Museu em homenagem a Glauber Rocha é tema de reunião no Ministério da Cultura

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Cultura | Data: 27 abr 2017

Tags:, , ,

da Redação
Com informações da Assessoria de Comunicação do Ministério da Cultura

Um dos maiores cineastas brasileiros, Glauber Rocha (1939-1981), poderá ganhar um museu dedicado a sua vida e obra, em Vitória da Conquista (BA), cidade onde nasceu. O pedido de apoio para a construção desse museu foi feito nesta quarta-feira (26) durante reunião entre o ministro da Cultura, Roberto Freire, o prefeito da cidade baiana, Herzem Gusmão, a filha de Glauber Rocha, Paloma Rocha, e o deputado federal Arthur Maia (PPS-BA).

A criação do museu é importante não apenas para Vitória da Conquista, mas para o mundo. Glauber é uma pessoa que só nos traz honraria e que marca a cultura brasileira. Conte conosco, será um projeto também do Ministério da Cultura”, afirmou o ministro Roberto Freire.

Além do museu, a ideia é também criar a Fundação Tempo Glauber Rocha e uma escola livre de cinema. Paloma Rocha explicou que a avó dela (Lúcia Rocha), ao fundar a Associação Amigos de Glauber (hoje fechada), juntou grande acervo, com filmes, roupas, cartazes e fotografias, que se encontra hoje na Cinemateca Brasileira, entidade vinculada ao Ministério da Cultura. “Queremos dar continuidade a essa preservação”, destacou.

Durante o encontro, o ministro sugeriu que fosse elaborado projeto para possível captação de recursos via Lei Rouanet e que houvesse encontro posterior do grupo com o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Marcelo Araújo.

Glauber Rocha

Com o princípio “uma câmera na mão e uma ideia na cabeça”, Glauber revolucionou o cinema brasileiro e foi um dos responsáveis pelo movimento de vanguarda Cinema Novo, na década de 1960. Entre seus grandes filmes, estão Terra em Transe e Deus e o Diabo na Terra do Sol.

Temer decide recriar Ministério da Cultura; ministro assume na terça

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 21 Maio 2016

Tags:,

G1

gnews_marcelo_calero_2_20160518182635O Ministro da Educação, Mendonça Filho, informou neste sábado (21) que o presidente em exercício Michel Temer decidiu recriar o Ministério da Cultura (Minc).

O novo ministro será Marcelo Calero, anunciado na última quarta (18) como secretário nacional de Cultura. Com a decisão, a Cultura deixa de ser uma secretaria e não ficará mais subordinada ao Ministério da Educação. Em nota à imprensa, Calero comentou a medida de Temer e afirmou que ela mostra o “protagonismo” do setor.

Mendonça Filho explicou, em sua conta no microblog Twitter, que a recriação do Ministério da Cultura será feita por meio de Medida Provisória e que a posse do novo ministro será na terça-feira (25). Ainda segundo o ministro, que disse ter conversado com Temer, o compromisso do governo com a cultura é “pleno”.

“A decisão de recriar o Minc é um gesto do presidente Temer no sentido de serenar os ânimos e focar no objetivo maior: a cultura brasileira. […] Com Marcelo Calero vamos trabalhar em parceria para potencializar os projetos e ações entre os ministérios da Educação e da cultura”, publicou o ministro na rede social.

À GloboNews, Mendonça disse ainda que a decisão de Temer foi um gesto de “conciliação” do presidente em exercício porque seu objetivo é promover a cultura e a educação.

A decisão de fundir as pastas de Educação e Cultura foi tomada com base no princípio adotado por Michel Temer ao assumir de reduzir o número de ministérios. O corte da Cultura, contudo, foi alvo de críticas por parte da classe artística.

…Leia na íntegra