Eleição 2020: TSE não está cobrando multa de eleitores que justificaram ausência pelo e-Título

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 27 nov 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

Fonte: Brasil 61

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) esclareceu ser falsa a informação de que o órgão estaria cobrando indevidamente multa dos eleitores que fizeram sua justificativa via aplicativo e-Título, no primeiro turno da eleição, no último dia 15 de novembro.

Segundo o tribunal, quem teve a justificativa deferida no dia da eleição por estar fora do domicílio eleitoral precisa aguardar o prazo de processamento das justificativas para que a situação seja normalizada. Até lá não é preciso pagar multa referente a essa ausência.

O calendário eleitoral estipula como prazo final para processamento das justificativas feitas fora da urna eletrônica o dia 7 de janeiro de 2021. Caso o eleitor precise comprovar a regularidade da situação eleitoral antes do término do processamento das justificativas, pode procurar seu respectivo cartório eleitoral para solicitar uma declaração formal por escrito.

Além disso, na nova versão do aplicativo, que já está disponível, apresenta uma mensagem com o número de comprovante da justificativa se o eleitor que já houver justificado tentar novamente para o mesmo turno.

É possível justificar ausência em até 60 dias após cada pleito (considerando cada turno como uma eleição) ou em até 30 dias após o retorno ao Brasil. Essa justificativa pode ser feita pelo e-Título, pelo site do TSE ou por meio de um cartório eleitoral, juntando-se documento que comprove o motivo da ausência.

TSE : e-Título deve ser baixado até as 23h59 deste sábado

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 25 nov 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

A.Brasil (conteúdo)

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o aplicativo e-Título poderá ser baixado somente até as 23h59 deste sábado (28). A ferramenta digital dá acesso a uma série de serviços projetados pela Justiça Eleitoral para facilitar o voto. 

Neste domingo (29), 57 municípios escolhem, em segundo turno, os prefeitos. E somente poderá utilizar o e-Título quem já tiver se cadastrado na ferramenta até a véspera. O cadastramento só voltará a ficar disponível na segunda-feira (30).

No dia da votação, o e-Título pode servir como documento oficial de identificação para o eleitor que já tenha feito o cadastramento biométrico na Justiça Eleitoral. A ferramenta permite também ao eleitor checar a localização da seção eleitoral, que pode ter mudado devido a remanejamentos provocados pela pandemia do novo coronavírus (covid-19).

O e-Título também permite justificar ausência às urnas no dia da votação, caso se encontre fora de seu domicílio eleitoral. Nesses casos, o aplicativo se vale do georreferenciamento presente nos celulares. Com a medida, a Justiça Eleitoral quer dispensar o eleitor de realizar o procedimento presencialmente.

Whatsapp bane contas depois de denúncias do TSE

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 21 nov 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

Fonte: Brasil 61

Mais de mil contas foram banidas do Whatsapp por conta de disparos de mensagens em massa no aplicativo. As denuncias foram realizadas por meio de uma plataforma conjunta entre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o WhatsApp. A extinção dessas contas foi feita depois do primeiro turno das eleições municipais de 2020, e anunciado na última quinta-feira (19) pelo TSE e o Whatsapp.

A plataforma de denúncias é uma das iniciativas da parceria estabelecida entre o órgão do governo e a empresa para combater as informações viralizadas e notícias falsas nas Eleições 2020, no contexto do Programa de Enfrentamento à Desinformação da corte eleitoral.

No período entre 27 de setembro e 15 de novembro, primeiro turno das eleições, esse canal recebeu 4.759 denúncias, porém 129 foram desconsideradas por não estarem relacionadas às eleições. Ao todo, 4.630 casos foram enviados ao WhatsApp para verificação de possível violação dos Termos de Serviço.

TSE diz que não deve ocorrer atraso nos resultados do segundo turno

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 18 nov 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park_setembro-1.gif

A.Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) afirmou que o atraso na totalização e divulgação dos votos não deve ocorrer no segundo turno das eleições, marcado para 29 de novembro. A conclusão está em uma nota técnica divulgada pelo tribunal, na qual a Corte também garante que o problema está sendo resolvido. 

“Equipes técnicas do TSE e da Oracle entendem que a falha no plano de execução no primeiro turno não se repetirá no segundo turno, em 29 de novembro, tendo em vista que o otimizador já está calibrado para processar um volume maior de informações de forma célere”, diz o relatório. 

No domingo (15), o atraso de três horas na divulgação dos resultados foi provocado pela falta de calibragem na inteligência artificial de um supercomputador, operado pela empresa de tecnologia Oracle. Diante do problema na leitura dos dados, um dos oito processadores travou e a totalização apresentou lentidão.

…Leia na íntegra

TSE denuncia tentativa de derrubar sistema vinda de outro país

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Política | Data: 16 nov 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park_setembro-1.gif

bahiaon.com.br

Luís Roberto Barroso, presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral)

Apesar de não ter detalhes sobre o ocorrido, Barroso afirmou ser “quase certo” de que a tentativa de ataque partiu de uma ação em outro país

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, relatou há pouco que houve uma tentativa de ataque ao sistema que abriga as informações da Justiça Eleitoral, mas que foi totalmente neutralizado. “Houve de fato tentativa de ataque com quantidade de acessos maciços para tentar derrubar sistema como um todo”, afirmou o ministro. Segundo ele, mais informações sobre o ocorrido estão sendo apuradas e serão divulgadas numa próxima oportunidade. “A informação que tenho é que foi tentativa de derrubar o sistema. Mas está tudo funcionando bem”, disse.

“Estamos atentos, ataques são preocupação do mundo contemporâneo”, afirmou Barroso, para quem, no entanto, essa tentativa não é uma novidade desse pleito. “Minha impressão é que eles se repetem de longa data”, disse o presidente do TSE em coletiva à imprensa neste domingo, 15/11.

Apesar de não ter detalhes sobre o ocorrido, Barroso afirmou ser “quase certo” de que a tentativa de ataque partiu de uma ação em outro país. “Às vezes quando ocorre ataque de outro país alguém aqui reivindica, mas muito provavelmente terá sido ataque de outro país”, disse Barroso.

O ministro ainda buscou tranquilizar a população sobre o resultado das eleições, sobre o qual não há risco de uma eventual tentativa de ataque ter influência. “Ainda que pudesse haver problema na transmissão de dados, tudo o que acarretaria de transtorno seria atraso, mas não com comprometimento de resultado”, explicou.

O presidente do TSE ainda comentou que houve notícia de que teria havido vazamento de dados de funcionários do TSE, o que também está em apuração. “Esse vazamento não é produto de ataque atual, é de ataque antigo, que não fomos capazes de precisar se antigo de 10 dias ou de cinco anos”, afirmou.

Eleições 2020: TSE disponibiliza simulador de votação

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 14 nov 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

Fonte: Brasil 61

Para facilitar o momento do voto das eleições, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) criou em sua página um Simulador de Votação na Urna Eletrônica. Nele, o cidadão pode treinar como votar para os cargos de prefeitos e vereadores, que disputam no pleito deste ano, como se estivesse diante de uma urna.

Há 24 anos, o eleitor brasileiro utiliza urna eletrônica para a escolha de seu candidato. O software apresenta uma lista de candidatos e partidos fictícios para cada cargo. O eleitor pode navegar pelas legendas usando as setas, na filipeta de candidatos no alto da página. Antes de votar no Simulador, o usuário deve escolher o turno da eleição do qual deseja participar: primeiro ou segundo.

No fim da votação, ou a qualquer momento, o eleitor poderá retornar à página inicial, escolher o turno e reiniciar a votação. Com caráter didático, caso o usuário realize um procedimento incorreto durante a votação, o simulador apresentará uma mensagem explicativa e a tela será bloqueada até que ele clique na mensagem apresentada.

Eleições 2020: eleitor que não estiver usando máscara será proibido de votar

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Política | Data: 11 nov 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

A.Brasil

Nesta semana, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, reafirmou que os eleitores só poderão entrar nas seções eleitorais para votar se estiverem usando máscaras. As eleições municipais serão realizadas no próximo domingo (15) em todo país, exceto no Distrito Federal. Serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores.

Em setembro, o TSE elaborou um protocolo sanitário para garantir que os eleitores possam votar com segurança em meio à pandemia da covid-19. 

Pelas regras, os eleitores só poderão para entrar nos locais de votação se estiverem usando máscaras faciais e deverão higienizar as mãos com álcool em gel antes e depois de votar. A distância de 1 metro entre eleitores e demais pessoas presentes às seções também deverá ser mantida. O TSE recomenda ainda que o eleitor leve sua própria caneta para assinar o caderno de votação.

No entendimento de Barroso, o uso de máscara “não é questão de livre arbítrio”. “Todo eleitor deve levar sua própria máscara, sair de casa com sua máscara. Esta não é uma ordem do TSE, mas é uma orientação de quase todos os municípios brasileiros. Esta é a regra no mundo inteiro. No mundo civilizado inteiro, as pessoas estão usando máscaras quando vão a um local público. Portanto, estamos apenas seguido recomendação médica e o senso comum. Se estiver sem máscara, não vota”, afirmou o ministro.

Segundo o presidente do TSE, as regras do protocolo sanitário serão fiscalizadas pelo mesário que estiver na função de chefe da seção eleitoral. “Em rigor, nem vai entrar ninguém no local de votação sem a máscara e não vai permanecer sem observar o distanciamento social. Se for necessário, ele [mesário] pode chamar a polícia, mas essa haverá de ser uma situação puramente residual. No mundo civilizado, as pessoas cumprem as regras e respeitam as outras”, disse Barroso.

Ministério da Defesa aprova pedido do TSE para uso de forças armadas nas Eleições Municipais

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 06 nov 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

Brasil 61

O Ministério da Defesa aprovou uma diretriz para utilização das forças armadas nas Eleições Municipais de 2020. A decisão consta em portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) da última quarta-feira (4). 
 
De acordo com a norma, os efetivos militares poderão ser usados na garantia da votação e apuração do pleito, em localidades e municípios que forem solicitados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

No fim de outubro, o TSE pediu o envio de tropas federais para 345 localidades no Amazonas, Pará, Maranhão, de Mato Grosso do Sul e do Rio Grande do Norte, Acre e Tocantins. Esses locais têm histórico de conflitos durante o pleito e baixo efetivo policial. O primeiro turno das eleições municipais está previsto para ocorrer no dia 15 de novembro. Já o segundo, em 29 de novembro.

Eleições 2020: TSE faz protocolo para dia de votação na pandemia

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 22 out 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

A.Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) elaborou uma série de medidas que devem ser respeitadas nos dias do pleito para garantir a segurança em meio à pandemia do novo coronavírus. Os eleitores só poderão entrar nos locais de votação se estiverem usando máscaras. O uso deverá ser feito em todo o percurso, até chegar à seção eleitoral. Não será permitido se alimentar, beber ou realizar qualquer ato que exija a retirada da máscara. 

As mãos deverão ser higienizadas com álcool em gel antes e depois de votar. O produto será disponibilizado nos locais de votação. O TSE recomenda que o eleitor leve sua própria caneta para assinar o caderno de votação. 

A distância de um metro entre as demais pessoas que estivem na sala também deverá ser mantida. Serão feitas marcações no chão com adesivos para indicar o distanciamento correto. O processo de identificação por biometria não será usado nas eleições deste ano para evitar a contaminação. 

A Justiça Eleitoral recomenda que os eleitores que estiverem com sintomas de covid-19 não devem comparecer ao local de votação. A justificativa de falta não será feita presencialmente para evitar aglomerações. Pelo aplicativo e-Título, que pode ser usado em qualquer smartphone, será possível fazer a justificativa sem sair de casa. 

TSE identifica e desmente fake news sobre urnas eletrônicas

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 21 out 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 22-12-02-image-2.png

Fonte:

A Coalizão para Checagem e o Comitê Estratégico, dois grupos voltados para o combate à desinformação nas Eleições 2020, identificaram notícias falsas sobre urnas eletrônicas.  As fake news, publicadas em 2018, voltaram a circular em redes sociais nos últimos dias, às vésperas do pleito de 2020.

Uma delas, diz que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recusou consultoria do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e do Instituto Militar de Engenharia (IME) para desenvolver um modelo de urna com impressão do voto. Na nota de esclarecimento publicada em 2018, o TSE já desmentido a informação. Tanto o Exército quanto a Marinha e a Aeronáutica – bem como o próprio TSE – negaram a existência da proposta de consultoria.

A respeito da segurança do processo de votação, o TSE destaca que a urna eletrônica, utilizada desde 1996 nas eleições brasileiras, é auditável, além de os sistemas serem abertos para fiscalização e possibilidade de aperfeiçoamento.

Na semana passada, os sistemas eleitorais foram lacrados em evento que contou com a presença de representantes do Ministério Público Eleitoral, da Polícia Federal e da Ordem dos Advogados do Brasil. 

A lacração é uma espécie de blindagem que impede qualquer tentativa de alteração dos sistemas da urna eletrônica. 

TSE faz parceira com WhatsApp e Facebook para combater desinformação em eleições

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral, Política | Data: 01 out 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é DIS_728x90px-SEMANA-NACIONAL-DE-TRA%CC%82NSITO-1.gif

Reuters

Uma parceria entre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) , WhatsApp e o Facebook foi firmada nesta quarta-feira, para combater desinformação e abusos durante as eleições 2020, informou a assessoria de imprensa do órgão.

O presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, disse que a parceria ajudará a eliminar a circulação de notícias falsas, enfrentar comportamentos coordenados não autênticos, uso indevido de robôs e impulsionamentos ilegais. No acordo com o WhatsApp, por exemplo, será criado um chatbox para ajudar na circulação de dados oficiais do TSE sobre o processo eleitoral e a votação.

Um ponto do acordo é a criação de um canal de comunicação específico com o TSE para denunciar contas suspeitas de realizar disparos em massa, o que não é permitido nos termos de serviço do aplicativo nem pela legislação eleitoral.

O acordo com o Facebook também prevê o uso da ferramenta “Megafone” para divulgação, nos dias antes da eleição, de mensagens no feed de notícias sobre eleições de 2020, incluindo sobre a organização e medidas de segurança sanitária.

TSE e operadoras fazem parceria para acesso gratuito ao site da Justiça Eleitoral

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Política | Data: 29 set 2020

Tags:, , , , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park_setembro-1.gif

Fonte:S.T.Brasil

As operadoras de telefonia móvel vão conceder acesso gratuito dos eleitores ao site da Justiça Eleitoral durante todo o pleito de 2020, até 29/11. O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, participa nesta terça-feira (29), às 12h, de cerimônia virtual durante o Painel Telebrasil 2020 para o lançamento da parceria e assinatura do acordo com o SindiTelebrasil.

A iniciativa tem objetivo de facilitar o acesso dos eleitores a informações confiáveis sobre o processo eleitoral. O TSE promove o Programa de Enfrentamento à Desinformação com foco nas Eleições 2020 e terá uma página dedicada a notícias sobre o processo eleitoral checadas por uma coalizão de agências. A página poderá ser acessada pelos celulares sem consumo do pacote de dados em www.justicaeleitoral.jus.br . O programa tem mais de 50 parceiros, entre empresas, associações e partidos políticos.

Sistema permitirá consultar condenações criminais de candidatos a partir das Eleições 2020

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 28 set 2020

Tags:,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é image-2.png

Fonte: Brasil 61

Durante sessão administrativa da Corte Eleitoral, os presidentes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Dias Toffoli, assinaram portaria conjunta que regulamenta o uso do Sistema de Informações de Óbitos e Direitos Políticos (Infodip) a partir das Eleições Municipais de 2020.

O sistema é pioneiro e foi criado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) em 2013, e é uma base de dados nacional que contém informações consolidadas sobre condenações criminais e de improbidade administrativa que acarretam a suspensão dos direitos políticos.

A partir do cruzamento dos dados disponíveis no Infodip, será possível consultar se um candidato está com os direitos políticos suspensos em qualquer unidade da Federação. O sistema também permitirá acessar informações sobre outras condenações criminais, extinção de punibilidade, cumprimento do serviço militar obrigatório e óbitos, bem como condenações por órgãos colegiados por rejeição de contas ou por demissão do serviço público, além de perda do cargo eletivo, entre outros.

TSE libera ferramenta para consulta de candidaturas das Eleições 2020

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Política | Data: 18 set 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner_oeste_park_setembro-1.gif

A consulta à informações detalhadas sobre a situação dos candidatos aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador, que pediram registro para concorrer às Eleições Municipais de 2020 já estão disponíveis na plataforma DivulgaCandContas, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A ferramenta traz ainda todos os dados declarados à Justiça Eleitoral, inclusive informações relativas às prestações de contas dos concorrentes

O sistema é aberto a todos os cidadãos, sem necessidade de cadastro prévio ou autenticação de usuário. Na consulta, basta selecionar a unidade da federação no mapa ou a sigla do estado que quiser informações.

Na página principal do sistema, o interessado encontrará o quantitativo total de candidaturas por cargo (prefeito, vice-prefeito e vereador). No mapa do Brasil, é possível filtrar a pesquisa clicando na unidade da Federação e depois no cargo desejado. Em seguida, aparecerá uma lista com todos os políticos que concorrem ao cargo no estado.

TSE apresenta Plano de Segurança Sanitária para as Eleições Municipais

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Política | Data: 14 set 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Fonte: Brasil 61

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apresentou, na última semana, o Plano de Segurança Sanitária para as Eleições Municipais de 2020. A iniciativa traz uma série de recomendações para garantir a segurança dos mesários e dos eleitores em meio à pandemia da Covid-19. O pleito está marcado para os dias 15 e 29 de novembro, quando ocorrem o primeiro e o segundo turnos, respectivamente. 

O Plano foi elaborado por uma consultoria sanitária formada por especialistas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e dos hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein. Em entrevista coletiva de apresentação do Plano, o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, destacou as reuniões com epidemiologistas e sanitaristas para adoção dos protocolos de segurança sanitária. 

“Tudo o que é possível fazer para minimizar riscos está sendo feito. Nós estamos cuidando da proteção dos eleitores para que ninguém desperdice a oportunidade de participar da escolha dos prefeitos e dos vereadores”, afirmou. 

Eleições 2020: horário de votação será de 7h às 17h, define TSE

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Política | Data: 31 ago 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Fonte: Brasil 61

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu ampliar o horário de votação das Eleições Municipais deste ano em uma hora. A medida ocorre por conta da pandemia da Covid-19 e busca minimizar as possibilidades de aglomeração nos locais de votação. 

Em pronunciamento, o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, confirmou que os eleitores vão poder ir às urnas de 7h às 17h, de acordo com o horário local, tanto no primeiro, quanto no segundo turno, marcados para os dias 15 e 29 de novembro. 

O horário foi definido após consulta a estatísticos do tribunal e especialistas do  Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), Insper, Fiocruz e Universidade de São Paulo (USP). 

Após orientações de uma consultoria formada pela Fiocruz e pelos hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein, o TSE também definiu que o horário de 7h às 10h será preferencial para pessoas com mais de 60 anos, que fazem parte do grupo de risco para o novo coronavírus. 

TSE amplia horário de votação nas eleições municipais em uma hora

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Política | Data: 28 ago 2020

Tags:, , ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Tivic_BLOG-DA-RESENHA-GERAL_600x65.png

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, decidiu ampliar o horário de votação nas eleições municipais de 2020 em uma hora por causa da pandemia da Covid-19.

  • O horário será das 7h às 17h (considerando o horário local) no primeiro turno, marcado para o dia 15 de novembro
  • Onde for necessário, esse horário também vai valer para o segundo turno, no dia 29 de novembro.
  • O horário de votação de 7h às 10h será preferencial para pessoas acima de 60 anos, que fazem parte do grupo de risco para o coronavírus.

A decisão foi tomada por Barroso na noite desta quinta-feira (27). A intenção, diz o TSE, é garantir mais tempo para que eleitores votem com segurança, além de tentar reduzir a possibilidade de aglomeração nos locais de votação.O horário foi definido após análise de estatísticos do tribunal e avaliação de uma consultoria técnica, formada por especialistas do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), Insper e Universidade de São Paulo (USP).

O TSE também recebeu orientação de consultoria sanitária formada pela Fiocruz, Hospital Sírio Libanês e Hospital Albert Einstein.

TSE aprova resoluções com novas datas para o processo eleitoral

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Política | Data: 13 ago 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Tivic_BLOG-DA-RESENHA-GERAL_600x65.png

A.Brasil

Foi aprovado nesta quinta-feira(13) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os ajustes em suas resoluções com as novas datas dos eventos eleitorais e votações das eleições municipais deste ano. Devido à pandemia da covid-19, o Congresso Nacional aprovou emenda constitucional adiando o pleito para 15 de novembro, em primeiro turno, e o segundo turno para 29 de novembro. Originalmente, as eleições acontecem no mês de outubro.

O plenário do TSE aprovou ainda quatro resoluções, que tratam, respectivamente, das regras gerais de caráter temporário; de uma alteração pontual na resolução que dispõe sobre o cronograma do cadastro eleitoral; de mudança na resolução dos atos gerais do processo eleitoral e do novo calendário eleitoral de 2020, que teve 297 marcos temporais definidos.

Além da data das votações, também foi adiado o período das convenções partidárias, para deliberar sobre escolha de candidatos e coligações, que deverão ser realizadas de 31 de agosto a 16 de setembro. Já o prazo para o registro de candidaturas, que terminaria em 15 de agosto, foi transferido para 26 de setembro. Os partidos terão até as 19h do dia 26 para realizar o procedimento no cartório eleitoral, mas será possível enviar o requerimento, via internet, até as 8h.

A propaganda eleitoral, inclusive na internet, será permitida a partir de 27 de setembro, após o fim do prazo de registro de candidatura. Já a diplomação dos candidatos eleitos deverá ocorrer até o dia 18 de dezembro em todo o país. A data da posse, 1º de janeiro de 2021, não sofreu alteração.

O TSE também poderá solicitar ao Congresso Nacional a marcação de novas datas de eleições em estados ou municípios em que a situação sanitária coloque em risco os eleitores, mesários e servidores da Justiça Eleitoral. Nesses casos, o prazo final para que essas votações ocorram vai até 27 de dezembro.

TSE irá discutir novas medidas sanitárias durante as eleições deste ano

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Política | Data: 21 jul 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Resenha_Vermelho_600x65.gif

Brasil 61

Mesmo com o adiamento das eleições municipais deste ano, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) segue implementando novas medidas para garantir a segurança dos eleitores devido à pandemia da Covid-19. Para isso, a corte firmou acordo de consultoria sanitária com a fundação Fiocruz e os hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein sobre as medidas que serão adotadas no pleito. 

A primeira recomendação das entidades já foi seguida pelo presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso,e se refere a exclusão da identificação biométrica nos dias das votações. Na tomada dessa decisão, os infectologistas afirmaram que a identificação por ser digital pode aumentar as possibilidades de infecção, já que o leitor biométrico não pode ser higienizado com frequência. Além disso, segundo os especialistas, falhas na biometria podem ocasionar aglomerações. 

A sociedade civil também participa e sugere medidas para a realização de eleições mais seguras. O projeto Eleições Seguras, composto por 10 organizações não governamentais, integra essas discussões. 

…Leia na íntegra

Para evitar contágio da covid-19, TSE excluirá biometria nas eleições municipais

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Política | Data: 15 jul 2020

Tags:,

Fonte:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-04-27-at-15.51.14-1024x190.jpeg

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, decidiu excluir a necessidade de identificação biométrica, por meio de impressão digital, nas eleições municipais deste ano, tendo em vista o risco de contágio por covid-19.

Instituições firmaram parceria com o TSE para a elaboração de um protocolo de segurança que reduza o risco de contágio durante a votação. Segundo o tribunal, a consultoria sanitária é prestada sem custos.

Dois fatores pesaram para excluir a biometria. Primeiro, o leitor de impressões digitais não pode ser higienizado com frequência, como a cada utilização. Também pesou o fato de que a identificação biométrica tende a causar filas maiores, favorecendo aglomerações, já que o processo é mais demorado do que a simples coleta de assinatura.