Infestação por mosquito da dengue registra redução de 8,83% em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 02 jul 2021

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_blog_728x90px_SEVILHA_PEL-1.gif

O Centro de Controle de Endemias, da Secretaria Municipal de Saúde (Saúde), divulgou, nesta quinta-feira (1º), o segundo Levantamento do Índice Rápido de Infestação por Aedes Aegypti (LIRAa) do ano de 2021, feito entre os dias 14 e 19 de junho, com 6.124 inspeções feitas em 76 bairros e loteamentos do município.

Neste momento, o índice de infestação predial é de 2,2% na cidade, o que representa uma redução de 8,83% comparado ao primeiro levantamento realizado no mês de março, quando o índice foi de 2,4%.

A maioria dos bairros apresentou índice de infestação com classificação de baixo e médio risco. Somente as localidades dos Campinhos (11,2), Recanto das Águas, Alto Maron (8.8) e Iracema (7.5) apresentaram os maiores índices de infestação do mosquito.

Neste ano de 2021, Vitória da Conquista registrou 689 notificações de casos suspeitos de arboviroses no município, sendo que 65 deles foram confirmados para dengue e 16 para chikungunya. Outros 422 casos foram descartados e 151 aguardam resultado laboratorial.

O Centro de Endemias reforça que mesmo com o baixo índice de infestação, não há espaço para se descuidar. Todo morador deve manter os cuidados para evitar qualquer acúmulo de água parada que favoreça a reprodução do mosquito. Denúncias ou solicitação da visita dos agentes de endemias podem ser feitas pelo (77) 3429-7421.

Prefeitura intensifica ações de limpeza e combate ao mosquito da dengue

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 15 abr 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Fonte:Secom/PMVC

As ações de conscientização e combate ao mosquito da dengue foram intensificadas em Vitória da Conquista. Nesta semana, o bairro da Urbis IV é o destino da equipe de limpeza pública. Iniciado na segunda (13), um mutirão está realizando capina, retirada de terra, roçagem, coleta de resíduos, educação ambiental e a operação Cata-bagulho. O objetivo da Prefeitura é intensificar nos bairros a luta contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da zika e chikungunya.

“Existem duas preocupações de saúde pública, atualmente, em nossa cidade e elas estão relacionadas com limpeza e higiene: a pandemia do coronavírus e a dengue. O governo municipal vem fazendo sua parte nas ações de prevenção e precisamos do apoio de toda a população com cuidados que devem começar dentro de casa”, afirma o secretário de Serviços Públicos, Luís Paulo Sousa.

Em Vitória da Conquista, as localidades com maiores índices de infestação são Urbis IV, Cruzeiro, Jardim Guanabara, Loteamento Conquistense e Santa Teresinha.

Os cuidados que precisam ser tomados pela população são simples: manter os quintais sempre limpos, eliminando pneus velhos, latas, garrafas, vasilhas plásticas ou qualquer outro recipiente que possa acumular água, descartar o lixo doméstico de forma adequada e, principalmente, tampar as caixas d’água e eliminar a água acumulada sobre lajes, calhas e até mesmo vasos de plantas.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, nesse período chuvoso e de temperaturas elevadas, o mosquito tem encontrado em nosso município condições perfeitas para se reproduzir mais rapidamente e, consequentemente, infectar muitas pessoas. Somente em 2020, já foram notificados 679 casos suspeitos de dengue na cidade, com 71 confirmados.

Ações de combate ao Aedes Aegypti reduzem em mais de 50% o índice de infestação em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 01 dez 2017

Tags:, , ,

da Redação
Fonte: Ascom/Prefeitura (Conteúdo)

A equipe do Centro de Controle de Endemias de Vitória da Conquista acaba de concluir o LIRAa (Levantamento do Índice Rápido de Infestação por Aedes Aegypti). De acordo com os dados obtidos, o índice de infestação predial sofreu uma impressionante queda em comparação ao levantamento anterior. O resultado se deve às ações de combate ao mosquito transmissor de doenças como dengue, febre amarela, chikungunya e zika vírus, que foram intensificadas no segundo semestre deste ano.

Segundo o coordenador municipal de Endemias, Eliezer Almeida, o resultado geral do LIRAa no primeiro semestre do ano apontou 7,2% de infestação predial. Já o atual aponta 3.1%, cerca de metade do índice anterior. Para Eliezer, “isso se deve às inúmeras ações desenvolvidas pelo Centro de Controle de Endemias, em parceria com a Secretaria de Serviços Públicos, que realizou mutirões e operações cata-bagulho em diversos bairros de Vitória da Conquista”. Além disso, o coordenador lembrou que a participação da comunidade foi crucial para a conquista de um resultado tão positivo: “ações de Educação Popular em Saúde foram realizadas em diversas escolas da sede e dos distritos. Dentre outras, tivemos as ações realizadas na Prefeitura Móvel durante todo o ano, por exemplo”. …Leia na íntegra

Médico conquistense diz ter a solução para combate do mosquito da Dengue, Zika e Chikungunya

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Saúde | Data: 25 jan 2016

Tags:, ,

da Redação

Foto: Divulgação

Armênio BXO médico oftalmologista, Armênio Santos, ex-secretário de Saúde do governo J. Pedral, na década de 80, em Vitória da Conquista, diz ter a solução para o combate ao mosquito transmissor das três doenças através da picada do mosquito aedes aegypti, mais conhecido como mosquito da dengue. A única forma de evitar as três doenças é com o combate através da eliminação dos criadouros do mosquito nas casas, no trabalho e nas áreas públicas.

A Dengue e a Chikungunya têm sintomas e sinais parecidos, enquanto a Dengue se destaca pelas dores no corpo, a Chikungunya se destaca por dores e inchaço nas articulações. Já a Zika se destaca por uma febre mais baixa (ou ausência de febre), muitas manchas na pele e coceira no corpo.

O médico conquistense pretende antes do Carnaval apresentar a solução. Sobre as Olimpíadas que serão realizadas no Rio de Janeiro os benefícios do combate agora serão importantes para a doença não se alastrar para vários países do planeta. “Vou apresentar antes do Carnaval o método que será uma revolução no combate ao mosquito da dengue”, diz Armênio. As doenças já estão presentes em países da Europa, EUA e Israel.

Perigos e complicações (Sesab) …Leia na íntegra