Nelson de Vivi diz que manifestações foram pacíficas, ordeiras e democráticas

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 09 set 2021

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-e2-engenharia.gif

CMVC

Durante a Sessão Ordinária desta quarta-feira (08), realizada no Plenário Carmen Lúcia, na Câmara Municipal de Vitória da Conquista, o vereador Nelson de Vivi (DEM) parabenizou a todos que participaram das manifestações realizadas na última terça-feira (07) e criticou as ações e postura do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. “Vivemos dias difíceis na nossa Nação. Muito difícil”.

O vereador destacou as falas em defesa da liberdade de expressão. “Nós temos no Supremo Tribunal um ministro Alexandre de Moraes, nomeado por um presidente que foi preso duas vezes por corrupção, Michel Temer”, afirmou Nelson de Vivi, que também associou o ministro como tendo sido advogado da maior organização criminosa do Brasil, o PCC.

Nelson criticou as decisões do ministro, principalmente sobre os pedidos de prisão de plantadores de soja, blogueiros e do cantor sertanejo Sérgio Reis. De acordo com ele, o ministro colocou essas pessoas, inconformadas com atitudes do STF, como sendo rotuladas tais quais perigosas para a Nação. “Mas e os bandidos do PCC que ele soltou? E as pessoas condenadas por corrupção que estão soltas? Não representam perigo pra Nação?”, indagou Nelson.
Brasileiros nas ruas – Por fim, o vereador Nelson de Vivi parabenizou o povo brasileiro pelas manifestações nas ruas de todo o país na última terça-feira (07), as quais ele considerou como pacíficas, ordeiras e democráticas.
“Eu tive o prazer de estar presente, de maneira ordeira e tranquila, e de dizer não à ditadura da toga, não a Alexandre de Moraes”, afirmou Nelson. “Nós dizemos não a esse tipo de coisa. Não queremos a ditadura. Nós queremos a liberdade. E hoje nós não podemos aplaudir essa conduta”, completou o vereador. 

Licitação do transporte coletivo em Conquista foi uma fraude, diz Nelson de Vivi

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 13 set 2015

Tags:, , , ,

banner_shop_05

da Redação

NelsonO vereador Nelson de Vivi (PCdoB), na sessão desta sexta-feira (11), na Câmara Municipal de Vitória da Conquista, fez pronunciamento e destacou supostas irregularidades no processo licitatório do transporte coletivo comandado pela PMVC. “Iniciamos uma luta para fiscalizar o processo que foi feito e descobrimos que essa licitação foi uma fraude”, disse.

Após solicitação do parlamentar conquistense,  a Prefeitura de Conquista enviou o processo licitatório  referente ao transporte público da cidade. “Conversamos com funcionários e usuários e chegamos a uma triste conclusão: O processo licitatório foi uma fraude”. Ele disse que provará tudo que está afirmando das irregularidades no processo. O vereador cobrou que a empresa, Viação Vitória, não pagou os R$ 37 milhões da licitação. “Os cofres públicos foram saqueados pela Vitória e a Prefeitura que tem a obrigação de cassar a empresa, não faz”, cobrou.

O vereador no seu pronunciamento não registrou o fato da Vitória ter ganho um Lote com proposta de R$ 37 milhões, a Serrana ficou com outro Lote com proposta de R$ 20 milhões. A Cidade Verde, foi convocada pela Prefeitura com proposta de um pouco mais de R$ 6 milhões.

Com informações do site da Câmara / Ascom

Vereador Nelson de Vivi denuncia atendimento a parturiente no Hospital Esaú Matos

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 21 maio 2015

Tags:, , ,


Assessoria

Nelson de Vivi BO vereador Nelson de Vivi, decepcionado com a falta atendimento devido, para uma menina especial, que morreu após o parto no Hospital Esaú Matos, em seu discurso na sessão da Câmara mostrou toda a sua indignação com a morte de Milena Silva, ocorrida no último sábado (16), na Unidade de Saúde.

O edil esclareceu que a jovem de 16 anos, anteriormente havia sofrido um acidente e amputado uma das pernas. Agora estava grávida do seu primeiro filho em que os exames apontavam que a criança tinha por volta de cinco quilos. Para o vereador passaram-se muitas horas para a criança nascer e que nessas condições deveria ser realizado o parto Cesária. “Estamos indignados com a fundação Esaú Matos, que não tem dado o atendimento adequado. A queixa tem sido quase geral. Milena Silva era  muita querida na comunidade. No momento do seu parto, com filho de um tamanho excepcional, ela não teve o atendimento especial que precisava”.

Nelson de Vivi disse que “A Fundação do Hospital Esaú Matos tem que abrir um processo administrativo, para verificar porque ela não teve o tratamento adequado. E completou:  A Fundação tem que prestar contas desse procedimento. A família, os parentes estão chorando a perda dessa jovem. Nosso pesar para a família e amigos e nosso pesar para a fundação por não ter dado o atendimento especial que o caso requeria. Aguardamos o resultado da apuração”.