Ministério da Saúde libera cloroquina para todos os pacientes com coronavírus

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral | Data: 20 Maio 2020

Tags:, ,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é WhatsApp-Image-2020-04-27-at-15.51.14-1024x190.jpeg

Fonte:

O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira (20) o protocolo que libera no SUS o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina até para casos leves de Covid-19. Até então, o protocolo previa os remédios para casos graves.

Embora não haja comprovação científica da eficácia do medicamento contra a doença, o Ministério da Saúde alega, no documento, que o Conselho Federal de Medicina autorizou recentemente que médicos receitem a seus pacientes a cloroquina e a hidroxicloroquina, uma variação da droga. “A prescrição de todo e qualquer medicamento é prerrogativa do médico, e que o tratamento do paciente portador de COVID-19 deve ser baseado na autonomia do médico e na valorização da relação médico-paciente que deve ser a mais próxima possível, com objetivo de oferecer o melhor tratamento disponível no momento

O protocolo inclui declarar conhecer que o tratamento pode causar efeitos colaterais que podem levar à “disfunção grave de órgãos, ao prolongamento da internação, à incapacidade temporária ou permanente, e até ao óbito.

57% dos usuários de cartão de crédito não fazem controle efetivo dos gastos

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 10 jul 2017

Tags:, ,

da Redação
Fonte: CNDL / Ascom CDL (Conteúdo)

Número de consumidores brasileiros que usam cartão cai de 70% para 61% em um ano; 59% desconhecem juros e 47% evitam frequentar lugares que não aceitam o ‘dinheiro de plástico’

Ter um cartão de crédito é sinônimo de comodidade e poder comprar a qualquer hora, mas sem um mínimo de disciplina e organização, o bolso do consumidor pode sofrer sérios abalos. Um estudo feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em todas as capitais do país revela que 57% dos usuários de cartão de crédito não controlam de maneira adequada os gastos realizados com esse meio de pagamento. As atitudes mais comuns são consultar pela internet a fatura antes do fechamento (28%), ler a fatura quando ela já está fechada (15%) e fazer o controle de cabeça (13%). Os que não fazem qualquer controle são 1%.

O controle total e sistemático dos gastos no cartão de crédito é tarefa feita por 38% dos usuários, sendo que 21% anotam os gastos no papel, 11% utilizam planilhas e 6% registram as compras em aplicativos no celular.

“O cartão de crédito é tratado por muitos como o vilão do orçamento, mas pode ser um aliado do consumidor que souber utiliza-lo adequadamente. É fácil tirar o cartão do bolso e pagar uma despesa. Porém, se não houver disciplina, mais fácil ainda é perder a noção do quanto foi gasto e ultrapassar os limites do orçamento. O controle financeiro é fundamental para evitar esse tipo de problema”, orienta a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Juros é o maior temor dos usuários de cartão, mas 59% desconhecem as taxas cobradas quando há atraso

O levantamento revela ainda um comportamento negligente do consumidor. Em um ano, cresceu o percentual de usuários de cartão de crédito que não sabem a taxa de juros cobradas quando se atrasa o pagamento da fatura. Em 2016, 55% dos adeptos da modalidade desconheciam os valores. Hoje, são 59% que ignoram o custo do atraso – especialmente as mulheres (66%), os mais jovens (70%) e os que de mais baixa renda (62%). No geral, quatro em cada dez (38%) entrevistados já ficaram, em algum momento, com o nome sujo por não pagarem a fatura do cartão de crédito e 11% estão atualmente com alguma parcela em atraso. …Leia na íntegra

Como a internet está prejudicando jovens e adolescentes no mundo

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil | Data: 10 jul 2016

Tags:, , ,

Agência Brasil

O jovem deve pensar antes de compartilhar imagens ou conteúdo

A tecnologia que conecta pessoas por meio da internet e suas redes sociais pode causar dor de cabeça
A tecnologia que conecta pessoas por meio da internet e suas redes sociais pode causar dor de cabeça

A tecnologia que conecta pessoas por meio da internet e suas redes sociais pode causar dor de cabeça aos pais, professores e pedagogos. Episódios envolvendo bullying virtual, difamação e a vingança erótica, conhecida como sexting, tem ganhado espaço entre os jovens e adolescentes.

De acordo com o psicólogo e pesquisador da Universidade Federal da Bahia Rodrigo Nejm, diretor de Educação da Organização não Governamental (ONG) SaferNet, o vazamento de conteúdo íntimo tem superado, em volume, casos registrados em comparação aos episódios de cyberbullying, nos últimos dois anos.

“O fato é que os adolescentes se apropriam da internet com uma sensação de poder e anonimato, com que aquilo está fazendo está protegido, que não tem consequências. É muito enigmático, pois mesmo que conheçam o perigo, na hora da brincadeira, do namoro, se expõem muito mais a essas situações na rede”. …Leia na íntegra

Com 26 anos, veículo da Apae não tem mais condições de uso

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 31 mar 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_0162

No dia 7 de abril professores e alunos da APAE estarão em diversos pontos de Vitória da Conquista pedindo ajuda para a compra de um automóvel. O único veículo da instituição possui 26 anos de uso e não apresenta condições para o trabalho de campo da equipe de assistência social da instituição.

IMG_0161Na APAE de Vitória da Conquista há um carro cedido pelo Governo do Estado da Bahia Fiat-Elba (ano 1990). O automóvel é utilizado para fazer o deslocamento de alguns usuários de zona rural que não possuem meios de transporte para vir aos atendimentos na instituição. O veículo também é utilizado pelos assistentes sociais e técnicos.

No entanto, a condição de desgaste do carro, que pode ser recolhido a qualquer momento, inviabiliza as atividades de visita domiciliares e monitoramento em empresas que possuem pessoas com deficiência (ex-alunos) atuando profissionalmente ou em busca de novas parcerias.

A APAE é uma instituição filantrópica, que atua há 39 anos em Vitória da Conquista e atualmente atende 530 pessoas com deficiências diversas, oferecendo a elas condições dignas de saúde, educação e lazer.  A sua contribuição é muito importante para a melhoria desses serviços.

Jovens que utilizaram medicamento veterinário recebem alta

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 24 abr 2013

Tags:, , ,

Por Rodrigo Ferraz

Após dois meses de internação, os dois jovens que utilizaram medicamento de uso veterinário para ganho de massa muscular receberam alta médica nesta quarta-feira (24).

A garota foi deslocada para São Paulo com o objetivo de continuar o tratamento. Já o rapaz permanece em Vitória da Conquista.

O departamento médico do Hospital comemorou os avanços obtidos após muito trabalho.

A notícia ganhou repercussão nacional. O processo investigado pela polícia já foi encaminhado para o Fórum João Mangabeira.

Jovens aplicaram anabolizantes em outro local, afirma dono de academia em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 03 abr 2013

Tags:, ,

TV Sudoeste



Jovens conquistenses são internados após utilizarem anabolizantes

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 26 mar 2013

Tags:,

Por Rodrigo Ferraz

DSC01265Cinco jovens conquistenses  fizeram uso de uma substância, ainda não confirmada como esteroide, sem nenhuma indicação médica. Segundo relato de dois deles, além da falta de orientação, os jovens suspeitam que foi compartilhada a mesma seringa para aplicar o produto direto no músculo (o que garante uma absorção mais rápida), expondo-se ainda ao risco de contrair doenças contagiosas. A aplicação foi feita por um instrutor na academia frequentada pelo grupo. Os nomes dos envolvidos e da academia não foram divulgados.

Não se sabe ao certo quanto tempo depois da aplicação os efeitos colaterais começaram a aparecer. Entre as queixas apresentadas estão queda no estado geral, aparecimento de edemas, dor local intensa, formigamento, abscessos e rigidez muscular. Dos cinco, três já foram liberados e os demais permanecem internados na Santa Casa. Segundo a equipe que acompanha dois deles, o quadro é estável.

Dois jovens continuam internados no Hospital São Vicente de Vitória da Conquista em estado grave, correndo o risco de perder parte do corpo onde o medicamento foi aplicado.