Ônibus voltam a circular às 8 horas desta terça

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 02 fev 2015

Tags:, , ,


por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_1311Por volta das 20h desta segunda-feira (2), todo o transporte coletivo de Vitória da Conquista havia parado. A resposta dos rodoviários à proposta de 10% na participação do valor do plano de saúde, feita pelas empresas Viação Cidade Verde e Viação Vitória, deixará os conquistenses 12 horas sem acesso aos ônibus.

Logo após a rodada de negociação, na sede do Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista (SINTRAVC), às 18h30, os trabalhadores seguiram para o terminal de ônibus e instruíram os demais colegas a retornarem às garagens depois de levarem os passageiros para os bairros. Segundo o presidente do SINTRAVC, Álvaro Souza, os ônibus só vão retornar às ruas a partir das 8 horas desta terça – feira (3).

No programa Resenha Geral, da Radio Clube (FM 95,9), desta segunda – feira (02), Souza lamentou os prejuízos causados à população durante as paralisações. “A gente pede desculpas e compreensão da população, que é quem sofre mais com a paralisação. Mas, infelizmente a única forma de conseguir as reivindicações de um trabalhador, hoje, é através de uma paralisação. Já são 7 meses discutindo essa questão, e tudo tem o seu limite”, afirmou.

Rodoviários recolhem ônibus e cruzam os braços por tempo indeterminado

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 02 fev 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

IMG_7222

A reunião entre os representantes das empresas do transporte coletivo de Vitória da Conquista e o Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista (SINTRAVC) terminou às 18h de hoje (segunda-feira, 2) com um grande impasse. A proposta oferecida pelos patrões não agradou os trabalhadores, que decidiram parar as atividades por tempo indeterminado.

Segundo informou o diretor de comunicação do Sintravc, Vadenir Evangelista, ao BLOG DA RESENHA GERAL, “as empresas ofereceram participação de 10% no valor do plano de saúde”, o que foi prontamente recusado. O presidente do sindicato, Álvaro Souza, já havia adiantado ao BLOG DA RESENHA GERAL, que a proposta da categoria era de um repasse de 65%, “o mesmo [valor] repassado pela Novo Horizonte, que é a menor participação de uma empresa”.

Com o impasse, a reunião terminou com a decisão de que a diretoria do sindicato seguiria para o terminal de ônibus da Av. Lauro de Freitas, onde comandaria uma nova mobilização. Dessa vez, “o transporte coletivo vai parar sem horário definido para retornar. Vamos instruir aos motoristas e cobradores que levem os passageiros para os bairros e depois recolham os carros para as garagens”, revelou o diretor de comunicação do Sintravc.