Primeiro Encontro do Agronegócio Florestal e Revitalização da Atividade Cafeeira é realizado em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia, Geral, Meio Ambiente, Trabalho, Vit. da Conquista | Data: 03 mar 2020

Tags:

Editar imagem

Foi realizado na tarde desta segunda-feira (02) , no plenário da Câmara Municipal de Vitória da Conquista, o primeiro Encontro do Agronegócio Florestal e Revitalização da Atividade Cafeeira de Vitória da Conquista, com a presença do presidente do BNB, Romildo Rolim.

O evento contou com a participação de políticos, estudantes e produtores de toda a região. Durante o evento foram realizadas palestras, com o presidente do Pró-Conquista, Itamar Figueiredo, que falou sobre a economia de Vitória da Conquista, do café à produção de biscoito, além da indústria, comércio e o setor de prestação de serviço. E também com o engenheiro florestal Laércio Couto falou acerca das espécies florestais da região, tais como, a jaqueira, abacateiro, o café, umbu, e do plantio de sistemas agroflorestais.

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, agradeceu pela parceria na realização do evento, possibilitando o debate com os setores produtivos para disseminar as novas tecnologias. “É um estado que demanda muitas atividades produtivas, e em Vitória da Conquista por ser uma região centralizadora, temos muitas operações de crédito. O Banco do Nordeste quer alocar os recursos e temos feito de tudo para dar celeridade ao atendimento dos nossos clientes, procurando desburocratizar ao máximo, trabalhar com medições de tempo para agilizar a liberação dos recursos”, destacou, acrescentando que o objetivo da instituição é transformar o sonho das pessoas em realidade.

Durante a sua fala, o prefeito Herzem Gusmão, contou que está feliz com o momento atual. “Esse momento que está acontecendo aqui vai alavancar muito mais a nossa economia do que foi a década de 70. O que eu vejo aqui é benção de Deus e tenho certeza que nós haveremos de avançar no polo cafeeiro, porque Conquista é a cidade que tem as bençãos e o homem que trabalha”.