Organização Mundial da Saúde declara pandemia de coronavírus

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 11 mar 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, declarou hoje (11) que a organização elevou o estado da contaminação pelo novo coronavírus como pandemia.

A mudança de classificação não se deve à gravidade da doença, e sim à disseminação geográfica rápida que o Covid-19 tem apresentado. “A OMS tem tratado da disseminação [do Covid-19] em uma escala de tempo muito curta, e estamos muito preocupados com os níveis alarmantes de contaminação e, também, de falta de ação [dos governos]”, afirmou Adhanom no painel que trata das atualizações diárias sobre a doença.

O Ministério da Saúde marcou para a tarde o início da divulgação do boletim diário de atualização sobre o coronavírus.

OMS declara emergência global de saúde com coronavírus

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Saúde | Data: 31 jan 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Fonte:

Nesta quinta-feira (30), a Organização Mundial da Saúde (OMS), declarou emergência global de saúde devido ao surto de coronavírus, que tem casos registrados em quase 20 países.

Em entrevista coletiva nesta quinta, o diretor-geral da OMS Tedros Adhanom, afirmou que a organização decidiu declarar o estado de emergência devido à chegada do vírus em países que apresentam um sistema de saúde mais fragilizado. O diretor também aproveitou para afirmar que a decisão não é uma ação de desconfiança na capacidade da China de controlar o surto.

Com o objetivo de prevenir a propagação de doenças, a OMS irá fazer recomendações aos países sobre o que realmente é necessário ou não para a contenção do vírus. A organização ainda deve listar quais são as recomendações exatas.

Ainda conforme a OMS, 7.818 casos foram registrados em todo o mundo, 7.736 deles na China. 98 casos foram confirmados em outros 18 países fora do país asiático. Cerca de 170 pessoas morreram na China, enquanto nenhum óbito foi registrado em outro país

OMS corrige e eleva a avaliação de risco internacional do coronavírus

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 28 jan 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_e2_piscina-3.gif

Fonte:A Tarde

Nesta segunda-feira (27), a Organização Mundial da Saúde (OMS), que antes havia considerado o risco internacional de contaminação pelo novo coronavírus moderado, passou a classificá-lo como elevado.

A organização esclareceu que, por um “erro de formulação”, havia divulgado o status anterior. Na quinta-feira (23), a OMS comunicou que seria “muito cedo para falar de uma emergência de saúde pública de alcance internacional”.

A OMS só utiliza esse termo para epidemias que exigem reação global, como a gripe suína H1N1 em 2009, o vírus zika em 2016 e a febre ebola, que atingiu parte da África Ocidental entre 2014 e 2016, e a República Democrática do Congo desde 2018. Da família dos coronavírus, como o SARS, o vírus 2019-nCoV causa sintomas gripais e pode levar à síndrome respiratória grave. Os primeiros casos surgiram em dezembro e já foram registrado casos na Ásia, na Europa, nos Estados Unidos e na Austrália.

Alimentos mais saudáveis e naturais estão entre as dicas de saúde da OMS para 2020

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Saúde | Data: 06 jan 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

AR+

A Organização Mundial da Saúde (OMS) sugeriu dicas de como ter uma alimentação mais saudável em 2020. A ideia é reduzir o índice de doenças causadas pelo sedentarismo ou pela má alimentação, como obesidade, doenças cardíacas e diabetes, e incentivar a população a adotar hábitos mais saudáveis. 

A primeira das dicas é consumir uma variedade maior de alimentos. Segundo a Organização, nenhum alimento, exceto o leite materno, contém todos os nutrientes necessários para que o corpo trabalhe corretamente. Por isso, a OMS destaca a importância de se consumir alimentos básicos, como arroz, trigo e batatas, combinados com legumes, vegetais frescos, frutas e alimentos de fonte animal. A dica é dar preferência para alimentos integrais, que contêm grande fonte de fibras e aumenta a saciedade. 

A OMS sugere, também, que haja uma redução no consumo de alimentos com alto teor de açúcar, sal e gordura. Eles podem ser substituídos por vegetais crus, nozes sem sal e frutas secas, por exemplo. 

A redução no consumo de sódio, aliás, é umas das dicas da Organização, que alerta para o aumento da pressão arterial. O alto consumo de sódio é fator de risco para doenças como derrames e doenças cardíacas. A recomendação da OMS é de 5 miligramas diários, o equivalente a uma colher de chá, e evitar alimentos processados e enlatados. 

…Leia na íntegra

Indo a Salvador vacine contra a febre amarela, recomenda a OMS

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 08 abr 2017

Tags:, , ,

da Redação

Fonte: A Tarde

Salvador, capital do Estado da Bahia está incluída na lista de cidades com recomendação para vacina contra a febre amarela aos estrangeiros que planejam vir ao Brasil. O comunicado foi feito no decorrer desta semana. As mortes de macacos infectados pelo vírus motivou a recomendação da OMS.

Além da capital, outras 87 cidades brasileiros foram incluídas. Com isso, na Bahia, o número de cidades que exigem a vacinação de febre amarela para os viajantes passou de 69, em janeiro, para 154.

Só em Salvador, já foram identificados mais de 50 macacos mortos, em dez áreas diferentes, sendo que, segundo dados da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), entre os animais encontrados com vida ou não, 6 tiveram resultado positivo para a febre amarela. Não há casos de transmissão em áreas urbanas.

A nova recomendação da OMS também inclui as cidades do Rio de Janeiro, Niterói e a área urbana de Campinas. A imunização contra a doença já era recomendada para os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, além de determinadas áreas da Bahia, Paraná, Piauí, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

OMS aprova uso de 1ª vacina contra dengue

0

Publicado por Editor | Colocado em Mundo | Data: 15 abr 2016

Tags:, , ,

Da Redação

MosquitoA Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou o uso da primeira vacina contra a dengue. O anúncio foi feito nesta sexta (15), após reunião do Grupo de Especialistas sobre Imunização (SAGE, sigla em inglês). Segundo a entidade, a vacina é recomenda para locais onde a doença é endêmica.

A informação foi dada pela presidência do SAGE, que afirmou que tem confiança no efeito da nova vacina, a Dengvaxia, produzida pela multinacional francesa Sanofi Pasteur. Na avaliação da OMS e da empresa, a imunização pode mudar a história do combate à doença, já que tem uma eficácia de aproximadamente 90%.

No Brasil, no México, em El Salvador e nas Filipinas, os governos e agências de regulação já haviam dado sinal verde para o uso do produto. Agora, a OMS chancela a decisão. No entanto, a orientação é que os governos só utilizem a vacina em locais onde exista uma alta incidência de transmissão da dengue, ou seja, onde o vírus tenha uma prevalência de mais de 50% na região afetada.

 

Relatório não pede que pessoas parem de comer carnes processadas, diz OMS

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Mundo, Saúde | Data: 01 nov 2015

Tags:,

Agência Brasil

carnesA Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu comunicado esclarecendo que o relatório da Agência Internacional para Pesquisa do Câncer (IARC) não pede para que pessoas parem de comer carnes processadas. Na nota, a instituição ressalta que o documento indica que “reduzir o consumo destes produtos pode minimizar os riscos de câncer colorretal”. O relatório foi produzido a partir de pesquisa sobre a ligação entre o consumo de carne vermelha e processada e a incidência da enfermidade em seres humanos.

“A avaliação da IARC confirma a recomendação feita pela OMS em 2002 no relatório ‘dieta, nutrição e a prevenção de doenças crônicas’, que aconselha pessoas a moderarem o consumo de carne em conserva para reduzir o risco de câncer”, afirma a organização internacional.

…Leia na íntegra

Mais de 3 mil pessoas morreram de ebola, diz OMS

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Saúde | Data: 28 set 2014

Tags:, ,

A Tarde

ebolaUltrapassa 3 mil o número de pessoas que morreram em decorrência do surto de ebola na África Ocidental, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo atualização dos dados da agência, subordinada à Organização das Nações Unidas (ONU), subiu para 3.091 o total de vítimas de casos confirmados, suspeitos ou possíveis do vírus ebola. O número de casos relatados totaliza 6.574.

No balanço anterior, divulgado na última quinta-feira, a OMS relatou que 2.917 pessoas tinham morrido de ebola dentre 6.263 casos em cinco países do oeste africano afetados pela doença, até 21 de setembro.

A doença permanece concentrada em países da África Ocidental. Juntos, Libéria, Guiné e Serra Leoa, registraram 3.083 mortes – 99,7% do total. Outras 42 mortes foram registrados na República Democrática do Congo. Segundo a OMS, não há novos casos confirmados na Nigéria ou em Senegal, outros dois países onde o vírus foi confirmado.

…Leia na íntegra

Transtorno mental é a 3ª causa de afastamento do trabalho

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil | Data: 17 mar 2013

Tags:, ,

A Tarde

650x375_1313126Cansaço extremo, desânimo, dificuldade para se concentrar e desenvolver as atividades do dia a dia são sintomas cada vez mais comuns entre pessoas jovens em idade produtiva. São sintomas da depressão, doença considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) uma “epidemia global”, que, num prazo de 20 anos, será a enfermidade mais comum em todo o mundo.

No trabalho, onde normalmente passamos a maior parte do tempo, podem estar alguns fatores que desencadeiam  a doença. Em 2011, transtornos mentais foram a terceira causa de afastamento por acidente de trabalho (quando a atividade profissional provoca os sintomas).

…Leia na íntegra