Suas emoções podem desestabilizar sua vida financeira

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 06 nov 2017

Tags:, ,

da Redação
Fonte: Meu Bolso Feliz/CDL (Conteúdo)

A maneira como você lida com suas alegrias e dores pode interferir – e muito – nas suas contas. Entenda como e veja o que fazer para que suas emoções não te deixem no vermelho

Nossas emoções influem diretamente no nosso comportamento. Mesmo se possuímos uma boa autoestima, frente uma tristeza ou decepção, podemos nos comportar de outra maneira, agindo por impulso ou querendo amenizar a dor. Assim, especialmente numa sociedade de consumo, em que bens materiais são não apenas símbolos de certo status e identidade (quem eu quero aparentar ser para os outros), mas também associados à alegrias – mesmo que momentâneas – as emoções podem ser determinantes para desestabilizar a vida financeira de uma pessoa. Será que este é o seu caso?

Por que você compra?

Compramos coisas por dois principais motivos: necessidade e prazer. As compras por necessidade são facilmente identificáveis, pois são aquelas relacionadas à nossa sobrevivência. Alimentos, moradia, transporte, vestuário. As compras por prazer, por sua vez, não estão tão claras para muita gente. Afinal, se eu tenho fome eu preciso comprar comida. Necessidade, certo? Não quando você pede um prato de R$50 quando já está no cheque especial. A mesma lógica se aplica à moradia, transporte, vestuário. Podendo escolher entre inúmeras faixas de preço, por que não é óbvio escolher a mais barata ou, na maioria vezes, optar por simplesmente não comprar nada?

“Por isso é tão importante que a pessoa se questione sempre se de fato precisa do que está comprando”, explica o educador financeiro do Portal Meu Bolso Feliz, José Vignoli. E mesmo essa pergunta não é tão simples, já que muitas vezes vivemos em uma realidade distorcida. Dizemos coisas como “não dá para viver sem carro” ou “se for para fazer festa, tem que ser festão!”. Não dá mesmo para viver sem carro (excluindo quando se usa o automóvel profissionalmente)? Então como vivem as milhares de pessoas que não têm acesso à transporte privado? Por que a festa não pode ser simples, barata, para poucos? A questão é que você escolhe ter um carro porque não quer depender do transporte público, muitas vezes lotado e desconfortável. Você escolhe fazer uma grande festa porque não quer ninguém “falando mal” depois. Você coloca esses gastos no campo da necessidade. E então magicamente a despesa associada a eles se justifica – mesmo quando é preciso se endividar para dar conta das prestações.

A psicologia explica

…Leia na íntegra

Conquista: curso de Psicologia da UFBA recebe nota máxima no Enade

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 09 mar 2017

Tags:, , ,

Da Redação


O curso de graduação em Psicologia, da Universidade Federal da Bahia, em Vitória da Conquista, recebeu nota máxima na última avaliação do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade 2015) realizado pelo Ministério da Educação (MEC). Com conceito 5, o curso está entre os melhores cursos do Brasil.

O resultado foi publicado na edição do dia 08 de março do Diário Oficial da União. Já é a terceira vez que cursos da UFBA do campus de Conquista recebem nota máxima no Enade. Na avaliação de 2010, os cursos de Enfermagem e Farmácia obtiveram a nota 5. Na época, o curso de Nutrição não foi avaliado, pois não teve concluintes inscritos. Em 2013, novamente os cursos de Enfermagem e Farmácia receberam a nota máxima, desta vez, juntos com o curso de Nutrição, avaliado com nota 5.

Estudantes da Uesb pedem concurso para mais professores

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 11 jul 2016

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

IMG_1607

Estudantes dos cursos de Psicologia e Ciências Sociais da Uesb realizaram uma mobilização na porta da reitoria da universidade pedindo a contratação de professores. Segundo os discentes, o curso conta apenas com oito professores para 45 disciplinas.

Quando o curso de Psicologia foi aprovado, eram previstos que acontecessem cinco concursos para professores, no entanto, nenhum concurso foi realizado até este terceiro ano de implantado. O curso conta atualmente com três turmas e cinco disciplinas já deixaram de ser ofertadas por falta de professores, apontam os discentes.

IMG_1608

“Diante da situação complicadíssima do nosso curso, decidimos expor à comunidade (de dentro e fora da UESB), alguns dos problemas que enfrentamos. Temos consciência dos nossos direitos, do que a Universidade deve nos proporcionar a partir do momento em que aprova que um curso aconteça em seu campus”, aponta o Centro Acadêmico do curso.

UESB promove 1º Simpósio de Psicologia

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 13 abr 2016

Tags:, ,

Da Redação
foto ilustrativa

frases_de_depressaoNesta quinta (14), a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), campus de Vitória da Conquista, promoverá o 1º Simpósio de Psicologia. Por meio de palestras, apresentações de trabalhos e mesas-redondas, o evento terá como foco principal a temática “Depressão: temas e discursos contemporâneos”.

A atividade irá discutir as questões que estão por trás do fenômeno da depressão de forma ampla e sistêmica no que tange os saberes psicológico, psiquiátrico, psicanalítico, histórico e sociológico.

O Simpósio é aberto para os estudantes de Psicologia da Uesb e de outras instituições da cidade. O evento, que será realizado no Teatro Glauber Rocha, terá início às 8 horas e se estenderá durante todo o dia. Os interessados podem conferir a programação do evento aqui.

Estudante de psicologia cai de viaduto em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 06 abr 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

tentativa suicídioUm homem caiu do viaduto no Bairro Guarani, em Vitória da Conquista, no último domingo (5). A vítima, estudante de psicologia, foi internada em estado grave no Hospital de Base.

Segundo a polícia, o jovem José Absolon, estuda na Faculdade Maurício de Nassau. Uma equipe do Samu 192 se deslocou até o local.