Começam as obras de padronização de barracas na Ceasa

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 03 ago 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Secom/PMVC(Conteúdo)

Conforme anunciado pelo prefeito Herzem Gusmão, na última sexta-feira (31), durante o ato de assinatura da Ordem de Serviço, começou nesta manhã (3) a obra de padronização das barracas, localizadas na calçada da Secretaria de Serviços Públicos.

“É um sonho dos comerciantes, que trabalham aqui em frente ao prédio das Secretarias de Serviços Públicos e Agricultura, e hoje chega a realidade com o início das obras – um compromisso do nosso Governo”, declarou o secretário de Serviços Públicos, Luis Santos.

O trabalho de padronização das barracas (que serão metálicas e terão cobertura individual), reforma dos pisos e passeios com piso tátil é realizado pela Construtora Construbrasil Ltda. O valor da obra é de cerca de 500 mil reais, sendo R$ 350.974,54 fruto de emenda do deputado federal Ronaldo Carletto, por indicação do vereador Rodrigo Moreira. A outra parcela do valor faz parte da contrapartida municipal para serviços complementares: implantação de canteiros com paisagismo, reforma de sanitários da feira e do prédio da Secretaria, demolição do antigo reservatório e construção de um novo.

“Essa obra é de cinco meses. Estamos começando pela parte de demolição, tirando todo o piso para a gente fazer toda parte de nivelamento” explicou o engenheiro civil da empresa contratada, Rogério Novais.

Prefeito assina Ordem de Serviço para padronização das barracas e acessibilidade na Ceasa

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Vit. da Conquista | Data: 31 jul 2020

Tags:, , , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Fonte:Secom/PMVC

Na manhã desta sexta-feira (31), foi assinado a Ordem de Serviço de padronização das barracas, localizadas na calçada da Secretaria de Serviços Públicos. A cerimônia foi realizada no Gabinete Civil da Prefeitura Municipal.

Ao assinar, autorizando o início das obras já para a próxima segunda (3), o prefeito Herzem Gusmão agradeceu a compreensão de todos os comerciantes: “Iríamos começar essa obra antes, mas atendemos o pedido de vocês e esperamos até agora. Estamos aqui buscando o melhor para os munícipes”.

O trabalho de padronização das barracas (que serão metálicas e terão cobertura individual), reforma dos pisos e passeios com piso tátil será realizado pela Construtora Construbrasil Ltda. O valor da obra é de R$ 350.974,54, emenda do deputado federal Ronaldo Carletto, por indicação do vereador Rodrigo Moreira. O prazo de execução é de cinco meses.

“Com a contrapartida da Prefeitura, vamos chegar a meio milhão de reais. São ações importantes e só tenho que agradecer a Deus”, completou Herzem. Os serviços complementares são: implantação de canteiros com paisagismo, reforma de sanitários da feira e do prédio da Secretaria e construção de um novo reservatório.

“Nossa, estou muito feliz. Vai ficar tudo bem organizadinho. A gente vai poder atender os clientes bem”, disse Alexsandra Silva, que comercializa há 18 anos no local.

Outras etapas da revitalização – Tanto o prefeito como os demais comerciantes, lembraram das outras etapas da modernização da Ceasa. Foram cerca de R$ 600 mil aplicados pela Prefeitura na cobertura das galerias de águas pluviais da Rua Joaquim Nabuco e da Rua Catão Ferraz; obras da rede de captação de águas pluviais, passeios e colocação de guarda-corpos modificaram para melhor o aspecto local. Além do trabalho de paisagismo e iluminação. Com isso, o espaço ficou mais amplo, limpo e bonito.

Proprietários de transporte escolar protestam contra padronização nacional

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 18 jul 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC_0512

Os proprietários de veículos que atuam no transporte escolar privado realizaram uma mobilização contra a padronização nacional dos veículos. A mobilização ocorreu no sábado (16), simultaneamente com o movimento nas cidades brasileiras. A  proposta partiu da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), mas os proprietários de vans apontam um lobby.

A norma que está sendo elaborada e tramita no Congresso prevê que todos os motoristas passem a utilizar micro-ônibus com capacidade mínima de 20 pessoas, o que excluiria a utilização de Kombis, Doblôs e vans do serviço. “Nós [transporte escolar] já somos padronizados pelo Código de Trânsito Brasileiro” explica o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Autônomos de Escolares de Vitória da Conquista (Sintevic), Givanildo Pereira. “O que o Governo quer é implantar o micro-ônibus americano acessível a cadeirantes e que nem existe no mercado”, argumenta ao denunciar um possível lobby de uma grande montadora.

O micro-ônibus apresentado teria um valor de R$ 220 mil. “Com essa crise, como pagar um carro nesse valor?” questiona Pereira. “Hoje em Vitória da Conquista o valor médio do transporte é de R$ 90, a proposta subiria as mensalidades para R$ 300. No geral nossa clientela é de baixa renda. o projeto é bom, mas inviável para nossa realidade” finaliza.

Motoristas de transporte escolar protestam em Vitória da Conquista

0

Publicado por Resenha Geral | Colocado em Bahia, Brasil, Vit. da Conquista | Data: 17 jul 2015

Tags:, , , ,

Da Redação

motoristas1

Dezenas de motoristas de vans fizeram um protesto pacífico na manhã desta sexta-feira (17), em Vitória da Conquista. Os manifestantes se reuniram logo cedo na Praça Sá Barreto e em seguida saíram pelas ruas da cidade. Em alguns momentos, o trânsito ficou tumultuado, mas não houve grandes confusões.

motoristas3

Os manifestantes são contra a lei da padronização das cadeirinhas para o transporte escolar e dos veículos. A medida, anunciada em junho, foi publicada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) há um mês. Nesta sexta-feira, a resolução reforçou a obrigatoriedade da cadeirinha para todos os veículos. A regra vale a partir de 1º de fevereiro de 2016. Mas os motoristas alegam que sequer foram ouvidos a respeito da decisão, nem a sociedade. O que era necessário, já que a padronização deve gerar altos custos para os pais e beneficiaria, principalmente, aos fabricantes e empresários do setor.

motoristas2

Desde 2010, a lei obriga que crianças de até 1 ano sejam transportadas no bebê-conforto em carros de passeio. As que têm entre 1 e 4 anos, em cadeirinhas com encosto e cinto próprio. Os assentos de elevação, que utilizam cinto de segurança que ficam na altura do pescoço da criança, devem ser usados para menores entre 4 e 7 anos. O Ministério das Cidades informou que, com relação à exigência das cadeirinhas, a maior preocupação do Contran é dar segurança para as crianças.