Após seis meses, manchas de óleo voltam a aparecer no litoral norte da Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral | Data: 09 mar 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Pel_banner_600x65-Resenha-_day.jpg

Fonte:g1

Manchas de óleo voltam a aparecer depois de seis meses. Neste domingo (8), foram retiradas cerca de cinco toneladas de óleo da praia de Itacimirim, em Camaçari, no litoral norte da Bahia.

As informações são do grupo “Guardiões do Litoral”, que, com apoio de voluntários, fez a retirada do óleo da praia. Segundo os Guardiões do Litoral, no primeiro domingo de março, no dia 1º, foram recolhidos três toneladas de óleo. O grupo ressaltou que não são novas manchas que voltaram a aparecer. O que foi recolhido faz parte dos resquícios que ficaram presos nas pedras e na areia.

“As manchas já estavam lá, não são manchas novas. É o petróleo que já chegou, foi soterrado com a maré, o movimento de acumulação de areia durante o verão e o petróleo, que provavelmente derreteu com o aquecimento solar, passou a camada de areia e se alojou na parte mais rígida, as pedras ou bancadas de coral”, explicou Artur Serbe, coordenador do Guardiões do Litoral.

Bahia Pesca apresenta novos resultados de análise do pescado

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Geral | Data: 03 jan 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Fonte: Ascom/Bahia Pesca

A Bahia Pesca concluiu mais uma rodada de análise dos pescados coletados nas cidades baianas atingidas pela mancha de óleo que afeta o Nordeste. Realizado pelo Laboratório de Estudos do Petróleo (Lepetro), da Universidade Federal da Bahia (Ufba), o estudo indica que 99% dos animais avaliados não estão contaminados com hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPA) em níveis acima dos adotados pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) como seguros.

Os resultados já foram enviados para as agências de vigilância sanitária, que têm competência para se manifestar sobre a segurança do consumo.
Foram analisadas 71 amostras, a exemplo de ostras, caranguejos, siris e pescados, entre os dias entre 24 de outubro e 20 de novembro. As coletas ocorreram em Conde, Jandaíra, Entre Rios, Salvador, Itaparica, Vera Cruz, Camaçari, Belmonte, Porto Seguro, Taperoá, Nilo Peçanha, Canavieiras, Ilhéus, Itacaré, Maraú, Cairu, Valença, Jaguaribe, Igrapiúna, Ituberá, Camamu, Caravelas, Alcobaça, Prado e Santa Cruz Cabrália.

Das 71 amostras, apenas uma apresentou índice de contaminação acima do estabelecido pela Anvisa como seguro. “Uma amostra de camarão coletada em Cairu possui 31 mcg/kg (microgramas por quilo) de HPA carcinogênico. O índice considerado seguro pela Anvisa é de 18 mcg/kg”, explica o técnico da Bahia Pesca Brunno Falcão. “Vale ressaltar que outras 14 amostras de camarão recolhidas no litoral baiano não apresentaram qualquer resultado preocupante”, acrescentam. 

Uma nova rodada de coleta e análise será realizada pela Bahia Pesca em fevereiro. O parecer técnico com os resultados está disponível no site da empresa, que vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri).

Caixa começa a pagar auxílio a pescadores afetados por óleo em praias

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Meio Ambiente | Data: 16 dez 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Fonte: EBC

A primeira parcela do Auxílio Emergencial Pecuniário para os pescadores profissionais artesanais de municípios da costa brasileira afetados pelo derramamento de petróleo, começou a ser pago nesta segunda-feira(16). O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro possibilitado pela Medida Provisória (MP) nº 908/2019, editada pelo governo federal no dia 29 de novembro.

Cerca de 65 mil pescadores ativos no Registro Geral da Atividade Pesqueira que tiveram sua atividade profissional prejudicada até a data da edição da MP poderão receber o benefício de R$ 1.996, pago em duas parcelas de R$ 998 cada.

Os pagamentos seguem o calendário de escalonamento dos benefícios sociais, como o Bolsa Família, que estipula o dia do saque conforme o final do Número de Identificação Social (NIS) do beneficiário. Os trabalhadores poderão sacar os valores, utilizando o cartão social, em qualquer canal da Caixa, como casas lotéricas, terminais de autoatendimento e correspondentes Caixa Aqui. Quem não tem o cartão poderá sacar em qualquer agência do banco com a apresentação de documento de identificação com foto.

O direito ao auxílio emergencial pecuniário não interfere no recebimento de demais benefícios financeiros aos quais o pescador tenha acesso, como o Programa Bolsa Família ou Seguro Defeso, e o saque poderá ser feito no mesmo momento do pagamento dos demais programas.

Mais de 2 mil vistorias foram feitas em praias atingidas por óleo no Nordeste

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Brasil, Geral, Meio Ambiente | Data: 28 nov 2019

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Ar+

Um balanço divulgado pela Petrobras aponta que mais de duas mil vistorias foram feitas em praias brasileiras com o objetivo de checar a presença de óleo. A operação foi realizada nos nove estados mais afetados do litoral do País, do Maranhão à Bahia. Além disso, mais de 500 toneladas de resíduos foram coletadas.

A estatal informou também que utiliza um sistema que concentra as informações de toda a operação, incluindo os locais visitados, com fotos de cada vistoria e até o número de pessoas inseridas no trabalho.

Este sistema permite, por exemplo, acompanhar a evolução da presença de óleo em uma determinada praia e filtrar as informações por região geográfica.

Óleo derramado chega ao litoral do Rio de Janeiro

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Meio Ambiente | Data: 25 nov 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

Fonte: A Tarde

Neste fim de semana, as autoridades do país informaram que fragmentos de óleo chegaram ao litoral norte fluminense, no Rio de Janeiro. Em nota, o (GAA) Grupo de Acompanhamento e Avaliação, formado pela Marinha, Agência Nacional de Petróleo (ANP) e Ibama – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis confirmou, cerca de 300 gramas de pequenos fragmentos de óleo foram detectados e removidos na Praia de Grussaí, em São João da Barra-RJ.

Segundo o comunicado, o material foi analisado pelo Instituto de Estudo do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM) e constatado como compatível com o óleo encontrado no litoral da região Nordeste e Espírito Santo. Um grupamento de militares da Marinha esteve no local efetuando monitoramento e limpeza.

Marinha reforça limpeza de óleo no Nordeste

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Meio Ambiente | Data: 14 nov 2019

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park.gif

Fonte:EBC

Na última segunda-feira (11), o navio de desembarque de carros de combate Almirante Sabóia, da Marinha, partiu do Rio de Janeiro, em direção a Ilhéus, na Bahia, com a finalidade de reforçar as ações de limpeza de vestígios de óleo nas praias do Nordeste. O navio transporta um Grupamento de Fuzileiros Navais, com 244 militares, além da tripulação.

Em terra, a tropa desempenhará ações de apoio à proteção ambiental, por meio da limpeza e do monitoramento dos manguezais, arrecifes e praias da região do sul do estado da Bahia, na faixa compreendida entre as cidades de Caravelas e Ilhéus. O navio Almirante Sabóia realizará patrulha naval, ação de presença no Porto de Ilhéus e operações de monitoramento, participando com outros navios, na busca por possíveis manchas de óleo ou agentes poluidores, em especial em regiões próximas ao Parque Nacional Marinho de Abrolhos.

A atracação da embarcação no litoral baiano ocorrerá nesta quinta-feira (14), no Porto de Ilhéus. No dia 18, o navio fará ações no mar, com previsão de retorno ao Porto de Ilhéus no dia 25.

…Leia na íntegra

Pescadores e marisqueiras afetados pelo óleo são cadastrados na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Meio Ambiente | Data: 06 nov 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Fonte:G1

Nesta semana, a Bahia Pesca, empresa vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária, irrigação, Pesca e agricultura (Seagri), estará realizando no litoral, baiano, o levantamento dos pescadores afetados pela mancha de óleo que atinge o Nordeste.

Conforme o presidente da Bahia Pesca, Marcelo Oliveira, o cadastramento tem o objetivo de indicar quem são as pessoas afetadas pelo desastre ambiental, de forma que o governo federal possa desenvolver políticas compensatórias emergenciais.

Técnicos da empresa estão visitando, ao longo desta semana, diversas comunidades de pescadores para fazer o cadastramento dos profissionais prejudicados pelo desastre ambiental.

Grande quantidade de óleo chega ao Sul do Estado

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Meio Ambiente | Data: 04 nov 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

Manchas de óleo chegam a Alcobaça e Prado, municípios localizados no Extremo Sul do Estado. Segundo a Defesa Civil do Estado da Bahia, não há, ainda, estimativa de quantos quilos foram recolhidos da praia.

As praias do litoral do município de Prado, já haviam sido atingidas com pequenas pelotas e em pouca quantidade. Entretanto, na tarde deste domingo (03), as manchas de óleo voltaram, e em grandes quantidades.

A região é conhecida por ser um dos trechos mais preservados e isolados do litoral do centro da cidade, cercado por áreas de mata e uma lagoa.

O município de Alcobaça está em um dos polígonos de proteção do arco de recifes costeiros do Parque de Abrolhos. O parque abriga a maior biodiversidade marinha de todo o Oceano Atlântico Sul e possui dois polígonos: um protege o arco de recifes costeiros localizado entre os municípios de Alcobaça e Prado; e outro que abrange o Arquipélago dos Abrolhos – composto pelas ilhas Redonda, Siriba, Sueste, Guarita e Santa Bárbara.

Manchas de óleo chegam a Porto Seguro

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Meio Ambiente | Data: 02 nov 2019

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

   A mancha de óleo que já atinge 283 localidades de 98 municípios do litoral nordestino desde o dia 30 de agosto, chegou em Porto Seguro, no sul da Bahia, e Santa Cruz de Cabrália, município histórico em que foi celebrada a primeira missa do Brasil. Em Porto Seguro, as manchas chegaram a famosos destinos turísticos, como Arraial D’Ajuda e Trancoso.

A informação foi confirmada pelo superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) na Bahia, Rodrigo Alves. Segundo ele, a quantidade é “bem pequena até agora, mas é uma grande preocupação esse movimento da poluição em direção ao sul”.

Navios fantasmas ‘driblam’ radares e são os suspeitos por óleo no Nordeste

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Meio Ambiente | Data: 31 out 2019

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park.gif

Fonte:G1

Segundo um levantamento obtido pelo G1 , aponta que um navio petroleiro da Libéria operado por uma empresa grega saiu da Venezuela em agosto, desligou seu sistema de rastreamento e passou oculto dos radares na costa brasileira. Operando como um “navio-fantasma”, ele navegou por águas internacionais perto da costa brasileira no mesmo período em que o óleo que atinge o Nordeste teria sido derramado no mar.

O rastreamento que flagrou o liberiano e outros “fantasmas”, também chamados de “dark ships”,. O rastreamento foi feito por uma empresa de inteligência de dados internacional a pedido do site. Não há informações sobre se esta embarcação está na mira do governo brasileiro. A Marinha do Brasil não dá detalhes sobre sua investigação.

De acordo com os testes realizados pela Petrobras, o material encontrado nas praias brasileiras é uma mistura de óleos venezuelanos. A Marinha concentra suas investigações em uma área a cerca de 700 km da costa. Na quarta-feira (30), o vice-presidente Hamilton Mourão afirmou à imprensa que o governo “está perto” de identificar os responsáveis pelas manchas de óleo. 

Exército reforçará limpeza de praias atingidas por óleo no litoral nordestino

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Meio Ambiente | Data: 23 out 2019

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

Fonte: EBC

Nesta terça-feira (22), durante uma entrevista o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, informou que o presidente Jair Bolsonaro autorizou a participação do Exército no combate às manchas de óleo que atingem praias da Região Nordeste.

Fernando Azevedo e Silva havia sobrevoado o litoral baiano para averiguar o avanço das manchas, e descreveu a situação do vazamento de resíduos de óleo como, “fato lamentável e inusitado”.

De acordo com o ministro, o recrudescimento das manchas justificou o emprego do contingente militar no combate ao desastre. “A Marinha está debruçada sobre isso [derramamento de origem desconhecida] desde o início de setembro. Todo o efetivo possível está sendo utilizado. O Plano Nacional de Contingência está sendo seguido. No início, as manchas eram pequenas, mas as ações estão sendo tomadas”, afirmou.

Manchas de óleo atingem praias em Ilhéus e Itacaré

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Meio Ambiente | Data: 20 out 2019

Tags:, , , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park.gif

As manchas de óleo que atingem o litoral nordestino desde o dia 30 de agosto, chegaram ao sul da Bahia. As praias das cidades de Ilhéus e Itacaré, registraram a chegada do óleo neste sábado (19). Com isso, sobe para 11 o número de cidades atingidas pela substância na Bahia.

Em Ilhéus, cidade localizada a 270 km de Vitória da Conquista, as manchas foram encontradas em Olivença. Local muito frequentado por turistas que visitam a região. Além de Itacaré, houve registro da substância nas cidades de Vera Cruz, Itaparica, Salvador, Jandaíra, Lauro de Freitas, Conde, Camaçari, Entre Rios, Esplanada e Mata de São João.

As manchas começaram a chegar no estado em 3 de outubro, quase um mês após o início do problema no país. Mais de 150 praias já foram afetadas pelo óleo em todo o Nordeste.  A chegada do óleo no sul da Bahia ainda não foi confirmada oficialmente pela Marinha do Brasil ou outros órgãos oficiais. 

Óleo na pista provoca acidente de três veículos na Vitor Brito

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 20 Maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_0981foto: Divulgação – Simtrans

No início da noite dessa quinta-feira (19), um caminhão derramou óleo sobre a pista da Praça Vitor Brito, Centro de Vitória da Conquista, causando a queda de três motociclistas.

Segundo o Blog Transitar, uma equipe de agentes de trânsito foi acionada pela população, através do 156. Os agentes sinalizaram o local, jogou areia sobre a umidade, fazendo com que o perigo cessasse.

Óleo derramado na pista também resultou em incidentes no último domingo (15), na Urbis V, na Zona Oeste da cidade, quando a população também acionou o Simtrans.

Adolescente vítima de queimadura continua vivendo na mesma casa que o padrasto

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 23 jul 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_0204

A Polícia Civil ouviu hoje a adolescente de 16 anos vítima de maus tratos pelo padrasto, no bairro Lagoa das Flores. A jovem, que está grávida de três meses, ficou ferida após o esposo de sua mãe derramar óleo de cozinha fervendo sobre seu corpo.

A adolescente ficou internada dois dias no Hospital São Vicente para tratar das queimaduras, que atingiu a barriga e pernas. Hoje, ela realizou exame de corpo de delito no IML de Vitória da Conquista e foi ouvida pela delegada Decimária Cardoso (foto), titular da Deam.

O depoimento não foi revelado, mas uma amiga que presenciou o ataque de Adriano Rocha afirmou que o padrasto alimentava um ciúme doentio pela jovem. Até esta sexta, a polícia deverá ouvir também o padrasto para concluir o inquérito policial.

Enquanto as investigações continuam, a adolescente continua vivendo sobre o mesmo teto do padrasto. A mãe da jovem afirma que elas não têm para onde ir.

Adolescente grávida é vítima de queimaduras provocadas pelo padastro

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 22 jul 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

lagoa das flores

Uma adolescente grávida de 3 meses foi vitima de maus tratos pelo padastro. A jovem de 16 anos foi queimada pelo padrasto com óleo fervente dentro da própria casa no Bairro de Lagoa das Flores, em Conquista. O caso foi descoberto depois que a adolescente deu entrada na emergência do Hospital São Vicente e o Conselho Tutelar foi acionado.

Segundo informações da Polícia Civil, a adolescente estava fritando uma carne, quando Adriano Rocha, esposo da mãe da jovem, derrubou o fogão e jogou óleo quente.

Diante do fato, uma conselheira tutelar conduziu a mãe da adolescente para atendimento na Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (Deam). Na delegacia, ela teria se recusado a prestar queixa, afirmando que não pode deixar o marido, já que tem outros sete filhos. Mesmo contra a vontade da mãe, a queixa foi registrada, já que foram constatados os indícios do crime. Informações do Blitz Conquista

Motorista morre após caminhão cair em ribanceira na BR-116

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Bahia, Sudoeste | Data: 09 ago 2014

Tags:, , , , ,

A Tarde

650x375_acidente-caminhao-br116-jequie_1437805O motorista de um caminhão que trafegava pela BR-116 morreu na madrugada deste sábado, 9, por volta de 1h, após sofrer um acidente no km 650, na região do município de Jequié, no sudoeste do estado.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista – que não teve sua identidade revelada – perdeu o controle do caminhão, que caiu de uma ribanceira, e morreu no momento do acidente.

Com a queda, o tanque do veículo se partiu, derramando óleo diesel em um rio da região. Orgãos de proteção ambiental, como o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos e a Secretaria do Meio Ambiente (Sema), foram avisados sobre a contaminação.

O corpo do motorista foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Jequié.