, até as 23h59 do dia 15 de janeiro de 2021.Já o resultado da primeira chamada será divulgado no dia 19 de janeiro do próximo ano. O resultado da segunda chamada, por sua vez, será apresentado no dia 1º de fevereiro.

Quem for pré-selecionado na primeira chamada vai ter entre 19 e 27 de janeiro para comprovar as informações declaradas no ato de inscrição. O candidato pré-selecionado na segunda chamada terá de 1º a 9 de fevereiro para a comprovação das informações exigidas.

Já o edital do processo seletivo para o 1° semestre de 2021 do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) deverá ser divulgado no próximo dia 18 de dezembro. A previsão é de que entre 22 e 25 de janeiro, os interessados em disputar uma vaga possam consultar as ofertas na página do programa, na internet.

As inscrições para o processo seletivo do Fies para a edição do 1º semestre de 2021 podem ser feitas a partir do dia 26 de janeiro, até as 23h59 do dia 29 de janeiro de 2021.

MEC lança painel de orientação para qualificação profissional

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação | Data: 16 nov 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

Fonte: Brasil 61

O Ministério da Educação (MEC) lançou um painel que reúne diversos dados e indicadores para orientar as instituições e redes de ensino sobre a oferta de cursos de formação e qualificação profissional. As informações são de acordo com a realidade econômica de cada região País, com relação a demandas do setor produtivo.

A plataforma oferece um panorama das vocações econômicas em cada estado, segundo indicadores de trabalho e renda, e os setores e postos mais relevantes com sua correspondência nos cursos apresentados. O quadro é acompanhado por indicadores socioeconômicos, como Produto Interno Bruto (PIB), taxas de desemprego, escolaridade, rendimento médio mensal, distribuição da população por idade, sexo, raça e cor, entre outros.

Os dados são disponibilizados no portal do programa Novos Caminhos, o painel de demanda por educação profissional e tecnológica foi elaborado a partir de uma parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de Minas Gerais. 

MEC prorroga prazo para renovação de contratos do Fies

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação | Data: 03 nov 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

Foi prorrogado para 30 de novembro, pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o prazo para a renovação semestral dos contratos de financiamento concedidos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2020. Os aditamentos dos contratos deverão ser feitos pelo sistema SisFies.

A Portaria nº 655/2020 que prorroga o prazo foi publicada hoje (3) no Diário Oficial da União. A medida vale para contratos simplificados e não simplificados. No caso de aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, por exemplo, o aluno precisa levar a documentação comprobatória ao banco para finalizar a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

Os contratos do Fies devem ser renovados semestralmente. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas instituições de ensino e, em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas faculdades no SisFies. Inicialmente, o prazo seria até 31 de outubro, para contratos assinados até dezembro de 2017. Os contratos do Novo Fies, firmados a partir de 2018, têm prazos definidos pela Caixa Econômica Federal.

MEC libera R$ 260 milhões para instituições federais de ensino

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 05 out 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park_setembro-1.gif

O Ministério da Educação (MEC) liberou cerca de R$ 260 milhões para instituições federais de ensino, em todo país. Os recursos se destinam para custeio e manutenção dos estabelecimentos, como gastos com contas de água, energia, telefone, serviços terceirizados e compra de materiais.

Parte da verba vai ser usada para pagamento do Programa Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes), que oferece assistência a estudantes de baixa renda matriculados em cursos de graduação presencial das instituições, como apoio à moradia, alimentação, transporte e saúde.

Ao todo, esse ano o MEC já autorizou repasses de R$ 4,4 bilhões para as instituições federais.

MEC publica regras para vagas remanescentes do Fies no 2º semestre

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação, Geral | Data: 16 set 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park_setembro-1.gif

Fonte:

O Ministério da Educação (MEC) , no Diário Oficial da União desta quarta-feira (16), as regras para a ocupação de vagas remanescentes do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o segundo semestre de 2020. O número de financiamentos oferecidos, prazos e procedimentos para inscrição dos candidatos ainda serão anunciados pelo MEC.

No mês passado, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, adiantou que serão 50 mil vagas remanescentes para o Fies. As vagas remanescentes são aquelas que não foram ocupadas no decorrer do processo seletivo regular, por desistência dos candidatos pré-selecionados ou falta de documentação na contratação do financiamento, por exemplo.

Quando estiverem abertas, as inscrições serão realizadas por meio da página do Fies, onde os estudantes também poderão conferir o cronograma do processo seletivo.

…Leia na íntegra

MEC vai abrir 140 mil vagas remanescentes do Fies e Prouni em setembro

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação | Data: 28 ago 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park_setembro-1.gif

Nesta sexta-feira (28), durante uma live promovida pela Associação Brasileira das Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes), o ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou que o MEC abrirá em setembro 140 mil vagas remanescentes de programas de acesso ao ensino superior. Serão 90 mil vagas no Programa Universidade para Todos (Prouni) e 50 mil no Financiamento Estudantil (Fies).

O Prouni oferece bolsas de estudo parciais (que cobrem 50% da mensalidade) e integrais para cursos de graduação e de formação continuada em universidades particulares.

Já o Fies é um programa de financiamento para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas e, atualmente, possui duas categorias: a primeira, oferece vagas com juros zero para os estudantes com renda mensal familiar de até três salários mínimos. Já a segunda, chamada P-Fies, é direcionada para os estudantes com renda mensal familiar de até cinco salários mínimos.

MEC disponibilizará internet a alunos de universidades federais

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 17 ago 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Tivic_BLOG-DA-RESENHA-GERAL_600x65.png

A.Brasil

O Ministério da Educação (MEC) informou que vai disponibilizar acesso à internet para alunos de universidades e de institutos federais em situação de vulnerabilidade social, para que possam acompanhar as aulas durante o período de isolamento social adotado para evitar a disseminação do novo coronavírus.

A princípio serão beneficiados 400 mil alunos com renda familiar inferior a meio salário-mínimo, mas a ideia é que esse número chegue a 900 mil alunos cuja renda familiar seja de até 1,5 salário-mínimo.

A medida foi anunciada hoje (17) em coletiva de imprensa online. De acordo com o MEC, a expectativa é de que a benefício abranja 797 municípios com campi de Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) e Institutos Federais (IF).

…Leia na íntegra

MEC autoriza aulas a distância em escolas técnicas federais de ensino

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 04 ago 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-04-27-at-15.51.14-1024x190.jpeg

A Tarde

O Ministério da Educação autorizou as instituições federais de ensino médio técnico e profissional a suspenderem as aulas presenciais ou substituí-las por atividades à distância até 31 de dezembro de 2020, em razão da pandemia de covid-19. A portaria de autorização foi publicada nesta terça-feira, 4, no Diário Oficial da União e entra em vigor já nesta quarta (05).

As instituições que optarem pela suspensão das aulas presenciais deverão repô-las integralmente, para cumprimento da carga horária total do curso, e poderão alterar os seus calendários escolares, inclusive os de recessos e de férias.

Já aquelas que optarem por atividades não presenciais deverão disponibilizar aos estudantes o acesso às ferramentas e materiais de apoio e às orientações para a continuidade dos estudos “com maior autonomia intelectual”. As atividades poderão ser mediadas ou não por tecnologias digitais.

…Leia na íntegra

MEC autoriza aulas online no ensino superior até dezembro

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação, Geral | Data: 18 jun 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-04-27-at-15.51.14-1024x190.jpeg

A.Brasil

O Ministério da Educação (MEC), estendeu a autorização de aulas a distância em instituições federais de ensino superior até 31 de dezembro de 2020. O documento, motivado pelas medidas de contenção à pandemia de covid-19, também flexibiliza os estágios e as práticas em laboratório, que podem ser feitos a distância nesse período, exceto nos cursos da área de saúde.

Em março, o MEC já havia publicado a primeira portaria que trata sobre o tema com validade de 30 dias. Esta já é a terceira vez que o prazo é prorrogado. Porém, desta vez, a autorização para aulas online é estendida até o fim de 2020. 

Ainda segundo a portaria, as instituições de ensino terão autonomia para definir o currículo de substituição das aulas presenciais, a disponibilização de recursos a estudantes para que eles possam acompanhar as aulas, e a realização de atividades durante o período.

O documento prevê ainda que as instituições podem suspender as atividades acadêmicas presenciais pelo mesmo prazo, mas elas deverão ser “integralmente repostas” quando for seguro voltar ao ensino presencial. Com a nova portaria, as instituições de ensino superior podem efetivar seus planos pedagógicos com o ensino híbrido e implantar inovações educacionais e tecnológicas.

MEC altera datas do Prouni e Fies do segundo semestre de 2020

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação, Geral | Data: 17 jun 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Fonte:G1

Nesta semana o Ministério da Educação(MEC), alterou o cronograma dos principais programas de acesso ao ensino superior. Além do adiamento do período de inscrição para o Sistema de Seleção Unificado (Sisu), divulgado nesta terça-feira (16) após reclamação dos estudantes, o governo também mudou as datas do Programa Universidade para Todos (Prouni) e do Programa de financiamento Estudantil (Fies).

Os programas permitem o acesso a instituições de ensino públicas e privadas em todo o país. Para o Sisu, o MEC já publicou o edital.Os demais programas deverão ter editais divulgados nesta semana – mas as novas datas já foram divulgadas.

MEC divulga novas datas para inscrição no Sisu

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação, Geral | Data: 16 jun 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Fonte:

Foram prorrogadas para 7 a 10 de julho, as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre de 2020, previstas para 16 a 19 de junho. O anúncio foi feito pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, nas redes sociais. O edital será publicado nos próximos dias no Diário Oficial da União.

Segundo o ministro, até o momento, as instituições públicas já disponibilizaram 51 mil vagas e o número pode subir. Weintraub destacou que pela primeira vez haverá oferta de vagas na modalidade de ensino a distância (EaD).

O processo seletivo do programa, para vagas em cursos de graduação, usa as notas do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) como critério de classificação. Os estudantes interessados em concorrer a uma vaga em uma universidade ou instituto público poderão consultar os cursos e o número de vagas que serão disponibilizados por cada instituição participante.

MEC suspende pagamento de parcelas do Fies

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação, Geral | Data: 26 maio 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

O Comitê Gestor do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) autorizou a suspensão das parcelas dos contratos de financiamento estudantil concedidos com recursos do Fies, que estejam na fase de utilização, carência ou amortização, durante o estado de calamidade pública em razão da pandemia de covid-19. A resolução foi publicada nesta segunda-feira, 25, no Diário Oficial da União.

A medida está prevista na Lei nº 13.998/2020, sancionada neste mês pelo presidente Jair Bolsonaro. O estudante que tiver interesse em suspender as parcelas deverá se manifestar junto ao banco até 31 de dezembro. A suspensão vale para os contratos que estavam em dia antes da decretação do estado de calamidade pública, reconhecido em 20 de março, e será retroativa às parcelas que não foram pagas desde então.

Está permitida a suspensão de duas parcelas para os contratos em fase de utilização ou carência (referente aos juros trimestrais para contratos feitos até o 2º semestre de 2017) e de quatro parcelas para os contratos em fase de amortização, dos estudantes que já concluíram o curso. O governo federal poderá prorrogar esses prazos.

MEC prorroga autorização para cursos a distância

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação, Geral | Data: 13 maio 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

A Tarde

O Ministério da Educação (MEC) estendeu por mais um mês a autorização para que instituições de ensino adotem o ensino a distância no lugar das aulas presenciais. As secretarias, as diretorias e os professores podem adotar tecnologias da informação e comunicação para aplicar o conteúdo aos alunos.

A medida vale para a rede federal, incluindo universidades e institutos de educação técnica, além de instituições de ensino superior públicas e privadas. Não são enquadradas na regra as redes estaduais e municipais de educação básica. Além da substituição, é possível também a suspensão do calendário.

O MEC argumenta que o objetivo da medida é manter a rotina de estudo dos alunos. A decisão foi adotada inicialmente no dia 18 de março. De acordo com a norma, cabe à direção de cada instituição definir quais disciplinas serão ofertadas na modalidade a distância e fornecer os equipamentos que permitam aos alunos acompanhar as aulas.

Segundo o portal do MEC sobre a situação das universidades federais durante a pandemia, 59 das 69 universidades estão com atividades suspensas, o que envolve 962.072 milhões de alunos. Além das universidades, 32 dos 41 institutos federais estão com as atividades suspensas. Os demais mantêm atividades a distância e poderão gozar da prorrogação definida pela pasta, que vai até junho.

MEC abre inscrições para cursos técnicos online gratuitos

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação, Geral | Data: 23 abr 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

O MEC oferece oportunidades para se qualificar online para o mercado de trabalho, mesmo sem sair de casa. No Programa Novos Caminhos são oferecidas 78 mil novas vagas de educação profissional e tecnológica e já está sendo ofertada de forma gratuita neste primeiro semestre. 

Do total, são mais de 31,7 mil vagas relacionadas a cursos de educação à distância, assim é possível estudar em casa e sem riscos. Com a pandemia do Coronavirus no Brasil, a metodologia de ensino a distância se torna a única forma segura de continuar estudando, além de contar com toda a flexibilidade em relação ao tempo diário de estudo.

O objetivo do Programa Novos Caminhos é incentivar a Educação Profissional e Tecnológica gerando mais oportunidades, emprego, renda e novas tecnologias


Para se inscrever no Programa Novos Caminhos, é só acessar o Site.  São diversos cursos de nível técnico online e gratuitos como:

…Leia na íntegra

MEC altera data de aplicação do Enem Digital 2020

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação, Geral | Data: 22 abr 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Fonte:

O Ministério da Educação decidiu alterar o cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em sua versão on-line. Agora, o ENEM Digital 2020, que seria aplicado nos dias 11 e 18 de outubro, será realizado nos dias 22 e 29 de novembro. A mudança ocorreu em virtude da pandemia do novo Coronavírus no país.

Já a versão impressa do exame, segundo o ministro da pasta, Abraham Weintraub, está garantida conforme edital. “É um ano de desafio, em razão da pandemia do Coronavírus. No entanto, não é isso que vai fazer que percamos o ano. Não podemos deixar para depois uma geração inteira de médicos, enfermeiros, engenheiros e professores. Não faz sentido”, afirmou.

Nesse ano, o ENEM no formato digital será aplicado para até 100 mil estudantes. As vagas serão disponibilizadas para os primeiros participantes que optarem pela edição digital. A previsão é que a consolidação da prova digital seja realizada até 2026. Após esse período, não haverá mais a versão em papel.

A aplicação do ENEM Digital 2020 será idêntica à do ENEM impresso. Sendo assim, os participantes que optarem pelo digital também irão se deslocar para os locais de prova, seguindo os mesmos horários e restrições que aqueles que vão fazer o Enem tradicional.

MEC prorroga por 30 dias validação de inscrição no Fies

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação, Geral | Data: 20 abr 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

O prazo para estudantes validarem as inscrições do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) nas faculdades e formalizarem os contratos com os bancos, foi prorrogada por mais 30 dias, pelo Ministério da Educação (MEC). A prorrogação, é para não prejudicar os estudantes diante das medidas de isolamento por causa do novo coronavírus (covid-19).

É a segunda prorrogação do prazo de validação tomada pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Em 23 de março, o prazo foi prorrogado por 30 dias.

O Fies é o programa de financiamento estudantil para cursos superiores particulares. O financiamento pode ser a juros zero para estudantes com renda familiar de até três salários mínimos ou com taxas mais baixas para famílias renda de até cinco salários mínimos.