Polícia Federal faz operação contra fraude em licitações

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Polícia | Data: 11 fev 2021

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-redes-sociais-ano-novo.gif

Fonte:

Foi deflagrada na manhã desta quinta- feira (11), pela Polícia Federal, a Operação BACKSTAGE. A ação visa à repressão de fraudes em licitações e desvio de verbas públicas no município de Palmas de Monte Alto, no sudoeste baiano.

As investigações que deram origem à operação se iniciaram em meados de 2019, com base em notícia que indicava supostas irregularidades nos processos de Tomadas de Preços TP 003/2013, TP 004/2013, TP 002/2014 e TP 004/2015, feitos pela Prefeitura de Palmas de Monte Alto/BA, nas quais teria havido o favorecimento de uma determinada empresa. Esses processos se referem à construção de Unidades Básicas de Saúde, quadras esportivas e uma praça.

Após a análise pela Polícia Federal dos editais das licitações mencionadas, apurou-se que o município de Palmas de Monte Alto celebrou com a empresa vencedora – que também foi a única participante dos certames – contratos que juntos totalizam R$ 3.153.924,29 (três milhões, cento e cinquenta e três mil, novecentos e vinte e quatro reais e vinte e nove centavos), custeados em sua quase totalidade com recursos federais oriundos do SUS e FUNDEB.

O direcionamento das licitações era definido pelos então gestores municipais e/ou seus emissários e as tratativas sobre as fraudes eram realizadas com os empresários beneficiados em reuniões prévias e secretas.

As licitações eram então preparadas (montadas) por um dos investigados, cujo nome não figurava ostensivamente em nenhum documento, atuando de maneira escamoteada. Além disso, descobriu-se que emissário do então gestor municipal atuou com o objetivo de instruir as testemunhas e/ou investigados que eram intimados a prestar depoimento na Polícia Federal.

Inscrições para concurso da Policia Federal terminam nesta terça-feira

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 09 fev 2021

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

O prazo para as inscrições do concurso para a Polícia Federal (PF), terminam às 23h59 desta terça-feira (09). De acordo com a instituição, são 1.500 vagas para os cargos de agente, escrivão, papiloscopista e delegado, com salários que vão de R$ 12 mil a R$ 23 mil, a depender da função.

Os interessados devem se inscrever no site da instituição. As provas estão previstas para serem realizadas no próximo dia 21 de março. Os valores das taxas de inscrição também variam de acordo com o cargo pretendido. São R$ 180 para agente, papiloscopista e escrivão. E para os interessados nos postos de delegado, o custo é de R$ 250.

A maior remuneração é oferecida aos funções de delegado (R$ 23 mil). Já para as demais, o contracheque é de R$ 12 mil. Os interessados que desejam isenção da taxa de inscrição devem fazer a requisição do benefício em link específico no site da banca organizadora, até as 23h59 desta terça.

Concurso da Polícia Federal abre inscrições nesta sexta

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Polícia, Trabalho | Data: 22 jan 2021

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

Começam nesta sexta-feira(22), as inscrições para o concurso da Polícia Federal (PF). No total, serão ofertadas 1,5 mil vagas para os cargos de agente, escrivão, papiloscopista e delegado. Os interessados deverão se inscrever no site.

Os salários iniciais variam de R$ 12 mil a R$ 23 mil. As inscrições terão início em 22 de janeiro e terminam no dia 9 de fevereiro. Os valores da inscrição variam conforme a carreira: R$ 180 para os cargos de agente, escrivão e papiloscopista e R$ 250,00 para delegado. O pagamento deverá ser efetuado até 3 de março.

Candidatos que desejam solicitar a isenção da taxa de inscrição poderão fazê-lo em link específico no site da banca organizadora, no período das inscrições.

Além das 1,5 mil vagas, o certame ainda vai reservar 500 vagas para a formação de cadastro de reserva.

Polícia Federal publica edital de concurso com 1,5 mil vagas

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Polícia | Data: 15 jan 2021

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

Foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (15), o edital do concurso para a Polícia Federal (PF). No total, serão ofertadas 1,5 mil vagas para os cargos de agente, escrivão, papiloscopista e delegado. Os interessados deverão se inscrever no site.

Os salários iniciais variam de R$ 12 mil a R$ 23 mil. As inscrições terão início em 22 de janeiro e terminam no dia 9 de fevereiro. Os valores da inscrição variam conforme a carreira: R$ 180 para os cargos de agente, escrivão e papiloscopista e R$ 250,00 para delegado. O pagamento deverá ser efetuado até 3 de março.

Candidatos que desejam solicitar a isenção da taxa de inscrição poderão fazê-lo em link específico no site da banca organizadora, no período das inscrições. Além das 1,5 mil vagas, o certame ainda vai reservar 500 vagas para a formação de cadastro de reserva.

O concurso será composto por provas objetiva e discursiva, além de demais etapas: teste de aptidão física, avaliação médica, avaliação psicológica e outras. As provas objetiva e discursiva estão previstas para 21 de março de 2021.

Polícia Federal vai abrir concurso para 1.500 vagas

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 11 dez 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

Foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (11), a autorização para a realização de concurso público para o preenchimento de cargos na Polícia Federal. No total, o concurso prevê a disponibilização de 1.500 vagas de nível superior para os cargos de delegado, escrivão, papiloscopista e agente de polícia federal.

De acordo com a Portaria 14.358, que trata do assunto, o prazo para a publicação do edital de abertura de inscrições será de até seis meses. São 123 postos para delegado, 400 vagas para escrivão, 84 para papiloscopista e 893 para agentes.

O último concurso da PF foi realizado em 2018 e ofereceu 500 vagas de nível superior.

Polícia Federal faz operação contra fraudes no auxílio emergencial

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 10 dez 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

Uma operação contra suspeitos de fraudar o auxílio emergencial, está sendo realizada pela Polícia Federal nesta quinta-feira (10). A ação ocorre em 14 estados do país. Ao todo, foram expedidos sete mandados de prisão, 42 de busca e apreensão. Também foram determinados o bloqueio de valores de até R$ 650 mil em diversas contas que receberam o benefício irregularmente.

A operação ocorre nos estados da Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Espírito Santo, Santa Catarina, Tocantins, Paraná, Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Maranhão, Piauí e Mato Grosso do Sul.

Segundo a PF, a ação é parte de uma estratégia coordenada contra as fraudes entre a própria PF, Ministério Público Federal (MPF),  Caixa, Receita Federal, Controladoria-Geral da União (CGU),  Tribunal de Contas da União (TCU) e o Ministério da Cidadania.

Conquista: Polícia Federal deflagra Operação de Combate a Fraudes na Caixa Econômica Federal

0

Publicado por Editor 2 | Colocado em Geral, Polícia, Vit. da Conquista | Data: 04 nov 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park_setembro-1.gif

A Polícia Federal deflagra simultaneamente duas operações na Bahia na manhã desta quarta-feira (04/11), visando combater fraudes na obtenção do benefício do seguro-desemprego e empréstimos junto à Caixa Econômica Federal.

A Operação DEMISSIO é conduzida pela Delegacia de Polícia Federal em Vitória da Conquista e apura suposta associação criminosa especializada em fraudes para obtenção de seguro-desemprego.

O grupo investigado simulava vínculos empregatícios fictícios mediante inserção de dados falsos nos sistemas públicos (CAGED e CNIS), bem como inseria anotações falsas nas Carteiras de Trabalho e Previdência Social, com o objetivo de simular o preenchimento dos requisitos para requerimento e saque do benefício de seguro-desemprego.

Apurou-se que o grupo está dividido em três núcleos: a) mentores: pessoas responsáveis pela idealização, planejamento e coordenação das fraudes; b) apoio técnico: pessoas com conhecimento especializado que munia os investigados com informações necessárias para realização das fraudes; e c) sacadores: pessoas que figuram como sócios das empresas fictícias ou como empregados dos vínculos empregatícios falsos, e que realizam os saques.

…Leia na íntegra

PF usará drones para fiscalizar as eleições; equipamentos serão usados nas principais cidades do Brasil inclusive em Conquista

0

Publicado por Editor 2 | Colocado em Bahia, Brasil, Justiça, Polícia, Política, Vit. da Conquista | Data: 27 out 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

A Polícia Federal usará drones em todos os estados brasileiros a fim de auxiliar os policiais na prevenção e repressão de crimes eleitorais. Visando aumentar a segurança nas eleições, a Polícia Federal utilizará mais de 100 Aeronaves Remotamente Pilotadas como ferramenta para inibir a prática de crimes eleitorais durante o pleito de 2020.

Os equipamentos serão alocados em municípios estratégicos em todo o território Nacional. Os drones irão sobrevoar as principais zonas eleitorais do país ajudando a fiscalizar e combater crimes como boca de urna e transporte de eleitores.

Na manhã desta terça-feira (27) a Polícia Federal realizou uma coletiva de imprensa em Vitória da Conquista par falar como a ação vai funcionar no município. Estiveram presentes na coletiva de imprensa: o delegado de polícia federal Victor Emmanuel Brito de Menezes, os juízes eleitorais Claudio Augusto Daltro de Freitas, Leonardo Coelho Bonfim e os promotores eleitorais Beneval Santos Mutin e Marcelo Pinto de Araújo.

…Leia na íntegra

Cidades próximas a Vitória da Conquista são alvo de operação da Polícia Federal

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 28 ago 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park_setembro-1.gif

Fonte:

A Operação Ajuruetê realizada pela Polícia Federal, juntamente com o IBAMA, o ICMBio e o INEMA/BA, e com o apoio da Polícia Militar da Bahia, também realizaram apreensões em inco cidades próximas a Vitória da Conquista: Itambé, Cândido Sales, Encruzilhada, Poções e Maracás.

A operação foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (27), e visa desarticular esquema criminoso de tráfico de pássaros silvestres nos Estados da Bahia e Minas Gerais. As investigações tiveram início após a prisão em flagrante de um traficante de animais silvestres em Caruaru, Pernambuco, no ano de 2018, quando então verificou-se que a maioria dos fornecedores de pássaros para o referido indivíduo era da região sudoeste da Bahia.

A partir de então, já no ano de 2019, o avançar das investigações permitiu confirmar a existência de uma extensa rede de traficantes de pássaros silvestres com atuação especialmente nos estados da Bahia e de Minas Gerais, sendo obtidos indícios, também, de que parte dessas aves estivessem sendo capturadas em unidades de conservação federais, como o Parque Nacional de Boa Nova e o Parque Nacional Grande Sertão Veredas.

…Leia na íntegra

Polícia Federal realiza operação para desarticular quadrilha que vendia animais silvestres

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Meio Ambiente, Polícia | Data: 27 ago 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park_setembro-1.gif

Fonte:

 Foi deflagra na manhã desta quinta-feira, (27), a Operação Ajuruetê, que visa desarticular esquema criminoso de tráfico de pássaros silvestres nos Estados da Bahia e Minas Gerais. A ação foi realizada pela Polícia Federal, juntamente com o IBAMA, o ICMBio e o INEMA/BA, e com o apoio da Polícia Militar da Bahia.

As investigações tiveram início após a prisão em flagrante de um traficante de animais silvestres em Caruaru, Pernambuco, no ano de 2018, quando então verificou-se que a maioria dos fornecedores de pássaros para o referido indivíduo era da região sudoeste da Bahia.

A partir de então, já no ano de 2019, o avançar das investigações permitiu confirmar a existência de uma extensa rede de traficantes de pássaros silvestres com atuação especialmente nos estados da Bahia e de Minas Gerais, sendo obtidos indícios, também, de que parte dessas aves estivessem sendo capturadas em unidades de conservação federais, como o Parque Nacional de Boa Nova e o Parque Nacional Grande Sertão Veredas.

Entre meados de 2019 e o início de 2020 foram realizados sete flagrantes de tráfico com o apoio da Polícia Rodoviária Federal e do IBAMA, que resultaram na lavratura de termos circunstanciados de ocorrência e na apreensão de 824 pássaros, sendo a maioria de papagaios (que possuem maior valor no mercado ilegal), mas também de araras e até de tucanos, muitos desses pássaros ainda filhotes.

…Leia na íntegra

Operação de combate a fraudes em títulos de terras públicas cumpre mandados em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Polícia, Vit. da Conquista | Data: 21 jan 2020

Tags:, , ,

Editar imagem

Fonte:G1

 Foto: Divulgação/Polícia Federal

Foi deflagrada na manhã desta terça-feira (21), pela Polícia Federal a “Operação Arcaico”, que visa combater a crimes relacionados a fraudes em títulos de propriedade de terrenos da união em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia.

A ação conta com cerca de vinte policiais, que cumprem quatro mandados de busca e apreensão e cinco de intimação nas cidades de Salvador e Vitória da Conquista. A polícia detalhou que a operação originou de uma investigação em janeiro de 2019. A Polícia Federal descobriu que um casal de ex-juízes de direito da Bahia, uma advogada e um corretor de imóveis comercializavam terrenos como se fossem os donos.

Esses terrenos, conforme informou a polícia, tinham sido destinados pela Secretaria de Patrimônio da União (SPU) para a construção das novas sedes da delegacia de Polícia Federal em Vitória da Conquista, do Ministério Público do Trabalho e do Ministério do Trabalho e Emprego. As investigações apontam que a fraude teve início em 2016, com uma certidão falsa do 3º Tabelionato de Notas de Vitória da Conquista, que atestava a existência de uma suposta escritura pública de compra e venda da área em questão, datada de 1994, cujo livro de registros havia sido extraviado. A partir dessa certidão foi feito um registro imobiliário no 1º Ofício de Imóveis de Vitória da Conquista, em um livro que, coincidentemente, estaria totalmente danificado e ilegível, o que impossibilitou a verificação.

Os investigados conseguiram, então, cancelar administrativamente a matrícula da propriedade da União, e a partir daí o casal, a advogada e o corretor passaram a ameaçar algumas pessoas que ocupavam irregularmente a área, exigindo pagamentos em troca da manutenção de suas residências e negócios.

A PF informou que nesta fase do inquérito, os investigados foram indiciados pelos crimes de associação criminosa, estelionato, extravio de livro ou documento, prevaricação, falsidade ideológica, falsificação de documento público, extorsão e alienação ou oneração fraudulenta de coisa própria, quando, omitindo a existência de ônus sobre o imóvel, a vítima é induzida a adquiri-lo, obtendo vantagem ilícita com a negociação.

Operação da Polícia Federal atinge membros do Tribunal de Justiça da Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Justiça, Polícia | Data: 19 nov 2019

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

Na manhã desta terça-feira (19), a Polícia Federal deflagrou a Operação Faroeste, que tem como objetivo, desarticular um possível esquema criminoso voltado a venda de decisões judiciais por juízes e desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA). Além disso, a ação também investiga corrupção ativa e passiva, lavagem de ativos, evasão de divisas, organização criminosa e tráfico influência.

Cerca de 200 agentes, acompanhados de procuradores da República, cumprem quatro mandados de prisão temporária e 40 mandados de busca e apreensão em gabinetes, fóruns, escritórios de advocacia, empresas e nas residências dos investigados, nas cidades de Salvador, Barreiras, Formosa do Rio Preto e Santa Rita de Cássia, na Bahia, e em Brasília.

Durante a ação também estão sendo cumpridas determinações de afastamento de quatro desembargadores e dois juízes de Direito de suas funções. Os mandados foram expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça e têm por objetivo localizar e apreender provas complementares dos crimes praticados.

Vendas de decisões judiciais na Bahia é investigada pela Polícia Federal

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Geral, Política | Data: 11 set 2019

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Da Redação

Fonte: A tarde

Foi deflagrada na manhã desta quarta-feira( 11) pela Polícia Federal, a Operação Injusta Causa, que possui o objetivo de desarticular um possível esquema de venda de decisões judiciais e tráfico de influência na Bahia.

Cerca de 50 policiais federais e cinco procuradores da República, participam da ação e cumprem 11 mandados de busca e apreensão em órgão público, escritório de advocacia e nas residências dos investigados.

Os mandados foram expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça e possui o intuito de localizar e apreender provas que sejam complementares dos crimes praticados. O Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT-5) informou que está colaborando com as solicitações da Polícia Federal.

Polícia Federal investiga ataques cibernéticos ao MEC

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação, Geral, Polícia | Data: 08 ago 2019

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Via-Bahia.png

Da Redação

Fonte: A tarde

Os ataques digitais continuam crescendo no Brasil. Dessa vez, Polícia Federal (PF) está investigando indícios de sabotagem de serviços prestados e sistemas internos do Ministério da Educação. O ministro Abraham Weintraub anunciou nesta quinta-feira, 8, em entrevista coletiva, que a pasta tem sofrido ataques cibernéticos há algumas semanas e que isso tem prejudicado alguns produtos oferecidos pelo portal na Internet.

O Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) são os principais afetados pelo problema. Segundo técnicos do Ministério, os dois serviços estão intermitentes desde a última segunda-feira (5). Outro produto afetado é o Sistema Presença, utilizado para o pagamento dos benefícios do Bolsa Família. O MEC ainda detectou prejuízos no funcionamento do principal sistema de negócios da pasta, conhecido como SiMEC.

De acordo com a equipe da pasta, técnicos estão trabalhando para reestabelecer todo o funcionamento o mais rapidamente, mas não há prazo para que os serviços estejam totalmente normalizados.

TRE-BA emite nota de esclarecimento sobre o caso registrado durante o 1º turno das Eleições em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Política, Segurança | Data: 10 out 2018

Tags:, ,

Da Redação

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) esclarece que não houve prisões efetuadas pela Polícia Federal durante o primeiro turno das Eleições 2018, realizado no domingo (7/10), em Vitória da Conquista.

No Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães aconteceu uma situação que se tornou pública quando uma emissora de TV divulgou imagens da seção 176, tornando-se possível a identificação de mensagem desfavorável a determinado candidato escrita na lousa da sala de aula onde funcionou a seção.

Na ocasião, a medida adotada pela juíza da 41ª Zona Eleitoral, após pedido do Promotor Eleitoral, foi a exclusão imediata da mensagem e a substituição de todos os mesários da seção.

Imagens realizadas por uma eleitora e replicadas por blogs da cidade submeteram os envolvidos a constrangimento, atingindo especialmente a servidora do TRE baiano Juliana da Silva Pereira Cal, chefe da 41ªZona Eleitoral. Na filmagem, a servidora e os mesários que foram substituídos são insultados por eleitores da escola e é possível ouvir gritos de “prende mesmo”.

A situação gerou preocupação aos familiares de Juliana, que chegaram a acreditar que ela havia sido presa pela Polícia Federal.

O TRE-BA reitera a necessidade do combate às Fake News e alerta quanto à importância de prudência por parte dos cidadãos e da imprensa ao compartilhar determinados conteúdos, uma vez que os mesmos podem causar prejuízos irreparáveis ao cidadão.

Locais de prova do concurso da PF são divulgados

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Polícia, Trabalho | Data: 11 set 2018

Tags:, ,

banner alfa park

Da Redação

Já podem ser consultados  os  locais de prova do concurso da Polícia Federal. Os candidatos poderão conferir  no site da banca organizadora,  Cespe/UnB, por meio do CPF, o local da prova.

As provas serão realizadas no dia 16 de setembro. As fases são de caráter eliminatório e classificatório . A prova objetiva terá 120 questões com questões de Conhecimento Geral em todas as capitais do Brasil e nas 26 capitais.

Os cargos de delegado e perito criminal têm remuneração de R$ 22.672,48 para 40 horas semanais de trabalho, em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva. As funções de agente, escrivão e papiloscopista têm ganhos mensais de R$ 11.983,26, nas mesmas condições.

Dono da rede Pague Menos é preso pela Polícia Federal

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Polícia | Data: 11 set 2018

Tags:,

Da Redação
Fonte:tvsudoestedigital

Um dos maiores empresários farmacêuticos do Brasil  foi  preso na noite deste último sábado (8), em Fortaleza. O fundador da rede de farmácias Pague Menos, o empresário cearense o  Deusmar Queirós é condenado desde 2010 por crimes contra o sistema financeiro.

Queirós se entregou à Polícia Federal em Fortaleza após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) negar um pedido de Habeas Corpus (HC) solicitado pelos advogados de defesa do empresário.

As farmácias Pague menos estão em fase de expansão para o Sudeste, recentemente em Vitória da Conquista mais uma unidade foi inaugurada.  A rede cearense tem 168 unidades e faturou R$ 6,3 bilhões no ano passado. A previsão é encerrar este ano com 1,2 mil lojas e vendas de R$ 7 bilhões. Com esse porte, a companhia tem uma atuação equivalente à cerca da metade da Raia Drogasil, líder do setor e presente em 22 Estados.

A rede chegou a cogitar uma abertura de capital em 2012, mas acabou desistindo do projeto de chegar à Bolsa paulista em 2013. Dois anos mais tarde, o fundo de private equity (que compra participações em empresas) General Atlantic comprou 17% do capital da companhia, em uma operação de R$ 600 milhões. A empresa ainda tem intenção de chegar à B3, mas somente a partir de 2020.

Maiquinique: PF realiza operação de combate a desvio de R$ 1,5 milhões de verba pública

0

Publicado por Editor | Colocado em Sudoeste | Data: 24 jul 2018

Tags:, ,

Da Redação
foto: divulgação PF


No início da manhã desta terça-feira (24), a Polícia Federal (PF), em conjunto com a Controladoria Geral da União, deflagrou a Operação Ciranda de Pedra. De acordo com as informações divulgadas pela PF, a operação visa combater crimes de desvio de recursos públicos destinados à área da infraestrutura na cidade de Maiquinique nos anos de 2012 a 2017.

Durante a operação, estão sendo cumpridos 20 mandados de busca e apreensão e 14 mandados de intimação nos municípios baianos de Maiquinique, Macarani, Itapetinga, Itamaraju, Teixeira de Freitas, Jequié, Mirante e Vitória da Conquista.

Ainda segundo a PF,  operação decorre de uma investigação iniciada em 2017, sobre obras inacabadas na pavimentação que deveriam ter sido executadas nas ruas do município de Maiquinique, decorrentes de seis procedimentos licitatórios celebrados na gestão local, quadriênio 2013-2016, em convênio com o Ministério das Cidades. Além dos serviços não executados ou parcialmente executados, a investigação descobriu que um grupo de quatro empresas fazia revezamento nas licitações e parte dos recursos era destinada a pagamentos de parentes e pessoas ligadas à Administração Municipal.

A PF afirma também que algumas dessas empresas, vencedoras de licitações recorrentes, serviam apenas de “fachada” e eram compostas por sócios “laranjas”. A organização criminosa obteve contratos da ordem de R$3.428.183,03 (três milhões, quatrocentos e vinte e oito mil, cento e oitenta e três reais e três centavos), dos quais R$1.587.619,76 (um milhão, quinhentos e oitenta e sete mil, seiscentos e dezenove reais e setenta e seis centavos) está estimado como o valor potencial do desvio com ordem de bloqueio judicial.

Os envolvidos responderão pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, desvio de recursos públicos e fraude à licitação.

Operação contra roubos de carga é realizada na Bahia e mais cinco estados

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Polícia | Data: 17 jul 2018

Tags:, ,

Da Redação

Imagem: G1Bahia

Na manhã desta terça-feira (17), a Polícia Federal deflagrou na Bahia e em outros cinco estados uma operação contra roubo de cargas. Batizada de Transbordo, a operação cumpre 173 mandados expedidos pela 17ª Vara Criminal de Maceio. Além da capital alagoana e na Bahia, a ação ocorre também em São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco.

No total,  são cumpridos 106 mandados de busca e apreensão, 64 mandados de prisão e três mandados de interdição de empresas envolvidas em receptação de mercadorias.

De acordo com a  PF, a operação visa desarticular uma organização criminosa envolvida em crimes de furto e receptação de cargas e caminhões em diversos estados do Nordeste e Sudeste, valendo-se de falsas comunicações de crimes de roubo, além de adulteração de veículos, golpes em seguradoras e outros delitos.

Estima-se que a quadrilha tenha causado um prejuízo superior a R$ 8,6 milhões, só em relação a roubo de cargas e caminhões.

Conquista: Operação da PF encontra notebooks do TRE roubados por funcionário

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia | Data: 29 jun 2018

Tags:,

Da Redação


Uma operação feita pela Polícia Federal ocorrida na manhã desta sexta-feira (29) recuperou notebooks furtados de um posto de atendimento do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) de Vitória da Conquista. De acordo com a PF, os equipamentos foram encontrados com um técnico de informática que atua em uma empresa terceirizadas que presta serviços ao órgão.

Ainda conforme a PF, em maio deste ano, o funcionário trabalhou com a desmontagem de postos de atendimento do TRE. Depois da investigação, a polícia cumpriu mandado de busca e apreensão na casa do técnico de informática, onde encontrou também outros cinco computadores desaparecidos.

De acordo com a polícia, o investigado já estava anunciando pelo menos um dos equipamentos pela internet na página de uma rede social. A polícia acredita que os demais equipamentos, que não foram localizados pela operação tenham sido vendidos e alerta que as pessoas que possam ter comprado aparelhos que possuem a etiqueta de tombo “TRE” ou com o adesivo “CBTEC”, faça a entrega dos materiais na sede da Polícia Federal de Vitória da Conquista.